Brent man­tém 55 dólares

O pre­ço do bar­ril de re­fe­rên­ci­as às ex­por­ta­ções an­go­la­nas os­ci­lou pa­ra bai­xo nas úl­ti­mas ses­sões to­da­via a acen­tu­a­da es­ta­bi­li­da­de que pro­vo­cou o acor­do de cor­te nas pro­du­ções ge­ra efei­tos po­si­ti­vos

Jornal de Economia & Financas - - Mercados - Isa­que Lou­ren­ço

Nas du­as úl­ti­mas ses­sões da semana pas­sa­da, os pre­ços de en­co­men­da do bar­ril de brent, pa­ra en­tre­ga em Mar­ço, bai­xa­ram al­guns pon­tos per­cen­tu­ais. Con­tra os pou­co mais de 57 dólares, as ofer­tas do “ou­ro ne­gro” in­ci­a­ram esta semana nos 54, mas lo­go as­cen­deu pa­ra os 55.

O per­cur­so de es­ta­bi­li­da­de que tem vin­do a ob­ser­var as ne­go­ci­a­ções do brent, após acor­do de cor­te na pro­du­ção en­tre a Opep, a Rús­sia e mais ou­tros não associados, pa­re­ceu atin­gir o pon­to crí­ti­co, pois o brent che­gou a ser ne­go­ci­a­do um pou­co abai­xo dos 54,94.

Sol de pou­co du­ra foi a bai­xa dos pre­ços. Na ter­ça-fei­ra, ra­pi­da­men­te o bar­ril vol­tou a su­bir em 0,01 por cen­to, fi­xan­do-se nos 54,98 dólares.

De­pois dis­so, a re­to­ma dos pre­ços do brent foi evi­den­te, re­gres­san­do ao pa­ta­mar mí­ni­mo ide­al pa­ra os pro­du­to­res que é o cus­to de ofer­ta nos 55, ten­do na quin­ta-fei­ra (12) fei­to às en­co­men­das no pre­ço de 55,18 dólares.

Reu­nião da Opep

Pa­ra fi­nais des­te mês aguar­da-

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.