BNA quer apoio do ban­co ita­li­a­no

Jornal de Angola - - PARTADA -

O Ban­co Na­ci­o­nal de An­go­la (BNA) pre­ten­de ob­ter apoio dos ban­cos cen­trais de Itá­lia e do Reino Unido na área da re­gu­la­ção e su­per­vi­são ban­cá­ria e no aces­so a mo­e­da es­tran­gei­ra, re­fe­re um co­mu­ni­ca­do da ins­ti­tui­ção di­vul­ga­do on­tem.

Uma de­le­ga­ção do Ban­co Na­ci­o­nal de An­go­la (BNA) des­lo­cou-se sá­ba­do à Itá­lia e ao Reino Unido no qua­dro do re­for­ço das re­la­ções de co­o­pe­ra­ção ins­ti­tu­ci­o­nal com os sis­te­mas fi­nan­cei­ros des­ses dois paí­ses da Eu­ro­pa.

A des­lo­ca­ção do go­ver­na­dor do BNA, Val­ter Fi­li­pe da Sil­va, ao la­do de mem­bros da As­so­ci­a­ção An­go­la­na de Ban­cos (ABANC), en­qua­dra-se nas ac­ções em cur­so do sis­te­ma ban­cá­rio na­ci­o­nal jun­to dos cen­tros fi­nan­cei­ros mun­di­ais, vi­san­do o re­for­ço da co­o­pe­ra­ção e o res­ta­be­le­ci­men­to da con­fi­an­ça, cre­di­bi­li­da­de e apri­mo­ra­men­to na pre­ven­ção e com­ba­te ao bran­que­a­men­to de ca­pi­tais e fi­nan­ci­a­men­to ao ter­ro­ris­mo.

O Ban­co Na­ci­o­nal de An­go­la in­for­mou em co­mu­ni­ca­do que a des­lo­ca­ção a es­tes paí­ses as­sen­ta, igual­men­te, na es­tra­té­gia de ob­ten­ção de re­gu­la­ção e su­per­vi­são equi­va­len­te e pro­cu­ra o for­ta­le­ci­men­to das re­la­ções com os ban­cos cor­res­pon­den­tes, pa­ra a cri­a­ção de con­di­ções e fa­ci­li­da­des de en­tra­da de li­qui­dez, atra­vés de ope­ra­ções de fi­nan­ci­a­men­to aos ban­cos co­mer­ci­ais e às em­pre­sas an­go­la­nas.

Ven­da de di­vi­sas

O Ban­co Na­ci­o­nal de An­go­la (BNA) in­jec­tou no mer­ca­do pri­má­rio, no pe­río­do de 21 a 25 de No­vem­bro, 135,4 mi­lhões de eu­ros, equi­va­len­tes a 151,4 mi­lhões de dó­la­res, à ta­xa de mé­dia de re­fe­rên­cia de 186,279 kwan­zas, ca­da eu­ro, que re­pre­sen­ta uma va­ri­a­ção de 0,001 pon­tos per­cen­tu­ais fa­ce à se­ma­na an­te­ri­or. A ta­xa de câm­bio mé­dia de re­fe­rên­cia de ven­da do dó­lar do mer­ca­do cam­bi­al pri­má­rio, apu­ra­da ao fi­nal da se­ma­na de 21 a 25 de No­vem­bro, foi de 166,725 kwan­zas o dó­lar, com va­ri­a­ção de 0,001 pon­tos per­cen­tu­ais fa­ce a se­ma­na an­te­ri­or.

No pe­río­do em aná­li­se, o BNA ven­deu 22,4 mi­lhões de eu­ros pa­ra com­pra de bens ali­men­ta­res, 18,5 mi­lhões em lei­lão de pre­ços pa­ra co­ber­tu­ra de ope­ra­ções do sec­tor pe­tro­lí­fe­ro, 24,3 mi­lhões pa­ra ope­ra­ções do sec­tor da in­dús­tria, 22,5 mi­lhões pa­ra ope­ra­ções de em­pre­sas di­ver­sas e 22,4 mi­lhões pa­ra co­ber­tu­ra das ne­ces­si­da­des do sec­tor das te­le­co­mu­ni­ca­ções.

O re­ma­nes­cen­te co­briu as ne­ces­si­da­des do sec­tor da saú­de (11,6 mi­lhões de eu­ros), ope­ra­ções de ór­gãos au­xi­li­a­res do Es­ta­do (8,9 mi­lhões), re­mes­sas (3,1 mi­lhões), or­ga­nis­mos do Es­ta­do (1,3 mi­lhões) e co­ber­tu­ra de ope­ra­ções com cartas de cré­di­tos (302,6 mil eu­ros).

Ope­ra­ções fis­cais

Pa­ra a ges­tão cor­ren­te do Te­sou­ro Na­ci­o­nal, o ban­co cen­tral, en­quan­to ope­ra­dor do Es­ta­do, co­lo­cou no mer­ca­do pri­má­rio Tí­tu­los do Te­sou­ro no mon­tan­te de 44,6 mil mi­lhões de kwan­zas, sen­do 37,9 mil mi­lhões em Bi­lhe­tes do Te­sou­ro (BT) e 6,7 mil mi­lhões em Obri­ga­ções do Te­sou­ro (OT-TX). As OT-TX emi­ti­das fo­ram nas ma­tu­ri­da­des de 2, 3 e 5 anos, à ta­xas de ju­ro no­mi­nais de se­te, 7,25 e 7,75 por cen­to ao ano.

As ta­xas de ju­ro mé­di­as apu­ra­das pa­ra os BT, nas ma­tu­ri­da­des de 91, 182 e 364 di­as, ti­ve­ram va­ri­a­ção de 1,60 pon­tos per­cen­tu­ais, 1,70 pon­tos per­cen­tu­ais e 0,37 pon­tos per­cen­tu­ais fa­ce à se­ma­na an­te­ri­or, ten­do-se si­tu­a­do em 19,51 por cen­to ao ano, pa­ra 91 di­as, 22,30 por cen­to ao ano, pa­ra 182 di­as, e 23,67 por cen­to ao ano, pa­ra 364 di­as.

No seg­men­to de ven­da di­rec­ta de tí­tu­los ao pú­bli­co foi co­lo­ca­do o mon­tan­te de três mil mi­lhões de kwan­zas, sen­do 2,3 mil mi­lhões em OTMN/TXC, nas ma­tu­ri­da­des de 2 anos, e 725,4 mi­lhões de kwan­zas em Bi­lhe­tes de Te­sou­ro, nas ma­tu­ri­da­des de 91, 182 e 364 di­as.

Pa­ra efei­tos de re­gu­la­ção mo­ne­tá­ria, o BNA re­a­li­zou ope­ra­ções de mer­ca­do aber­to (OMA) no mon­tan­te de 4,8 mil mi­lhões de kwan­zas, nas ma­tu­ri­da­des de 28 e 63 di­as. No mer­ca­do in­ter­ban­cá­rio, os ban­cos co­mer­ci­ais re­a­li­za­ram en­tre si ope­ra­ções de ce­dên­cia de li­qui­dez, sem ga­ran­tia de tí­tu­los, no mon­tan­te acu­mu­la­do de 27,2 mil mi­lhões de kwan­zas, em ma­tu­ri­da­des de “over­night” a 4 di­as, à ta­xas mé­di­as de ju­ro en­tre 21,74 e 24,50 por cen­to.

A LUIBOR “over­night” (um dia), apu­ra­da no úl­ti­mo dia da se­ma­na com ba­se nas ce­dên­ci­as de li­qui­dez aci­ma re­fe­ri­das, si­tu­ou-se em 22,28 por cen­to ao ano, com va­ri­a­ção de 0,54 pon­tos per­cen­tu­ais, fa­ce a se­ma­na an­te­ri­or. A LUIBOR pa­ra as ma­tu­ri­da­des de 30, 90, 180, 270 e 360 di­as si­tu­ou-se em 14,89 por cen­to ao ano, 15,74 por cen­to ao ano, 16,07 por cen­to ao ano, 17,42 por cen­to ao ano e 17,86 por cen­to, com va­ri­a­ção en­tre 0,33 pon­tos per­cen­tu­ais a 0,43 pon­tos per­cen­tu­ais em to­das as ma­tu­ri­da­des, fa­ce a se­ma­na an­te­ri­or.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.