Reforma ter­ri­to­ri­al no Cu­an­do Cu­ban­go

Go­ver­na­dor Pe­dro Mu­tin­di quer con­cre­ti­za­ção ur­gen­te do pro­jec­to de di­vi­são do Cu­an­do Cu­ban­go em du­as pro­vín­ci­as

Jornal de Angola - - PARTADA - We­za Pas­co­al | Me­non­gue

O Exe­cu­ti­vo es­tá a re­a­li­zar es­tu­dos pa­ra ver a pos­si­bi­li­da­de da pro­vín­cia do Cu­an­do Cu­ban­go ser di­vi­di­da em du­as. Ten­do em con­ta a di­men­são ter­ri­to­ri­al da pro­vín­cia, de apro­xi­ma­da­men­te 199. 355 qui­ló­me­tros qua­dra­dos, com es­sa me­di­da o Go­ver­no quer ver a pos­si­bi­li­da­de de me­lho­rar a dis­tri­bui­ção da ri­que­za da pro­vín­cia.

O Exe­cu­ti­vo es­tá re­a­li­zar es­tu­dos pa­ra ana­li­sar a pos­si­bi­li­da­de da pro­vín­cia do Cu­an­do Cu­ban­go ser di­vi­di­da em du­as, ten­do em con­ta a sua di­men­são ter­ri­to­ri­al, de apro­xi­ma­da­men­te 199. 355 qui­ló­me­tros qua­dra­dos e a ne­ces­si­da­de de me­lho­rar a dis­tri­bui­ção da ri­que­za da pro­vín­cia.

O anún­cio foi fei­to pe­lo go­ver­na­dor do Cu­an­do Cu­ban­go, Pe­dro Mu­tin­di, sá­ba­do, du­ran­te as ce­le­bra­ções do 42.º ani­ver­sá­rio da in­de­pen­dên­cia na­ci­o­nal.

Pe­dro Mu­tin­di ex­pli­cou que a re­es­tru­tu­ra­ção da pro­vín­cia do Cu­an­do Cu­ban­go se en­qua­dra na re­or­ga­ni­za­ção do ter­ri­tó­rio, vi­san­do me­lho­rar a pres­ta­ção dos ser­vi­ços aos ci­da­dãos, dis­tri­bui­ção dos ser­vi­ços so­ci­ais e as con­di­ções de vi­da da po­pu­la­ção.

“Olhan­do pa­ra a imen­si­dão do Cu­an­do Cu­ban­go é im­por­tan­te que o Exe­cu­ti­vo con­cre­ti­ze es­te pro­jec­to o mais rá­pi­do pos­sí­vel, por­que no con­tex­to ac­tu­al o go­ver­no lo­cal tem sé­ri­as di­fi­cul­da­des em co­brir to­do o ter­ri­tó­rio de­vi­do a dis­per­são das al­dei­as, fal­ta de es­tra­das, en­tre ou­tros obs­tá­cu­los na­tu­rais que im­pe­dem uma me­lhor dis­tri­bui­ção dos ser­vi­ços so­ci­ais em to­da a re­gião”, jus­ti­fi­cou o go­ver­na­dor.

Tão lo­go ha­ja re­cur­sos fi­nan­cei­ros e o pro­jec­to se­ja apro­va­do pe­lo Con­se­lho de Mi­nis­tros e pe­la As­sem­bleia Na­ci­o­nal, Pe­dro Mu­tin­di dis­se que o go­ver­no cen­tral vai di­vi­dir a pro­vín­cia do Cu­an­do Cu­ban­go em du­as, sen­do as su­as ca­pi­tais Me­non­gue e Cui­to Cu­a­na­va­le. Re­cen­te­men­te, a di­rec­to­ra do Ga­bi­ne­te Ju­rí­di­co do Mi­nis­té­rio da Ad­mi­nis­tra­ção do Ter­ri­tó­rio, Lau­rin­da Pra­ze­res Car­do­so fa­lou da por­ta­ria n.º 18.137-A, de 13 de De­zem­bro de 1971, que es­ta­be­le­cia os li­mi­tes ter­ri­to­ri­ais da en­tão Pro­vín­cia de Angola, ou se­ja, de Angola en­quan­to co­ló­nia de Por­tu­gal.

Em re­la­ção à pro­vín­cia de Luanda, Lau­rin­da Pra­ze­res Car­do­so dis­se que a pri­mei­ra al­te­ra­ção que a por­ta­ria so­freu foi em 1980 com a di­vi­são da pro­vín­cia de Luanda em du­as pro­vín­ci­as: Luanda e Ben­go. Mais tar­de, em 1981, es­ta­be­le­ce­ram-se os li­mi­tes ge­o­grá­fi­cos da pro­vín­cia de Luanda e res­pec­ti­vas sub­di­vi­sões atra­vés do De­cre­to 36/81. Cri­ou-se o mu­ni­cí­pio de Belas, e fo­ram ane­xa­dos os mu­ni­cí­pi­os de Ico­lo e Ben­go e Qui­ça­ma à Pro­vín­cia de Luanda em 2011.

Lau­rin­da Pra­ze­res Car­do­so es­cla­re­ceu que com ba­se nes­sas al­te­ra­ções, a pro­vín­cia de Luanda pas­sou a ter no­ve mu­ni­cí­pi­os, Luanda, Vi­a­na, Ca­cu­a­co, Belas, Ki­lam­ba Ki­a­xi, Ta­la­to­na, Qui­ça­ma, Ca­zen­ga e Ico­lo e Ben­go, 14 co­mu­nas e 41 dis­tri­tos Ur­ba­nos.

Re­cei­tas do Tu­ris­mo

O go­ver­na­dor provincial do Cu­an­do Cu­ban­go des­ta­cou igual­men­te a im­por­tân­cia do pro­jec­to tu­rís­ti­co e de con­ser­va­ção am­bi­en­tal KAZA, im­ple­men­ta­do por Angola, Botswa­na, Zâm­bia, Zim­ba­bué e Na­mí­bia, e que tem vin­do a des­per­tar o in­te­res­se da co­mu­ni­da­de in­ter­na­ci­o­nal e vai im­pul­si­o­nar o de­sen­vol­vi­men­to da pro­vín­cia do Cu­an­do Cu­ban­go.

Pa­ra o efei­to es­tá agen­da­do um en­con­tro en­tre os cin­co mi­nis­tros das re­la­ções ex­te­ri­o­res dos cin­co paí­ses, que se­rá re­a­li­za­do nos pró­xi­mos di­as, no mu­ni­cí­pio do Cui­to Cu­a­na­va­le, que é a sede do pro­jec­to KAZA na com­po­nen­te An­go­la­na, pa­ra as­si­nar vá­ri­os acor­dos pa­ra a sus­ten­ta­bi­li­da­de do pro­jec­to.

No mu­ni­cí­pio his­tó­ri­co do Cui­to Cu­a­na­va­le es­tá em cur­so a cons­tru­ção do no­vo hos­pi­tal mu­ni­ci­pal e ou­tras in­fra­es­tru­tu­ras so­ci­ais que vão dar vi­da a sede mu­ni­ci­pal e be­ne­fi­ci­ar a co­mu­na do Lon­ga, que é a pas­sa­gem obri­ga­tó­ria de to­dos os ci­da­dãos que vi­si­tam o mu­ni­cí­pio, ac­tu­al­men­te com luz, água po­tá­vel, es­tra­das, uma no­va pon­te, ae­ro­por­to, es­co­las, hos­pi­tais, ca­sas so­ci­ais, en­tre ou­tras in­fra­es­tru­tu­ras que têm vin­do a con­tri­buir pa­ra o seu cres­ci­men­to. A ce­le­bra­ção do 42.º ani­ver­sá­rio da in­de­pen­dên­cia na­ci­o­nal foi mar­ca­do com a inau­gu­ra­ção da es­co­la do pri­mei­ro ci­clo n.º 17 de Se­tem­bro Mwe­ne Mban­gu/Lon­ga.

Au­to­ri­da­des jus­ti­fi­cam o pro­jec­to com a ex­ten­são ter­ri­to­ri­al da pro­vín­cia e a dis­per­são das al­dei­as, o que tor­na di­fí­cil le­var os ser­vi­ços bá­si­cos às po­pu­la­ções em to­da a re­gião

NICOLAU VAS­CO | EDIÇÕES NO­VEM­BRO| ME­NON­GUE

Cu­an­do Cu­ban­go po­de dar lu­gar a du­as pro­vín­ci­as pa­ra me­lhor dis­tri­buir os ser­vi­ços pú­bli­cos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.