Co­mis­são da ONU po­de in­ves­ti­gar ac­tos de vi­o­lên­cia

Jornal de Angola - - MUNDO -

O Con­se­lho dos Di­rei­tos Hu­ma­nos no­me­ou na quar­ta-fei­ra, em No­va Ior­que, dois afri­ca­nos e um bri­tâ­ni­co co­mo in­te­gran­tes de uma co­mis­são in­ves­ti­ga­do­ra pa­ra ana­li­sar a vi­o­lên­cia que as­so­la o Burundi des­de Abril do ano pas­sa­do.

Os no­me­a­dos pe­lo pre­si­den­te do con­se­lho, o em­bai­xa­dor sul­co­re­a­no Choi Kyon­glim, são o ar­ge­li­no Fat­sah Ou­guer­gouz, che­fe do gru­po, Rei­na Ala­pi­ni Gan­su (Be­nin) e Fran­çoi­se Hamp­son (Rei­no Uni­do). De acor­do com uma de­ci­são adop­ta­da em Se­tem­bro pe­lo ór­gão de 47 paí­ses, a co­mis­são vai tra­ba­lhar du­ran­te um ano com o ob­jec­ti­vo de es­cla­re­cer os ac­tos con­si­de­ra­dos vi­o­la­ções de di­rei­tos hu­ma­nos e iden­ti­fi­car os seus res­pon­sá­veis.

A vi­o­lên­cia re­gres­sou ao Burundi em Abril de 2015, qu­an­do o Pre­si­den­te Pi­er­re Nku­run­zi­za anun­ci­ou a de­ci­são de con­cor­rer a um no­vo man­da­to, em meio de for­tes pro­tes­tos da opo­si­ção, que cul­mi­na­ram com um sal­do de de­ze­nas de mor­tos e fe­ri­dos, pa­ra além de mais de mil des­lo­ca­dos, se­gun­do a ONU.

Pi­er­re Nku­run­zi­za aca­bou por ser no­va­men­te elei­to Che­fe de Es­ta­do do Burundi. O Con­se­lho dos Di­rei­tos Hu­ma­nos ma­ni­fes­tou es­pe­rar de que as pes­qui­sas le­vem à pres­ta­ção de con­tas pe­ran­te a jus­ti­ça dos res­pon­sá­veis pe­los abu­sos e atro­pe­los.

Os três in­te­gran­tes da co­mis­são de in­ves­ti­ga­ção “vão ac­tu­ar com a sua ca­pa­ci­da­de pes­so­al, fa­ce ao man­da­to de tra­ba­lhar com as au­to­ri­da­des e ou­tros ac­to­res des­se pe­que­no país da Áfri­ca Cen­tral”, re­fe­re aque­le ór­gão da ONU.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.