Bair­ro Ngo­la Ki­lu­an­je pas­sa a dis­tri­to

Jornal de Angola - - SOCIEDADE - ARCÂNGELA RODRIGUES |

O go­ver­na­dor de Lu­an­da, Hi­gi­no Car­nei­ro, anun­ci­ou on­tem que o bair­ro Ngo­la Ki­lu­an­je, no mu­ni­cí­pio de Lu­an­da, pas­sa a dis­tri­to ur­ba­no, de­ven­do ser cri­a­da uma ad­mi­nis­tra­ção pa­ra a área, de mo­do a apro­xi­mar os ser­vi­ços do Es­ta­do ao ci­da­dão. Hi­gi­no Car­nei­ro fez es­te pro­nun­ci­a­men­to du­ran­te um cul­to re­li­gi­o­so da Igre­ja Evan­gé­li­ca de Angola (IEA), na pa­ró­quia No­va Je­ru­sa­lém, lo­ca­li­za­da no bair­ro dos Os­sos, no Dis­tri­to Ur­ba­no do Sam­bi­zan­ga.

Na sua in­ter­ven­ção, o go­ver­na­dor afir­mou que as igre­jas são par­cei­ras pri­vi­le­gi­a­das do Exe­cu­ti­vo e mui­to têm fei­to no com­ba­te aos fe­nó­me­nos que pre­o­cu­pam a so­ci­e­da­de, des­de a lu­ta con­tra o anal­fa­be­tis­mo, violência se­xu­al, do­més­ti­ca e si­nis­tra­li­da­de ro­do­viá­ria.

“Sei co­mo é di­fí­cil pa­ra as igre­jas re­sol­ve­rem os pro­ble­mas atra­vés das ofer­tas dos seus fiéis pa­ra a cons­tru­ção de tem­plos, es­co­las, ins­ti­tu­tos e ou­tros que, na ver­da­de, ser­vem pa­ra apoi­ar os es­for­ços que o Go­ver­no tem fei­to no sen­ti­do de dar me­lho­res con­di­ções de vi­da aos nos­sos ci­da­dãos”, dis­se.

O go­ver­na­dor de Lu­an­da ou­viu aten­ta­men­te as pre­o­cu­pa­ções apre­sen­ta­das pe­los lí­de­res da igre­ja e ma­ni­fes­tou o seu apoio pa­ra a cons­tru­ção de­fi­ni­ti­va do tem­plo e de ou­tros ser­vi­ços que con­tri­bu­am pa­ra me­lho­rar o tra­ba­lho da­que­la ins­ti­tui­ção re­li­gi­o­sa. Qu­an­to à cons­tru­ção do tem­plo, Hi­gi­no Car­nei­ro in­for­mou que as obras ain­da não ti­ve­ram iní­cio por ra­zões téc­ni­cas, que de­vem res­pei­tar o pro­jec­to de re­qua­li­fi­ca­ção do Sam­bi­zan­ga, de mo­do a não exis­ti­rem pro­ble­mas du­ran­te a sua edi­fi­ca­ção.

So­bre os vá­ri­os os pro­ble­mas que os ci­da­dãos en­fren­tam, co­mo a fal­ta de es­co­las, sa­ne­a­men­to bá­si­co e vi­as de aces­so e ou­tros, o go­ver­na­dor dis­se que “vi­ve­mos um pe­río­do de crise fi­nan­cei­ra a ní­vel mun­di­al, que re­du­ziu o ín­di­ce de cres­ci­men­to eco­nó­mi­co do país”. De acor­do com o go­ver­na­dor de Lu­an­da, fa­ce a es­ta si­tu­a­ção, o Presidente da Re­pú­bli­ca apro­vou vá­ri­as ini­ci­a­ti­vas que vão mi­ni­mi­zar as di­fi­cul­da­des que os ci­da­dãos en­fren­tam.

Hi­gi­no Car­nei­ro lem­brou que o país de­pen­de da ex­por­ta­ção do pe­tró­leo e por for­ça da guerra não foi pos­sí­vel, até ao ano de 2002, cri­ar ini­ci­a­ti­vas de apoio ao de­sen­vol­vi­men­to agrí­co­la, in­dus­tri­al e na cons­tru­ção de in­fra-es­tru­tu­ras.

De­vi­do ao pe­río­do de con­fli­to e pós-con­fli­to, dis­se,o go­ver­na­dor, vá­ri­os ci­da­dãos fo­ram pa­ra ou­tras pro­vín­ci­as em bus­ca de es­ta­bi­li­da­de, sus­ten­ta­bi­li­da­de e me­lho­res con­di­ções pa­ra os fi­lhos es­tu­da­rem. “Es­ta si­tu­a­ção deu lu­gar ao cres­ci­men­to de­sor­de­na­do e ho­je te­mos de ir atrás des­se tem­po de mo­do a re­sol­ver o pro­ble­ma”, re­fe­riu Hi­gi­no Car­nei­ro, sa­li­en­tan­do que o Go­ver­no não tem ca­pa­ci­da­de téc­ni­ca pa­ra acom­pa­nhar es­sa di­nâ­mi­ca cons­tru­ti­va dos ci­da­dãos.

O go­ver­nan­te ape­lou aos jo­vens pa­ra não apos­ta­rem ape­nas em for­ma­ção de li­cen­ci­a­tu­ra, mas tam­bém fre­quen­tar os cur­sos de for­ma­ção téc­ni­ca e pro­fis­si­o­nal de mo­do a apoi­a­rem a re­cons­tru­ção do país.

Re­for­çar a par­ce­ria

O re­ve­ren­do Luís Nguim­bi, lí­der da pa­ró­quia No­va Je­ru­sa­lém da Igre­ja Evan­gé­li­ca de Angola (IEA), dis­se que a ins­ti­tui­ção vai con­ti­nu­ar a re­for­çar a par­ce­ria com o Exe­cu­ti­vo e tem pro­jec­tos so­ci­ais pa­ra aten­der às ne­ces­si­da­des dos ci­da­dãos da­que­la lo­ca­li­da­de.

“Hi­gi­no Car­nei­ro es­tá a go­ver­nar a pro­vín­cia nu­ma al­tu­ra de mui­ta di­fi­cul­da­de, mas te­mos a cer­te­za de que di­as me­lho­res se apro­xi­mam e que mui­tos pro­ble­mas vão ser so­lu­ci­o­na­dos”, afir­mou o re­ve­ren­do, anun­ci­an­do a cons­tru­ção, na­que­la pa­ró­quia, de um Ins­ti­tu­to Superior, um pos­to mé­di­co e uma es­co­la pa­ra o ensino de ba­se.

A ad­mi­nis­tra­do­ra do dis­tri­to do Sam­bi­zan­ga, Mil­ca Ca­ques­se e di­rec­to­res do Go­ver­no da pro­vín­cia acom­pa­nha­ram o go­ver­na­dor. Bí­bli­as e a in­síg­nia da Igre­ja Evan­gé­li­ca de Angola (IEA) fo­ram en­tre­gues ao go­ver­na­dor de Lu­an­da e à sua de­le­ga­ção.

CONTREIRAS PIPA

Go­ver­na­dor da pro­vín­cia de Lu­an­da du­ran­te a vi­si­ta à Igre­ja Evan­gé­li­ca de Angola

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.