4,5 mil mi­lhões de dó­la­res para cen­tral hi­dro­e­léc­tri­ca

Jornal de Angola - - PARTADA -

O mi­nis­tro das Fi­nan­ças, Ar­cher Man­guei­ra, as­si­nou on­tem, em Pe­quim, com o Ban­co In­dus­tri­al e Co­mer­ci­al da Chi­na, um acor­do de 4,5 mil mi­lhões de dó­la­res para o fi­nan­ci­a­men­to da cons­tru­ção da Bar­ra­gem Hi­dro­e­léc­tri­ca de Ca­cu­lo Ca­ba­ça, na ba­cia do mé­dio Kwan­za, que te­rá ca­pa­ci­da­de para pro­du­zir 2171 me­gawatts de ener­gia eléc­tri­ca. A Chi­na é o mai­or par­cei­ro co­mer­ci­al de An­go­la e o va­lor dos em­prés­ti­mos e das li­nhas de cré­di­to con­ce­di­dos ao país des­de 2004 as­cen­dem a 15 mil mi­lhões de dó­la­res. O Go­ver­no an­go­la­no pro­jec­ta quin­tu­pli­car a ca­pa­ci­da­de de pro­du­ção de ener­gia eléc­tri­ca até ao ano de 2017, com a re­a­li­za­ção de obras no do­mí­nio da pro­du­ção, am­pli­a­ção da bar­ra­gem de Cam­bam­be, de 180 para 960 me­gawatts, a cons­tru­ção da bar­ra­gem de Laú­ca, com 2.067 me­gawatts, e a bar­ra­gem cen­tral do ci­clo com­bi­na­do do Soyo em 750 me­gawatts, com ba­se no Plano Na­ci­o­nal de De­sen­vol­vi­men­to adop­ta­do pe­lo Exe­cu­ti­vo.

O mi­nis­tro das Fi­nan­ças, Ar­cher Man­guei­ra, as­si­nou on­tem, em Pe­quim, com o Ban­co In­dus­tri­al e Co­mer­ci­al da Chi­na (ICCB) um acor­do de 4,5 mil mi­lhões de dó­la­res para fi­nan­ci­ar a cons­tru­ção da bar­ra­gem hi­dro­e­léc­tri­ca de Ca­cu­lo Ca­ba­ça.

Ar­cher Man­guei­ra afir­mou que o pro­jec­to foi iden­ti­fi­ca­do pe­lo Go­ver­no co­mo obra es­tru­tu­ran­te e foi in­cluí­da no Pro­gra­ma de In­ves­ti­men­to Pú­bli­co e deve per­mi­tir ex­por­tar elec­tri­ci­da­de pro­du­zi­da no rio Kwan­za para a Na­mí­bia ou Áfri­ca do Sul.

Ar­cher Man­guei­ra es­tá a cum­prir uma vi­si­ta à República Po­pu­lar da Chi­na e te­ve já um en­con­tro com o vi­ce-mi­nis­tro do Co­mér­cio Wang Shouwen, com quem abor­dou as­sun­tos de ca­rác­ter bi­la­te­ral e a ne­ces­si­da­de de se ace­le­rar o pro­ces­so de apro­va­ção dos pro­jec­tos que cons­tam no plano ope­ra­ci­o­nal da Chi­na.

A pre­o­cu­pa­ção do mi­nis­tro Ar­cher Man­guei­ra foi ul­tra­pas­sa­da du­ran­te um en­con­tro com os res­pon­sá­veis do Exim­bank que ga­ran­ti­ram to­do o apoio no pro­ces­so de apro­va­ção dos pro­jec­tos que fa­zem par­te do plano ope­ra­ci­o­nal da Chi­na. Si­tu­a­da na ba­cia do mé­dio Kwan­za, a hi­dro­e­léc­tri­ca vai ter uma pro­du­ção de 2.171 me­gawatts. A me­ta é atin­gir, até 2025, 9.000 me­gawatts de ca­pa­ci­da­de ins­ta­la­da em to­do o país, de acor­do com o mi­nis­tro da Ener­gia e Águas, João Bap­tis­ta Bor­ges, que fa­lou re­cen­te­men­te à im­pren­sa. “É ex­tre­ma­men­te im­por­tan­te na pers­pec­ti­va do de­sen­vol­vi­men­to in­dus­tri­al do país e tam­bém de in­te­gra­ção regional”, dis­se o mi­nis­tro, para lem­brar que An­go­la é um dos paí­ses da re­gião que mais re­cur­sos ener­gé­ti­cos pri­má­ri­os dis­põe, so­bre­tu­do água. O caderno de en­car­gos pre­vê a edi­fi­ca­ção de tú­neis, tra­ba­lhos de cons­tru­ção ci­vil, for­ne­ci­men­to, ins­ta­la­ção e tes­tes de equi­pa­men­tos elec­tro­me­câ­ni­cos.

DR

Mi­nis­tro das Fi­nan­ças Ar­cher Man­guei­ra du­ran­te o en­con­tro em Pe­quim com o vi­ce-mi­nis­tro do Co­mér­cio da Chi­na Wang Shouwen

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.