Ucrâ­nia po­de re­for­çar os la­ços com Amé­ri­ca

Jornal de Angola - - MUNDO -

Os Es­ta­dos Uni­dos pre­ten­dem di­mi­nuir a de­pen­dên­cia de Donbass à Rús­sia ao in­ves­ti­rem até 65 mi­lhões de dó­la­res na re­cu­pe­ra­ção eco­nó­mi­ca da re­gião e in­ten­si­fi­car os la­ços co­mer­ci­ais com a Ucrâ­nia e União Eu­ro­peia.

A Agên­cia dos EUA pa­ra o De­sen­vol­vi­men­to In­ter­na­ci­o­nal (USAID), que irá in­ves­tir no pro­jec­to, in­di­ca que o ob­jec­ti­vo prin­ci­pal é de­vol­ver Donbass ao con­tro­lo ucra­ni­a­no, atra­vés da li­qui­da­ção das Re­pú­bli­cas Au­to­pro­cla­ma­das de Do­netsk e Lu­gansk (que cons­ti­tu­em Donbass) co­mo ins­ti­tui­ções go­ver­na­men­tais.

“O tra­ba­lho se­rá prin­ci­pal­men­te re­a­li­za­do nos ter­ri­tó­ri­os das re­giões de Do­netsk e Lu­gansk, que mais do que nin­guém so­fre­ram com a agres­são rus­sa”, diz o co­mu­ni­ca­do da agên­cia nor­te­a­me­ri­ca­na.

“Ao mes­mo tem­po, pa­ra atin­gir os ob­jec­ti­vos ne­ces­sá­ri­os, se­rão exer­ci­dos es­for­ços pa­ra in­flu­en­ci­ar as áre­as pró­xi­mas, bem co­mo to­do o ter­ri­tó­rio da Ucrâ­nia em ge­ral”, lê-se ain­da na no­ta. Pla­neia-se que, nas pri­mei­ras eta­pas do pro­gra­ma, os fun­dos se­jam in­ves­ti­dos em pro­jec­tos com de­di­ca­ção rá­pi­da: do­nos de pe­que­nas e mé­di­as em­pre­sas. Tal apoio, se­gun­do opi­nam au­to­res do pro­gra­ma, po­de re­sul­tar no au­men­to do nú­me­ro de em­pre­sá­ri­os em no­me in­di­vi­du­al e in­ves­ti­do­res pron­tos pa­ra apli­car nes­sa re­gião.

O do­cu­men­to in­clui vá­ri­os ce­ná­ri­os de de­sen­vol­vi­men­to da si­tu­a­ção na re­gião: ocu­pa­ção de Donbass por tro­pas ucra­ni­a­nas, ma­nu­ten­ção de sta­tus-quo, con­fli­to con­ge­la­do ou até mes­mo “in­va­são rus­sa”.

Des­ta­ca-se que um em­prei­tei­ro de­ve es­tar pron­to pa­ra re­a­li­zar o pro­gra­ma de re­cu­pe­ra­ção de Donbass em ca­da des­sas si­tu­a­ções. Ki­ev e os paí­ses oci­den­tais fre­quen­te­men­te acu­sam a Rús­sia de “agres­são ar­ma­da” con­tra Ucrâ­nia.

No en­tan­to, Mos­co­vo de­cla­rou que não par­ti­ci­pa do con­fli­to e não tem na­da a ver com even­tos em Donbass, mos­tran­do-se in­te­res­sa­da na superação da cri­se na Ucrâ­nia.

REUTERES

Exér­ci­to ucra­ni­a­no evol­vi­do em me­di­das tác­ti­cas na re­gião

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.