Pro­cu­ra de cru­de em ní­vel ele­va­do

Jornal de Angola - - ECONOMIA -

A Agên­cia In­ter­na­ci­o­nal de Ener­gia (AIE) pre­vê que a pro­cu­ra de pe­tró­leo a ní­vel in­ter­na­ci­o­nal te­nha es­te ano o mai­or aumento des­de 2015, in­flu­en­ci­a­da pe­lo aumento do con­su­mo na Eu­ro­pa e nos Es­ta­dos Uni­dos.

A pro­cu­ra para 2017 foi quar­ta-fei­ra revista em al­ta por aque­la ins­ti­tui­ção para 1,6 mi­lhões de bar­ris por dia (mais Cem mil bar­ris), re­fe­re a Blo­om­berg.

A AIE con­si­de­ra que, ape­sar de uma mai­or pres­são da pro­cu­ra, vai con­ti­nu­ar o re­e­qui­lí­brio nos mer­ca­dos in­ter­na­ci­o­nais a bra­ços com a so­bre­pro­du­ção, não só com o es­for­ço da OPEP (cu­ja pro­du­ção cai pe­la pri­mei­ra vez em cin­co me­ses), mas tam­bém com a quan­ti­da­de de pro­du­tos re­fi­na­dos nos paí­ses de­sen­vol­vi­dos a ca­mi­nhar para ní­veis abai­xo da mé­dia dos úl­ti­mos cin­co anos “mui­to em bre­ve”.

Já o im­pac­to re­cen­te na ca­pa­ci­da­de de pro­du­ção e re­fi­na­ção dos dois fu­ra­cões (Har­vey e Ir­ma) no Te­xas e Flo­ri­da de­ve­rá ser li­mi­ta­do no tem­po, com o re­la­tó­rio men­sal da AIE a es­ti­mar que as re­ser­vas exis­ten­tes nos dois ter­ri­tó­ri­os, an­tes dos fe­nó­me­nos cli­má­ti­cos, es­ta­vam em ní­veis “con­for­tá­veis”.

NO­TÍ­CI­AS AO MUN­DO Agên­cia pre­vê aque­ci­men­to do mer­ca­do

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.