Em­bai­xa­da dos EUA trans­fe­ri­da pa­ra Je­ru­sa­lém

Jornal de Angola - - PARTADA -

de Do­nald Trump trans­fe­rir a em­bai­xa­da nor­te­a­me­ri­ca­na de Te­la­vi­ve pa­ra Je­ru­sa­lém mo­ti­vou re­ac­ções di­ver­sas por par­te de is­ra­e­li­tas e pa­les­ti­ni­a­nos.

En­quan­to em Is­ra­el a me­di­da foi vi­va­men­te aplau­di­da, uma vez que sig­ni­fi­ca que os Es­ta­dos Uni­dos re­co­nhe­cem im­pli­ci­ta­men­te Je­ru­sa­lém co­mo sen­do a ca­pi­tal do Es­ta­do ju­dai­co, os res­pon­sá­veis pa­les­ti­ni­a­nos ame­a­ça­ram já sus­pen­der to­do e qual­quer re­la­ci­o­na­men­to com a ad­mi­nis­tra­ção nor­te-ame­ri­ca­na.

Ci­ta­do pe­la im­pren­sa do seu país, o pri­mei­ro-mi­nis­tro Ben­ja­min Ne­tanyahu dis­se ser es­te “um gran­de dia pa­ra to­da a Na­ção is­ra­e­li­ta”, en­quan­to o lí­der pa­les­ti­ni­a­no, Maha­moud Ab­bas, re­fe­riu tra­tar-se de uma de­ci­são “ina­cei­tá­vel” e pro­me­teu de­sen­vol­ver es­for­ços pa­ra ”re­ver­ter a si­tu­a­ção”, sen­do de pre­ver que o as­sun­to ve­nha a ser agen­da­do com ca­rác­ter de ur­gên­cia pa­ra dis­cus­são a ní­vel do Conselho de Se­gu­ran­ça das Na­ções Uni­das.

A Li­ga Ára­be, que tem a sua se­de no Cai­ro, agen­dou pa­ra bre­ve uma reu­nião de emer­gên­cia pa­ra ana­li­sar a si­tu­a­ção, sen­do de pre­ver que ve­nha a ser fei­ta uma con­de­na­ção for­mal a acu­sar Do­naldT­rump de vi­o­la­ção de acor­dos in­ter­na­ci­o­nais e de ame­a­çar, mais uma vez, a es­ta­bi­li­da­de na re­gião do Mé­dio Ori­en­te.

O pa­pa Fran­cis­co tam­bém já re­a­giu a es­te anún­cio, ten­do ape­la­do ao res­pei­to ao diá­lo­go co­mo sen­do a úni­ca for­ma de “re­co­nhe­ci­men­to pe­los direitos de to­dos os po­vos da re­gião”.

A de­ci­são

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.