UÍJE

Rei­to­ria cri­ou um apli­ca­ti­vo que per­mi­te o ca­das­tra­men­to de alu­nos de for­ma cé­le­re, evi­tan­do aglo­me­ra­do de pes­so­as no ac­to de ma­trí­cu­las nas fa­cul­da­des da pro­vín­cia

Jornal de Angola - - PARTADA - Val­ter Go­mes | Uí­ge

Uni­ver­si­da­de Kim­pa Vi­ta adop­ta no­vo mo­de­lo de ad­mis­são

A Uni­ver­si­da­de Kim­pa Vi­ta, afec­ta à VII re­gião aca­dé­mi­ca, com se­de na pro­vín­cia do Uí­ge, cri­ou um apli­ca­ti­vo pa­ra evi­tar o aglo­me­ra­do de can­di­da­tos, nas su­as ins­ta­la­ções, que pre­ten­dem in­gres­sar no en­si­no su­pe­ri­or, dis­se ao Jor­nal de An­go­la o res­pon­sá­vel do Cen­tro de Do­cu­men­ta­ção e In­for­ma­ção da­que­la ins­ti­tui­ção (CDI) , Au­gus­to Lun­gan­ga.

. Se­gun­do Au­gus­to Lun­gan­ga as van­ta­gens do no­vo mo­de­lo de ins­cri­ção pa­ra os exa­mes de ap­ti­dão re­ves­tem-se na efi­ci­ên­cia de tra­ta­men­to de da­dos for­ne­ci­dos em tem­po re­al pe­los as­pi­ran­tes ao en­si­no su­pe­ri­or, no lançamento rá­pi­do das lis­tas , re­la­tó­ri­os, bem co­mo o for­ne­ci­men­to opor­tu­no de in­for­ma­ção aos ór­gãos de tu­te­la.

O res­pon­sá­vel avan­çou o no­vo mo­de­lo pa­ra ins­cri­ção foi cri­a­do por do­cen­tes e es­tu­dan­tes da pró­pria Uni­ver­si­da­de. " Es­te pro­ces­so vi­sa di­na­mi­zar o pro­ces­so de se­lec­ção e ins­cri­ção dos can­di­da­tos que in­gres­sam pe­la pri­mei­ra vez no en­si­no su­pe­ri­or", ex­pli­cou.

Pa­ra as­se­gu­rar o fun­ci­o­na­men­to ade­qua­do do apli­ca­ti­vo foi cri­a­da uma equi­pa de 17 téc­ni­cos, re­par­ti­da em dois gru­pos, sen­do um pa­ra a pro­vín­cia do Cu­an­za-Nor­te e ou­tra pa­ra o Uí­ge

Au­gus­to Lun­gan­ga ga­ran­tiu que o no­vo mo­de­lo per­mi­ti­rá tam­bém "re­du­zir e cor­ri­gir a quan­ti­da­de de pro­ble­mas" ao lon­go do pro­ces­so de ins­cri­ção. "Nes­te mo­de­lo o can­di­da­to te­rá di­rei­to a fa­zer inscrições ape­nas em du­as op­ções e se­rá exa­mi­na­do em três áre­as de co­nhe­ci­men­to, no­me­a­da­men­te ci­ên­ci­as de saú­de, ci­ên­ci­as exac­tas e ci­ên­ci­as so­ci­ais", dis­se, acres­cen­tan­do que "as pro­vas se­rão co­di­fi­ca­das e in­se­ri­das no sistema in­for­má­ti­co, on­de não ha­ve­rá pos­si­bi­li­da­de de al­guém al­te­rar as no­tas." Va­gas dis­po­ní­veis Por ou­tro la­do, Au­gus­to Lan­gan­ga dis­se que a Uni­ver­si­da­de Kim­pa Vi­ta tem dis­po­ní­veis 1.078 va­gas, dis­tri­buí­das em qua­tro uni­da­des or­gâ­ni­cas nas pro­vín­ci­as do Uí­ge e Cu­an­zaNor­te, on­de fo­ram cons­truí­das no­vas sa­las de au­las de­vi­da­men­te equi­pa­das com mei­os in­for­má­ti­cos que per­mi­tem fa­zer ins­cri­ção e se­lec­ção dos can­di­da­tos sem os cons­tran­gi­men­tos que se ve­ri­fi­ca­vam nos anos an­te­ri­o­res, con­cre­ta­men­te no que to­ca a mo­ro­si­da­de de aten­di­men­to e pro­ces­sa­men­to das ma­trí­cu­las. No­vos cur­sos O res­pon­sá­vel pe­la in­for­ma­ção do "Kim­pa Vi­ta" dis­se que no pró­xi­mo ano lec­ti­vo ha­ve­rá mais dois cur­sos, um de en­ge­nha­ria elec­tro­téc­ni­ca, que se­rá mi­nis­tra­da na pro­vín­cia do Cu­an­za-Nor­te, e ou­tro de en­ge­nha­ria hi­dráu­li­ca e sa­ne­a­men­to das águas cu­jas au­las se­rão no Uí­ge. “A aber­tu­ra des­tes dois cur­sos de en­ge­nha­ria con­ta com o apoio téc­ni­co e ins­ti­tu­ci­o­nal do Mi­nis­té­rio do En­si­no Su­pe­ri­or, bem co­mo da co­o­pe­ra­ção fran­ce­sa, que apoi­a­ram na pre­pa­ra­ção dos pla­nos cur­ri­cu­la­res e na for­ma­ção dos co­or­de­na­do­res dos cur­sos”, dis­se o res­pon­sá­vel do CDI da Uni­ver­si­da­de Kim­pa Vi­ta.

Au­gus­to Lun­gan­ga fri­sou ain­da que um dos ele­men­tos que vai mar­car es­tes dois cur­sos se­rá a re­a­li­za­ção de prá­ti­cas in­ten­si­vas, es­tan­do em an­da­men­to um pro­ces­so de co­o­pe­ra­ção en­tre a Uni­ver­si­da­de Kim­pa Vi­ta e a Em­pre­sa de Águas e Sa­ne­a­men­to do Uí­ge, uma vez que a ins­ti­tui­ção pre­ten­de con­tar com o con­tri­bu­to de al­guns en­ge­nhei­ros e téc­ni­cos da mes­ma em­pre­sa. “Es­tes cur­sos vão con­tri­buir res­pon­der às ne­ces­si­da­des do sec­tor de en­ge­nha­ria no que to­ca aos re­cur­sos hu­ma­nos", dis­se.

Des­de a sua cri­a­ção, em 2011, a Uni­ver­si­da­de Kim­pa Vi­ta funciona com os cur­sos de Di­rei­to, Eco­no­mia, En­ge­nha­ria In­for­má­ti­ca, Agro­no­mia, En­fer­ma­gem, Con­ta­bi­li­da­de e Ges­tão, Ad­mi­nis­tra­ção Pú­bli­ca, In­for­má­ti­ca de Ges­tão, Aná­li­ses Clí­ni­cas e Saú­de Pú­bli­ca. No ano aca­dé­mi­co fin­do a uni­ver­si­da­de al­ber­gou 7.993 es­tu­dan­tes dis­tri­buí­dos em qua­tro uni­da­des or­gâ­ni­cas e 228 do­cen­tes. Até ao mo­men­to já co­lo­cou à dis­po­si­ção do mer­ca­do de tra­ba­lho 758 li­cen­ci­a­dos em vá­ri­os ra­mos do sa­ber.

O reitor da Uni­ver­si­da­de Kim­pa Vi­ta, João da Sil­va, por seu la­do, re­a­fir­mou ao

Jor­nal de An­go­la o com­pro­mis­so da ins­ti­tui­ção de "con­ti­nu­ar a for­mar pro­fis­si­o­nais com­pe­ten­tes e com­pro­me­ti­dos com a prá­ti­ca e o pro­jec­to so­ci­al". Dis­se que no ano aca­dé­mi­co 2018 a ins­ti­tui­ção que di­ri­ge vai pri­mar pe­la qua­li­da­de do en­si­no, com o au­xí­lio atra­vés do seu no­vo ga­bi­ne­te de ava­li­a­ção. " Va­mos in­ten­si­fi­car a for­ma­ção in­te­gral do corpo do­cen­te, com pre­pa­ra­ção pe­da­gó­gi­ca, ci­en­tí­fi­ca e me­to­do­ló­gi­ca de en­si­no", pro­me­teu.

Na mes­ma sen­da dis­se ain­da que a Kim­pa Vi­ta tem em agen­da a for­ma­ção do pes­so­al téc­ni­co ad­mi­nis­tra­ti­vo, "de mo­dos a res­pon­der os de­sa­fi­os ac­tu­ais, bem co­mo me­lho­rar a uti­li­za­ção dos re­cur­sos ma­te­ri­ais e fi­nan­cei­ros dis­po­ní­veis".

“O can­di­da­to te­rá di­rei­to a fa­zer inscrições em du­as op­ções e se­rá exa­mi­na­do em três áre­as de co­nhe­ci­men­to, ci­ên­ci­as de saú­de, ci­ên­ci­as exac­tas e ci­ên­ci­as so­ci­ais”

JAIMAGENS/FOTÓGRAFO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.