PRS re­a­li­za ac­ti­vi­da­des pa­ra sau­dar ani­ver­sá­rio

Jornal de Angola - - POLÍTICA -

Par­ti­do de Re­no­va­ção So­ci­al (PRS) re­a­li­zou du­ran­te o fim-de-se­ma­na vá­ri­as ac­ti­vi­da­des pa­ra as­si­na­lar o 26.º ani­ver­sá­rio da sua fun­da­ção, as­si­na­la­do na sex­ta-fei­ra, dia 18. Em Ben­gue­la, o ani­ver­sá­rio fi­cou mar­ca­do com a apre­sen­ta­ção de 30 no­vos mi­li­tan­tes re­cen­te­men­te in­gres­sa­dos às fi­lei­ra do par­ti­do.

Em de­cla­ra­ções à im­pren­sa, o se­cre­tá­rio pro­vin­ci­al do PRS, Rui Mi­guel, que não avan­çou o nú­me­ro de mi­li­tan­tes con­tro­la­dos pe­lo seu par­ti­do, sa­li­en­tou que a ac­ti­vi­da­de tam­bém es­te­ve en­qua­dra­da no pro­gra­ma de cres­ci­men­to do par­ti­do. O po­lí­ti­co exor­tou os mi­li­tan­tes, ami­gos e sim­pa­ti­zan­tes do PRS a par­ti­ci­pa­rem no re­gis­to elei­to­ral, com vis­ta à sua ha­bi­li­ta­ção nas elei­ções de 2017.

Em Malanje, o ani­ver­sá­rio foi as­si­na­la­do com a re­a­li­za­ção, no sá­ba­do, de um ac­to po­lí­ti­co de mas­sas. Na oca­sião, o pri­mei­ro se­cre­tá­rio pro­vin­ci­al, Edu­ar­do Fran­cis­co, exor­tou os mi­li­tan­tes do par­ti­do no sen­ti­do de con­ti­nu­a­rem a pri­mar pe­lo es­pí­ri­to de diá­lo­go in­ter­no, uni­da­de e a abs­ter-se de ac­tos de in­tri­ga e ca­lú­nia.

Se­gun­do Edu­ar­do Fran­cis­co, a im­ple­men­ta­ção do pro­jec­to do PRS de trans­for­mar An­go­la num Es­ta­do fe­de­ral re­quer o ama­du­re­ci­men­to do par­ti­do, pre­mis­sa que, ad­mi­tiu, só se al­can­ça por in­ter­mé­dio do diá­lo­go fran­co e aber­to no seio dos mi­li­tan­tes.

O se­cre­tá­rio pro­vin­ci­al do PRS em Malanje des­ta­cou igual­men­te os ga­nhos re­gis­ta­dos du­ran­te os 41 anos de In­de­pen­dên­cia Na­ci­o­nal, no­me­a­da­men­te a li­ber­da­de, li­vre cir­cu­la­ção de pes­so­as e bens, a paz e ou­tros. Com efei­to, de­fen­deu a con­so­li­da­ção des­tas con­quis­tas, atra­vés de po­lí­ti­cas ori­en­ta­das es­sen­ci­al­men­te pa­ra a ge­ra­ção de mais em­pre­gos e o au­men­to do po­der de com­pra das fa­mí­li­as.

“Não obs­tan­te a si­tu­a­ção de re­trac­ção eco­nó­mi­ca por que pas­sa o país, os mi­li­tan­tes de­vem man­ter-se con­fi­an­tes em di­as me­lho­res, de­ven­do, por is­so, en­ga­jar-se nas ta­re­fas que con­tri­bu­am pa­ra o cres­ci­men­to eco­nó­mi­co e so­ci­al das co­mu­ni­da­des”, de­fen­deu. Quan­to aos 26 anos do par­ti­do, Edu­ar­do Fran­cis­co fri­sou que não fo­ram ape­nas de gló­ri­as, mas tam­bém de obs­tá­cu­los, que cer­ta­men­te con­tri­buí­ram pa­ra o for­ta­le­ci­men­to e per­ma­nên­cia da­que­la or­ga­ni­za­ção no xadrez po­lí­ti­co an­go­la­no. O di­ri­gen­te po­lí­ti­co tam­bém ape­lou os mi­li­tan­tes pa­ra que efec­tu­em o re­gis­to elei­to­ral, vis­to que a par­ti­ci­pa­ção nas pró­xi­mas elei­ções ge­rais de 2017, de­pen­de do cum­pri­men­to des­te de­ver cí­vi­co e pa­trió­ti­co.

As ac­ti­vi­da­des em tor­no dos 26 anos do Par­ti­do de Re­no­va­ção So­ci­al de­cor­re­ram sob o le­ma “PRS, lu­ta pe­la vi­tó­ria”. O par­ti­do foi fundado a 18 de No­vem­bro de 1990, em Lu­an­da.

JAIMAGENS

PRS co­me­mo­rou ani­ver­sá­rio da sua fun­da­ção com a re­a­li­za­ção de ac­ti­vi­da­des po­lí­ti­cas

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.