Ex-mi­nei­ros que­rem in­dem­ni­za­ções jus­tas

Jornal de Angola - - Sociedade - Xa­vi­er An­tó­nio |

de 60 ex-tra­ba­lha­do­res dos pro­jec­tos mi­nei­ros pa­ra­li­sa­dos, em 2008, da So­ci­e­da­de Mi­nei­ra do Lu­a­chi­mo (SML), Yetwe­ne, Fu­caú­ma, Lu­xin­ge e Lu­a­ri­ca con­cen­tra­ram-se, on­tem, jun­to às ins­ta­la­ções da Em­pre­sa Na­ci­o­nal de Di­a­man­tes de Angola (En­di­a­ma), pa­ra rei­vin­di­car in­cum­pri­men­tos nos acor­dos ce­le­bra­dos. Em de­cla­ra­ções ao Jor­nal de Angola, o re­pre­sen­tan­te dos tra­ba­lha­do­res dos cin­co pro­jec­tos mi­nei­ros, Nar­ci­so An­tó­nio, dis­se que, en­tre as rei­vin­di­ca­ções dos tra­ba­lha­do­res, cons­tam o pro­ces­so de re­for­mas, atra­sos nos sa­lá­ri­os e in­dem­ni­za­ção. Em re­la­ção às re­for­mas ,que con­si­de­ram in­jus­tas, ex­pli­cou, que fo­ram sur­pre­en­di­dos quan­do al­guns co­le­gas já ins­cri­tos jun­to do Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Se­gu­ran­ça So­ci­al (INSS) co­me­ça­ram a re­ce­ber as pen­sões de re­for­ma que não se re­flec­ti­am nos sa­lá­ri­os pre­vis­tos. “Por exem­plo, quem ga­nha­va 200 ou 100 mil es­tá a be­ne­fi­ci­ar ape­nas de uma pen­são de re­for­ma de 20 mil kwan­zas. E nou­tros ca­sos, que ga­nha­vam me­nos es­tão a re­ce­ber mais e is­so nos pre­o­cu­pa”, re­ma­tou a fon­te. Nar­ci­so An­tó­nio re­fe­riu ain­da que, em 2013, os tra­ba­lha­do­res dos pro­jec­tos pa­ra­li­sa­dos fo­ram co­a­gi­dos pe­la En­di­a­ma a re­ce­ber ape­nas um pa­ga­men­to re­fe­ren­te a seis me­ses de sa­lá­ri­os, me­di­an­te um ter­mo de qui­ta­ção, quan­do na ver­da­de tra­ta-se de 58 me­ses em atra­so.

En­di­a­ma cum­priu

O di­rec­tor dos Re­cur­sos Hu­ma­nos da En­di­a­ma, Leão Chi­min, ga­ran­tiu que as in­dem­ni­za­ções fo­ram pa­gas me­di­an­te um ter­mo de qui­ta­ção e o pa­ga­men­to das con­tri­bui­ções pa­ra a re­for­ma jun­to do INSS já es­tá con­cluí­do, à se­me­lhan­ça do que ocor­reu com o pro­jec­to Cu­an­go. Os ter­mos da qui­ta­ção, dis­se, de­cla­ra­va que o vín­cu­lo de tra­ba­lho com os re­fe­ri­dos pro­jec­tos fi­cam ex­tin­to, não de­ven­do por is­so re­cla­mar di­rec­ta ou in­di­rec­ta­men­te os cré­di­tos de­vi­dos, bem co­mo não in­ten­tar qu­al­quer ac­ção ju­di­ci­al de na­tu­re­za ci­vil ou de tra­ba­lho, pe­lo fac­to de ca­da tra­ba­lha­dor ter re­ce­bi­do o equi­va­len­te a seis mil dó­la­res, re­fe­ren­te a se­te me­ses de sa­lá­ri­os.

JO­AO GOMES |EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

An­ti­gos tra­ba­lha­do­res fa­lam em in­jus­ti­ça da par­te da En­di­a­ma

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.