So­pa de Le­tras

Jornal de Angola - - LAZER -

********** Na fron­tei­ra de um país, os guar­das in­ter­cep­tam um ho­mem que trans­por­ta, nu­ma bi­ci­cle­ta, um gran­de sa­co, cheio de areia. Re­vis­tam e ve­ri­fi­cam que ele não men­te: é um sa­co cheio de areia. O in­ci­den­te re­pe­te-se dois di­as de­pois, na semana se­guin­te e, as­sim, du­ran­te me­ses.

- É um lou­co - di­zi­am os guar­das fron­tei­ri­ços.

Os anos pas­sa­ram. Um dos guar­das re­for­ma-se, en­con­tra o ho­mem por aca­so e per­gun­ta:

- Afi­nal, é ca­paz de me di­zer o que é que pas­sa­va nou­tro tem­po, na fron­tei­ra, por con­tra­ban­do?

- Na­da. So­men­te bi­ci­cle­tas que não ti­nha co­mo le­var a gros­so. En­con­tre as se­guin­tes pa­la­vras:

água, saú­de e ener­gia.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.