Jornal de Angola

Com­boi­os do CFB vol­tam a li­gar Hu­am­bo e Mo­xi­co

- João Cons­tan­ti­no | Cui­to

A circulação ferroviári­a en­tre o Hu­am­bo e o Lu­e­na, no Mo­xi­co, foi on­tem re­to­ma­da, com dois com­boi­os a li­ga­rem, nos dois sen­ti­dos, as du­as pro­vín­ci­as, após com­ple­ta re­cu­pe­ra­ção do ra­mal Cui­to-Cu­em­ba, no Bié.

A li­nha Cui­to-Cu­em­ba fi­cou obs­truí­da du­ran­te oi­to di­as, em con­sequên­cia da co­li­são de du­as lo­co­mo­ti­vas no mu­ni­cí­pio de Ca­ma­cu­pa (Bié).

Na ter­ça-fei­ra, o Ca­mi­nho­de-Fer­ro de Benguela (CFB) pôs em circulação três com­boi­os de mer­ca­do­ri­as, sen­do um com ga­só­leo e ga­so­li­na, ou­tro com gás de co­zi­nha e o terceiro com mi­nei­ro. A re­po­si­ção do com­boio no tro­ço Cui­to-Lu­e­na re­sul­tou no au­men­to de uma pa­ra du­as frequên­ci­as se­ma­nais, às ter­ças e aos sá­ba­dos.

De acor­do com Ni­co­lau Sa­pa­lo, che­fe da Es­ta­ção do CFB na comuna do Cun­je, com a re­cu­pe­ra­ção do ra­mal Cui­to-Cu­em­ba fi­ca re­pos­ta a circulação ferroviári­a ao lon­go do per­cur­so Hu­am­bo-Bié-Mo­xi­co.

A pa­ra­li­sa­ção dos com­boi­os cau­sou vá­ri­os trans­tor­nos aos pas­sa­gei­ros da li­nha Benguela, -Hu­am­bo-Bié-Mo­xi­co, obri­ga­dos a per­noi­tar, du­ran­te seis di­as, na es­ta­ção do CFB na comuna do Cun­je. “Os fun­ci­o­ná­ri­os do CFB de­vem ser mais res­pon­sá­veis. Eu fi­quei pre­sa aqui no Cui­to, vin­da de Benguela pa­ra o Mo­xi­co e dor­mia ao re­len­to. Quan­do con­se­guia um lu­gar pa­ra pas­sar a noi­te ti­nha de pa­gar 300 e a car­ga 200 kwan­zas”, de­sa­ba­fou a pas­sa­gei­ra De­o­lin­da Ar­tur.

O co­mer­ci­an­te Jo­sé Lu­chas­se afir­mou que vai ao Lu­e­na de com­boio por ser mais con­for­tá­vel e ba­ra­to. Vi­a­ja em pri­mei­ra clas­se e pa­ga 7.450 kwan­zas.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola