Ener­gia é du­pli­ca­da em vá­ri­os mu­ni­cí­pi­os

Jornal de Angola - - REGIÕES - Ma­nu­el Fon­tou­ra | Nda­la­tan­do

As lo­ca­li­da­des de Nda­la­tan­do, Lu­ca­la e Go­lun­go Al­to, na Pro­vín­cia do Cu­an­za-Norte, pas­sam a dis­por de mai­or ca­pa­ci­da­de de abas­te­ci­men­to de ener­gia eléc­tri­ca, com a en­tra­da on­tem em fun­ci­o­na­men­to do no­vo posto de trans­for­ma­ção (PT) de 40 me­gawatts.

Inau­gu­ra­do pe­lo go­ver­na­dor pro­vin­ci­al do Cu­an­zaNor­te Jo­sé Ma­ria dos Santos, o no­vo PT sur­ge no qua­dro do pro­jec­to de reforço da ca­pa­ci­da­de de trans­for­ma­ção da su­bes­ta­ção de Nda­la­tan­do, que ti­nha um trans­for­ma­dor de ape­nas 20 mw.

A es­ta­ção já não dis­pu­nha de ca­pa­ci­da­de su­fi­ci­en­te pa­ra aten­der as car­gas quer de Nda­la­tan­do, co­mo dos mu­ni­cí­pi­os cir­cun­vi­zi­nhos de Lu­ca­la e de Go­lun­go Al­to.

O ad­mi­nis­tra­dor da Re­de Na­ci­o­nal de Trans­por­te de Ener­gia (RNT), Jo­sé Ma­ri­nho, dis­se que es­tão cri­a­das as con­di­ções pa­ra um me­lhor aten­di­men­to à po­pu­la­ção e a re­cep­ção de po­ten­ci­ais con­su­mi­do­res.Os tra­ba­lhos pa­ra a mon­ta­gem do no­vo PT du­ra­ram per­to de qua­tro me­ses e re­sul­ta­ram na co­lo­ca­ção de pla­cas de be­tão, mon­ta­gem do equi­pa­men­to elec­tro­me­câ­ni­co e eléc­tri­co.

Jo­sé Ma­ri­nho dis­se que exis­tem mui­tos ou­tros pro­jec­tos em fi­na­li­za­ção na pro­vín­cia, uma vez que a inau­gu­ra­ção da cen­tral hi­dro­e­léc­tri­ca de Cam­bam­be deu mai­or ca­pa­ci­da­de pa­ra o sur­gi­men­to da no­va su­bes­ta­ção do Don­do, que ali­men­ta as vi­las co­mu­nais de Mas­san­ga­no e do Zen­za do Itom­be. O ad­mi­nis­tra­dor da RNT su­bli­nhou a exis­tên­cia de al­guns pro­jec­tos de­sen­vol­vi­dos no mu­ni­cí­pio do Go­lun­go Al­to, com a ali­men­ta­ção da co­mu­na de Cam­bon­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.