So­pa de Le­tras

Jornal de Angola - - LAZER -

Uma mu­lher en­tra nu­ma far­má­cia, di­ri­ge-se ao bal­cão e pe­de ao far­ma­cêu­ti­co: - Dê-me uma com­pres­sa. Diz o ho­mem: - Olhe, me­ni­na, com os meus cin­quen­ta e oito anos de vi­da já não fa­ço na­da com pres­sa. Mas, es­pe­re aí um bo­ca­di­nho que eu vou cha­mar um co­le­ga que tem me­ta­de da mi­nha ida­de…

************

Uma mu­lher pergunta à in­con­so­lá­vel ami­ga, viú­va de uma se­ma­na:

- En­tão, que­ri­da, o pá­ro­co dis­se al­gu­mas pa­la­vras con­so­la­do­ras, na mis­sa do sé­ti­mo dia? Res­pon­de a ou­tra: - Não dis­se na­da que me agra­das­se! Dis­se ape­nas que o meu ma­ri­do es­ta­va ago­ra mui­to me­lhor do que quan­do per­ten­cia a es­te Mun­do.

*************

Um mi­nis­tro as­so­ma à por­ta do ga­bi­ne­te do seu sub­se­cre­tá­rio de Es­ta­do e pergunta-lhe:

- O se­cre­tá­rio de Es­ta­do dis­se­lhe o que ti­nha de fa­zer, lo­go que eu che­gas­se? Res­pon­de o sub­se­cre­tá­rio: - Dis­se, sim, se­nhor mi­nis­tro. Dis­se pa­ra o acor­dar… En­con­tre as se­guin­tes con­ju­ga­ções:

ave, rosa, la­vra

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.