Jornal de Angola

Cen­tros aco­lhem mais de oi­to mil me­no­res

- Family · Parenting · Kids · Angola

cri­an­ças no país ain­da vi­vem em cen­tros de aco­lhi­men­to, dis­se o di­rec­tor do Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal da Cri­an­ça, que se de­bru­çou so­bre a ac­tu­al si­tu­a­ção da adop­ção no país, fo­can­do nos “Pro­ce­di­men­tos ad­mi­nis­tra­ti­vos pa­ra adop­ção de c ri­an­ças em An­go­la”.

Pau­lo Ka­le­si re­fe­riu-se ao pro­ces­so de aco­lhi­men­to des­sas cri­an­ças, afir­man­do que exis­te um nú­me­ro con­si­de­rá­vel de fa­mí­li­as na lis­ta de es­pe­ra pa­ra adop­ção, bem co­mo de me­no­res em es­ta­do de aban­do­no.

O res­pon­sá­vel la­men­tou o fac­to de o pro­ces­so de can­di­da­tu­ra pa­ra adop­ção ser bas­tan­te mo­ro­so jun­to dos ga­bi­ne­tes pro­vin­ci­ais da Ac­ção So­ci­al. Pau­lo Ka­le­si mos­trou­se pre­o­cu­pa­do com a ten­dên­cia de os cen­tros de aco­lhi­men­to ce­de­rem cri­an­ças aos su­pos­tos pa­dri­nhos ou fa­mí­li­as de aco­lhi­men­to sem o co­nhe­ci­men­to das di­rec­ções mu­ni­ci­pais.

Nes­te par­ti­cu­lar, ad­mi­tiu ha­ver, igual­men­te, in­cli­na­ção de ci­da­dãos em fi­ca­rem com a guar­da das cri­an­ças en­con­tra­das nos con­ten­to­res de li­xo ou na via pú­bli­ca sem dar a co­nhe­cer às au­to­ri­da­des.

Pau­lo Ka­le­si apon­tou o en­ca­mi­nha­men­to de cri­an­ças des­co­ber­tas na via pú­bli­ca pa­ra o úni­co cen­tro, Lar de In­fân­cia Ku­zo­la, si­tu­a­ção que tem di­fi­cul­ta­do o seg­men­to do pro­ces­so de lo­ca­li­za­ção das fa­mí­li­as dos me­no­res.

"Re­gis­ta-se uma ten­dên­cia de efec­ti­vos da Po­lí­cia ou pes­so­al mé­di­co au­to­ri­za­rem as pes­so­as a le­va­rem em casa cri­an­ças des­co­ber­tas na via pú­bli­ca sem anuên­cia ou no­ti­fi­ca­ção do Tri­bu­nal de Me­no­res.

 ??  ?? Mais de 8.000
Mais de 8.000

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola