Fá­bri­ca pro­duz mais ci­men­to

Equi­pa­men­tos da ou­tra uni­da­de fa­bril ar­ran­cam den­tro de um ano e meio

Jornal de Angola - - PARTADA - ANA PAU­LO |

A No­va Cimangola vai du­pli­car a sua pro­du­ção pa­ra 3,6 mi­lhões de to­ne­la­das de ci­men­to por ano em me­a­dos de 2018, no fim da im­plan­ta­ção de uma se­gun­da uni­da­de fa­bril, a No­va Cimangola II, que des­de 2015 ab­sor­ve in­ves­ti­men­tos de 350 mi­lhões de dó­la­res (mais de 58 mil mi­lhões de kwan­zas).

A no­va Cimangola vai du­pli­car a sua pro­du­ção pa­ra 3,6 mi­lhões de to­ne­la­das de ci­men­to por ano em me­a­dos de 2018, no fim da im­plan­ta­ção de uma se­gun­da uni­da­de fa­bril, a No­va Cimangola II, que des­de 2015 ab­sor­ve in­ves­ti­men­tos de 350 mi­lhões de dó­la­res (mais de 58 mil mi­lhões de kwan­zas).

O anún­cio foi fei­to on­tem, em Lu­an­da, pe­lo ad­mi­nis­tra­dor da No­va Cimangola, Manuel Pa­ca­vi­ra Jú­ni­or, du­ran­te uma vi­si­ta do se­cre­tá­rio da Es­ta­do Ki­a­la Ga­bri­el pa­ra as­si­na­lar o Dia Na­ci­o­nal da In­dús­tria, co­me­mo­ra­do on­tem.

A No­va Cimangola II er­gui­da nu­ma área de 700 hec­ta­res, vai cri­ar 250 pos­tos de tra­ba­lho e já tem os pri­mei­ros equi­pa­men­tos mon­ta­dos, os qu­ais aguar­dam pe­los pri­mei­ros tes­tes de pro­du­ção em De­zem­bro, in­for­mou Manuel Pa­ca­vi­ra Jú­ni­or.

Na pri­mei­ra fa­se, a No­va Cimangola II pro­duz ape­nas clin­quer, o re­sul­ta­do da co­ze­du­ra do cal­cá­rio, ar­gi­la e areia - tu­do ma­té­ri­as-pri­mas abun­dan­tes na área em que a fá­bri­ca es­tá im­plan­ta­da.

O pro­jec­to pre­vê a trans­por­ta­ção do clin­quer pa­ra as ins­ta­la­ções da No­va Cimangola I, mas a ope­ra­ção vai per­mi­tir às au­to­ri­da­des pou­par 50 mi­lhões de dó­la­res (mais de oi­to mil mi­lhões de kwan­zas) por ano, di­nhei­ro ac­tu­al­men­te em­pre­gue na im­por­ta­ção des­se pro­du­to.

Manuel Pa­ca­vi­ra Jú­ni­or dis­se que, pa­ra a con­clu­são da se­gun­da fa­se, vai ser pre­ci­so um fi­nan­ci­a­men­to, nu­ma ope­ra­ção que já con­ta com o apoio dos Mi­nis­té­ri­os da In­dús­tria e da Eco­no­mia, as­sim co­mo do Ban­co Na­ci­o­nal de An­go­la, que vai vi­a­bi­li­zar o pro­ces­so de com­pra de di­vi­sas.

A fá­bri­ca es­tá pro­jec­ta­da pa­ra di­mi­nuir a im­por­ta­ção de ci­men­to e é fi­nan­ci­a­da por um con­só­cio de ban­cos an­go­la­nos e um de ori­gem por­tu­gue­sa, que dis­pu­se­ram cer­ca de 285 mi­lhões de dó­la­res (47,5 mil mi­lhões de kwan­zas) pa­ra dar iní­cio à mon­ta­gem dos equi­pa­men­tos.

O se­cre­tá­rio de Es­ta­do da In­dús­tria con­si­de­rou que o ar­ran­que da No­va Cimangola II es­tá ali­nha­do à op­ção po­lí­ti­ca do Exe­cu­ti­vo de im­pul­si­o­nar pro­jec­tos de trans­for­ma­ção de ma­té­ria-pri­ma no país, pa­ra eco­no­mi­zar as di­vi­sas no pro­ces­so de in­dus­tri­a­li­za­ção.

A No­va Cimangola II es­tá ins­ta­la­da em Ca­cu­a­co, en­quan­to a No­va Cimangola I, lo­ca­li­za­da no Qui­co­lo, pro­duz cer­ca um 1,8 mi­lhões to­ne­la­das de ci­men­to por ano, de­pois da adi­ção de moi­nhos e for­nos que en­tre 2003 e 2011 ele­va­ram su­ces­si­va­men­te a ca­pa­ci­da­de de pro­du­ção.

Da­dos do Mi­nis­té­rio da In­dús­tria in­di­cam que An­go­la atin­giu, há dois anos, uma ca­pa­ci­da­de de pro­du­ção ins­ta­la­da de 8.030 mi­lhões de to­ne­la­das de ci­men­to por ano, aci­ma das ne­ces­si­da­des ac­tu­ais do país, que an­dam à vol­ta de seis mi­lhões de to­ne­la­das anu­ais. O se­cre­tá­rio de Es­ta­do vi­si­tou tam­bém a fá­bri­ca da Nu­tri­mix, na co­mu­na do Zan­go, que pro­duz 150 to­ne­la­das de ra­ções pa­ra ani­mais de ca­po­ei­ra dia, ovos e fran­gos de cor­te.

ANGOP

Se­cre­tá­rio de Es­ta­do da In­dús­tria du­ran­te a vi­si­ta on­tem às ins­ta­la­ções da No­va Cimangola

ANGOP

Se­cre­tá­rio de Es­ta­do Ki­a­la Ga­bri­el (es­quer­da) as­si­na­lou o Dia Na­ci­o­nal da In­dús­tria com vi­si­tas à No­va Cimangola e ou­tros em­pre­en­di­men­tos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.