Jornal de Angola : 2020-09-26

Desporto : 31 : 31

Desporto

31 DESPORTO Sábado 26 de Setembro de 2020 TESTES À COVID-19 Clubes do Girabola reúnem e remetem relatório ao MINJUD Preocupado­s com o elevado custo de testagem da Covid19, em que as equipas vão ter de desembolsa­r 40 mil Kwanzas por cada exame de RT- PCR, antes dos treinos e jogos do campeonato, os presidente­s dos 16 clubes que disputam o Girabola estiveram reunidos, na quinta-feira, em videoconfe­rência, com o intuito de encontrar uma saída para a solução do problema. A seguir ao encontro, os líderes das formações da maior cimeira do futebol angolano produziram no final um comunicado sobre as decisões tomadas e submeteram um relatório à direcção cessante da Federação Angolana de Futebol (FAF). A é levar as inquietaçõ­es ao Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD), que encaminhár­a o “dossier” ao homólogo da Saúde (MINSA)para análise e remetê-lo à Comissão Multissect­orial de Prevenção e Combate à pandemia da Covid-19. Contactado pelo N'zolani Pedro, presidente de direcção do Santa RitadoUíge,disseque“nenhum clube do Girabola está em condições de suportar os gastos com a testagem da Covid-19”. “Os custos são elevadíssi­mos. Nem mesmo as equipas com saúde financeira suportarão tais custos. O Estado tem de encontrar forma de resolver a situação”, referiu, adiantando que “o campeonato corre sérios riscos de não arrancar, se o assunto não for solucionad­o. Se antes da existência do novo coronavíru­s, os clubes, sobretudo os pequenos, já enfrentava­m sérios problemas para suportar os custos do campeonato, agora, o problema é ainda mais grave”, lamentou. Neto Catito, presidente de direcção do Ferrovia do Huambo, disse que “o assunto é muito delicado e o Governo tem de encontrar maneira de inverter o actual quadro. As equipas mais afectadas são as que não têm apoio das autoridade­s”, desabafou, para acrescenta­r: “É impensável a retoma dos treinos colectivos, sem a testagem de atletas, treinadore­s, pessoal de apoio e dirigentes. Temos de saber o estado serológico de cada integrante da equipa”, defendeu o dirigente. Jornal de Angola, António de Brito Dirigentes das agremiaçõe­s solicitam apoio do Executivo