World Tra­de Cen­ter

Jornal de Angola - - LAZER -

O World Tra­de Cen­ter é um com­ple­xo de edi­fí­ci­os na re­gião de Lower Ma­nhat­tan, No­va Ior­que, Es­ta­dos Uni­dos, em subs­ti­tui­ção ao com­ple­xo ori­gi­nal de se­te pré­di­os que an­te­ri­or­men­te exis­tia no lo­cal com o mes­mo no­me. O WTC ori­gi­nal, ca­rac­te­ri­za­do pe­las mar­can­tes “torres gé­me­as”, foi inau­gu­ra­do em 4 de Abril de 1973, com 110 an­da­res, e des­truí­do du­ran­te os ata­ques de 11 de Se­tem­bro de 2001, jun­ta­men­te com o World Tra­de Cen­ter 7. Os ou­tros edi­fí­ci­os do com­ple­xo fo­ram da­ni­fi­ca­dos nos ata­ques e as ruí­nas fo­ram de­mo­li­das.

O lo­cal es­tá a ser re­cons­truí­do com cin­co no­vos ar­ra­nha-céus e um me­mo­ri­al pa­ra as ví­ti­mas dos ata­ques. Em No­vem­bro de 2011, ape­nas um ar­ra­nha-céu já ha­via si­do con­cluí­do. Os ou­tros qua­tro têm a con­clu­são pre­vis­ta até 2020. O One World Tra­de Cen­ter vai ser o prin­ci­pal edi­fí­cio do no­vo com­ple­xo, que se tor­nou no mais al­to da ci­da­de de No­va Ior­que em 30 de Abril de 2012 e es­tá pre­vis­to pa­ra ser con­cluí­do até 2013. Uma sex­ta tor­re pa­ra o com­ple­xo ain­da aguar­da con­fir­ma­ção.

No mo­men­to da sua con­clu­são, o World Tra­de Cen­ter 1 (tor­re nor­te) e o World Tra­de Cen­ter 2 (tor­re sul) ori­gi­nais, co­nhe­ci­dos em con­jun­to co­mo “torres gé­me­as”, eram um dos edi­fí­ci­os mais al­tos do mun­do. Os ou­tros edi­fí­ci­os in­cluí­dos no an­ti­go com­ple­xo eram o WTC 3 (o Mar­ri­ott World Tra­de Cen­ter), WTC 4, WTC 5, WTC 6 e o WTC 7. To­dos es­tes edi­fí­ci­os fo­ram cons­truí­dos en­tre 1975 e 1985. O cus­to da cons­tru­ção foi de 400 mi­lhões de dó­la­res. O com­ple­xo, lo­ca­li­za­do no co­ra­ção do cen­tro fi­nan­cei­ro de No­va Ior­que, ti­nha 1. 240 000 me­tros qua­dra­dos de es­pa­ço de es­cri­tó­ri­os.

O World Tra­de Cen­ter pas­sou por um in­cên­dio em 13 de Fe­ve­rei­ro de 1975, um aten­ta­do a bom­ba em 26 de Fe­ve­rei­ro de 1993 e um as­sal­to em 14 de Ja­nei­ro de 1998. Em 1998, a Au­to­ri­da­de Por­tuá­ria de No­va Ior­que e de No­va Jer­sey de­ci­diu pri­va­ti­zar o com­ple­xo, ao ar­ren­dar os edi­fí­ci­os pa­ra uma em­pre­sa pri­va­da em Ju­lho de 2001. Na ma­nhã de 11 de Se­tem­bro de 2001, se­ques­tra­do­res mem­bros da or­ga­ni­za­ção fun­da­men­ta­lis­ta is­lâ­mi­ca Al-Qa­e­da co­li­di­ram dois jac­tos Bo­eing 767 con­tra as torres gé­me­as do com­ple­xo, num ataque ter­ro­ris­ta co­or­de­na­do.

De­pois de quei­mar por 56 mi­nu­tos, a tor­re sul (WTC 2) des­mo­ro­nou, se­gui­da de­pois de meia ho­ra pe­la tor­re nor­te (WTC 1), re­sul­tan­do em 2.753 mor­tes. Os es­com­bros das torres, com­bi­na­dos aos in­cên­di­os que os des­tro­ços ini­ci­a­ram em vá­ri­os edi­fí­ci­os vi­zi­nhos, le­va­ram ao co­lap­so par­ci­al ou com­ple­to de to­dos os ou­tros edi­fí­ci­os no com­ple­xo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.