Ex­por­ta­ções cres­cem me­nos que im­por­ta­ções

Jornal de Angola - - ECONOMIA -

A ten­dên­cia dos úl­ti­mos me­ses man­te­ve-se em Se­tem­bro, com Por­tu­gal a com­prar mais bens e pro­du­tos ao ex­te­ri­or do que aque­les que ven­deu.

Mais uma vez, o dé­fi­ce co­mer­ci­al de Por­tu­gal au­men­tou. Em Se­tem­bro, as im­por­ta­ções cres­ce­ram mais do que as ex­por­ta­ções e o de­se­qui­lí­brio de for­ças di­tou um agra­va­men­to das per­das re­gis­ta­das. “O dé­fi­ce da ba­lan­ça co­mer­ci­al de bens foi de 1.181 mi­lhões de eu­ros em Se­tem­bro de 2017, o que re­pre­sen­ta um acrés­ci­mo de 180 mi­lhões de eu­ros, fa­ce ao mês ho­mó­lo­go de 2016. Ex­cluin­do os com­bus­tí­veis e lu­bri­fi­can­tes, a ba­lan­ça co­mer­ci­al atin­giu um sal­do ne­ga­ti­vo de 875 mi­lhões de eu­ros, cor­res­pon­den­te a um au­men­to de 178 mi­lhões de eu­ros em re­la­ção ao mes­mo mês de 2016”, re­ve­lou o Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Es­ta­tís­ti­ca.

No ge­ral, as es­ta­tís­ti­cas mos­tram que o co­mér­cio in­ter­na­ci­o­nal por­tu­guês abran­dou o cres­ci­men­to, ob­ten­do re­sul­ta­dos me­nos im­pres­si­o­nan­tes na com­pa­ra­ção ho­mó­lo­ga: “Em Se­tem­bro de 2017, as ex­por­ta­ções e as im­por­ta­ções de bens re­gis­ta­ram va­ri­a­ções ho­mó­lo­gas no­mi­nais de mais 5,8 por cen­to e mais 8,1 por cen­to (mais 13,9 por cen­to e mais 12,1 por cen­to em Agos­to de 2017)”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.