EUA e Chi­na exor­ta­dos a me­lho­rar as re­la­ções

An­ti­go se­cre­tá­rio de Es­ta­do nor­te-ame­ri­ca­no de­fen­de re­la­ção es­tá­vel e de lon­go pra­zo en­tre as du­as prin­ci­pais po­tên­ci­as

Jornal de Angola - - MUNDO -

O ex-se­cre­tá­rio de Es­ta­do dos Es­ta­dos Uni­dos, Henry Kissinger, exor­tou on­tem os Es­ta­dos Uni­dos e a Chi­na a adop­ta­rem “uma pers­pec­ti­va mais am­pla” ao abor­da­rem as su­as re­la­ções, que são vi­tais pa­ra o mun­do e que se de­te­ri­o­ra­ram nos úl­ti­mos me­ses de­vi­do à guer­ra co­mer­ci­al e às ten­sões no Mar da Chi­na Me­ri­di­o­nal.

“Os Es­ta­dos Uni­dos e a Chi­na são du­as gran­des po­tên­ci­as e as su­as re­la­ções de­vem me­lho­rar por­que são de vi­tal im­por­tân­cia pa­ra am­bos e pa­ra o mun­do”, dis­se o ve­te­ra­no di­plo­ma­ta de­pois de se reu­nir em Pe­quim com o mi­nis­tro dos Ne­gó­ci­os Es­tran­gei­ros chi­nês, Wang Yi, se­gun­do o Mi­nis­té­rio do país asiá­ti­co em co­mu­ni­ca­do.

Henry Kissinger, de 95 anos, ad­mi­tiu que nos EUA exis­te cer­ta “hos­ti­li­da­de” con­tra a se­gun­da mai­or eco­no­mia do mun­do, mas pon­de­rou que es­ta não é a “cor­ren­te prin­ci­pal” da opi­nião pú­bli­ca do seu país, que não de­ve ver o gi­gan­te asiá­ti­co co­mo um “opo­nen­te”.

“É ne­ces­sá­rio que as du­as par­tes abor­dem as re­la­ções nu­ma pers­pec­ti­va mais am­pla e al­can­cem con­sen­sos pa­ra con­se­guir um de­sen­vol­vi­men­to es­tá­vel e de lon­go pra­zo dos la­ços bi­la­te­rais”, afir­mou Kissinger, um dos ar­tí­fi­ces do res­ta­be­le­ci­men­to das re­la­ções si­no-ame­ri­ca­nas há mais de 40 anos.

Wang, por sua vez, con­si­de­rou que a Chi­na e os Es­ta­dos Uni­dos po­dem e de­vem re­sol­ver as di­fe­ren­ças co­mer­ci­ais “de for­ma ade­qua­da”, is­to é, “atra­vés de um diá­lo­go em pé de igual­da­de”. “A co­o­pe­ra­ção po­de ser be­né­fi­ca pa­ra am­bas as par­tes e é a úni­ca op­ção cor­rec­ta pa­ra os dois paí­ses. Os in­te­res­ses co­muns são mais im­por­tan­tes que as di­fe­ren­ças”, acres­cen­tou o che­fe da di­plo­ma­cia chi­ne­sa.

Na ter­ça-fei­ra, o vi­ce­pre­si­den­te chi­nês, Wang Qishan, dis­se em Sin­ga­pu­ra que o país asiá­ti­co es­tá pre­pa­ra­do pa­ra ini­ci­ar um diá­lo­go com os EUA, pa­ra che­gar a um acor­do “acei­tá­vel pa­ra as du­as par­tes” em ma­té­ria co­mer­ci­al.

As du­as prin­ci­pais po­tên­ci­as eco­nó­mi­cas do mun­do mantêm des­de Ju­lho uma guer­ra ta­ri­fá­ria, que se so­ma a uma sé­rie de re­cen­tes epi­só­di­os de ten­são no Mar da Chi­na Me­ri­di­o­nal, on­de na­vi­os ame­ri­ca­nos na­ve­ga­ram por águas que a Chi­na rei­vin­di­ca co­mo su­as, ac­to que Pe­quim con­si­de­ra uma “pro­vo­ca­ção”.

A ofer­ta do vi­ce-pre­si­den­te chi­nês e as pa­la­vras do ti­tu­lar da di­plo­ma­cia coin­ci­dem com o anún­cio re­cen­te do re­a­ta­men­to, pa­ra ho­je, da se­gun­da ron­da de diá­lo­go so­bre se­gu­ran­ça e di­plo­ma­cia em Washing­ton, que ti­nha si­do adi­a­da em Ou­tu­bro.

O re­a­ta­men­to dos con­tac­tos acon­te­ce de­pois da con­ver­sa te­le­fó­ni­ca en­tre Do­nald Trump e o Pre­si­den­te chi­nês, Xi Jin­ping, na se­ma­na pas­sa­da.

Reu­nião com Do­nald Trump

O Pre­si­den­te chi­nês, Xi Jin­ping, con­fir­mou on­tem que se reú­ne com o ho­mó­lo­go dos Es­ta­dos Uni­dos, Do­nald Trump, du­ran­te a pró­xi­ma ci­mei­ra de lí­de­res do G20 que acon­te­ce no fim des­te mês na Ar­gen­ti­na, in­for­mou a agên­cia “Xi­nhua”.

“Che­guei a um acor­do pa­ra uma reu­nião com Trump du­ran­te a pró­xi­ma ci­mei­ra do G20, on­de as du­as par­tes te­rão opor­tu­ni­da­de de tro­car os seus pon­tos de vis­ta em as­sun­tos de in­te­res­se co­mum”, dis­se Xi Jin­ping du­ran­te um en­con­tro que man­te­ve em Pe­quim com o an­ti­go se­cre­tá­rio de Es­ta­do nor­te-ame­ri­ca­no, Henry Kissinger.

Se­gun­do Xi Jin­ping , ape­sar dos re­cen­tes “al­tos e bai­xos” na re­la­ção bi­la­te­ral, os la­ços en­tre a Chi­na e os Es­ta­dos Uni­dos man­ti­ve­ram um “pro­gres­so es­tá­vel” nas úl­ti­mas qua­tro dé­ca­das. Além dis­so, o Pre­si­den­te chi­nês afir­mou que o de­se­jo da co­mu­ni­da­de in­ter­na­ci­o­nal é que a re­la­ção avan­ce “na di­rec­ção cor­rec­ta”.

Kissinger foi de­fi­ni­do por Xi co­mo “um ve­lho ami­go do po­vo chi­nês”, ao elo­gi­ar a con­tri­bui­ção des­te ao res­ta­be­le­ci­men­to dos la­ços si­no-ame­ri­ca­nos há mais de 40 anos.

“É ne­ces­sá­rio que as du­as par­tes abor­dem as re­la­ções nu­ma pers­pec­ti­va mais am­pla e al­can­cem con­sen­sos pa­ra con­se­guir um de­sen­vol­vi­men­to es­tá­vel e de lon­go pra­zo”

DR

Pre­si­den­te Xi Jin­ping des­cre­ve Henry Kissinger co­mo “um ve­lho ami­go do po­vo chi­nês”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.