JO­A­QUIM CHIS­SA­NO Fal­ta cla­re­za nas ne­go­ci­a­ções de paz

Jornal de Angola - - DESPORTO -

O an­ti­go Pre­si­den­te mo­çam­bi­ca­no Jo­a­quim Chis­sa­no de­fen­deu on­tem que fal­ta cla­re­za no pro­ces­so ne­go­ci­al pa­ra re­so­lu­ção da cri­se política e mi­li­tar em Mo­çam­bi­que, ob­ser­van­do que a ra­zão do im­pas­se re­si­de na fra­ca cultura de­mo­crá­ti­ca.

“Não há cla­re­za nes­te pro­ces­so ne­go­ci­al. Pa­re­ce que não sa­be­mos o que qu­e­re­mos exac­ta­men­te”, dis­se o an­ti­go Che­fe de Es­ta­do mo­çam­bi­ca­no, fa­lan­do du­ran­te uma pa­les­tra or­ga­ni­za­da pe­lo Ins­ti­tu­to Su­pe­ri­or de Re­la­ções Pú­bli­cas em Ma­pu­to.

Aler­tan­do pa­ra a fal­ta de uma cultura de­mo­crá­ti­ca nas eli­tes po­lí­ti­cas mo­çam­bi­ca­nas, o an­ti­go Che­fe de Es­ta­do en­ten­de que o pro­ble­ma po­lí­ti­co do país trans­cen­de a agen­da das ac­tu­ais ne­go­ci­a­ções de paz en­tre o Go­ver­no e a Re­na­mo, e con­si­de­ra que a sua so­lu­ção de­fi­ni­ti­va pas­sa por uma dis­cus­são sé­ria e abran­gen­te so­bre o sis­te­ma po­lí­ti­co.

“Nes­te mo­men­to, es­tão a dis­cu­tir as seis pro­vín­ci­as. Quem ga­nhou ou não ga­nhou. Mas es­se não é o pro­ble­ma”, afir­mou Chis­sa­no, em alu­são ao pon­to de agen­da nas ne­go­ci­a­ções que diz res­pei­to à exi­gên­cia do mai­or par­ti­do de opo­si­ção em go­ver­nar as seis pro­vín­ci­as de que rei­vin­di­ca vi­tó­ria nas elei­ções ge­rais de 2014.

Pa­ra Jo­a­quim Chis­sa­no, a de­mo­cra­cia em Mo­çam­bi­que es­tá ain­da num pro­ces­so ini­ci­al e, con­se­quen­te­men­te, os mo­çam­bi­ca­nos são de­sa­fi­a­dos a ele­var o seu ní­vel de par­ti­ci­pa­ção política. A fal­ta de uma “opo­si­ção ver­da­dei­ra­men­te cons­tru­ti­va” é apon­ta­da pe­lo an­ti­go Che­fe de Es­ta­do co­mo um pro­ble­ma que ame­a­ça a política em Mo­çam­bi­que, re­ve­lan­do que o país pre­ci­sa de “mui­ta edu­ca­ção” no que res­pei­ta ao fun­ci­o­na­men­to de um sis­te­ma de­mo­crá­ti­co.

“As cri­ses po­lí­ti­cas em Áfri­ca são sem­pre pós-elei­to­rais”, ob­ser­vou o an­ti­go Che­fe de Es­ta­do, o que su­ge­re que, além do de­sen­vol­vi­men­to da cons­ci­ên­cia de­mo­crá­ti­ca, de­ve ha­ver mais con­fi­an­ça nas ins­ti­tui­ções do Es­ta­do por par­te das eli­tes po­lí­ti­cas. “Pa­ra o ca­so de Mo­çam­bi­que, é pre­ci­so que ha­ja con­fi­an­ça en­tre as par­tes, prin­ci­pal­men­te por par­te da Re­na­mo”, con­cluiu o an­ti­go Che­fe de Es­ta­do.

A re­gião cen­tro e nor­te de Mo­çam­bi­que tem si­do pal­co de con­fron­tos en­tre o bra­ço ar­ma­do da Re­na­mo e as For­ças de De­fe­sa e Se­gu­ran­ça e de­nún­ci­as mú­tu­as de rap­tos e as­sas­sí­ni­os de di­ri­gen­tes po­lí­ti­cos das du­as par­tes. A Re­na­mo acu­sa as For­ças de De­fe­sa e Se­gu­ran­ça de in­ves­ti­das mi­li­ta­res con­tra po­si­ções do par­ti­do ar­ma­do.

Ape­sar dos ca­sos de vi­o­lên­cia, o Go­ver­no e a Re­na­mo es­tão em con­ver­sa­ções em Ma­pu­to, na pre­sen­ça de me­di­a­do­res in­ter­na­ci­o­nais.

MOTA AMBRÓSIO

An­ti­go Pre­si­den­te de Mo­çam­bi­que Jo­a­quim Chis­sa­no du­ran­te uma pa­les­tra re­a­li­za­da na ca­pi­tal an­go­la­na no ano pas­sa­do

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.