AGT PRE­VÊ AR­RE­CA­DAR 37 MIL MI­LHÕES DE KWANZAS

Jornal de Economia & Financas - - Finanças -

A Ad­mi­nis­tra­ção Ge­ral Tri­bu­tá­ria (AGT) pre­vê ar­re­ca­dar em 2017, 33 mil mi­lhões de kwanzas em Im­pos­to Pre­di­al Ur­ba­no, con­tra os 31 mil mi­lhões en­cai­xa­dos em 2016. Es­ta in­for­ma­ção foi avan­ça­da pe­lo seu ad­mi­nis­tra­dor, Her­me­ne­gil­do Gas­par, du­ran­te um se­mi­ná­rio com as em­pre­sas imo­bi­liá­ri­as, res­pon­sá­veis de re­par­ti­ções fis­cais e ad­mi­nis­tra­ções mu­ni­ci­pais e dis­tri­tais so­bre a im­por­tân­cia do pa­ga­men­to do IPU.

De acor­do com o ad­mi­nis­tra­dor, os imó­veis com va­lor até cin­co mi­lhões de kwanzas es­tão isen­tos do pa­ga­men­to do IPU, en­quan­to aos que se en­con­tram aci­ma des­te va­lor se­rá apli­ca­da uma ta­xa de 0,5 por cen­to.

Os pré­di­os ur­ba­nos ca­sas, apar­ta­men­tos, ter­re­nos e in­dus­tri­as, de­vem pa­gar im­pos­to des­de que não es­te­jam afec­tos a agri­cul­tu­ra, si­vi­cul­tu­ra e agro­pe­cuá­ria.

A téc­ni­ca do de­par­ta­men­to dos ser­vi­ços fis­cais da AGT, Car­la de Al­mei­da, dis­se que a ins­ti­tui­ção pre­vê um cres­ci­men­to da ba­se de con­tri­buin­tes, por via das ac­ções de sen­si­bi­li­za­ção em cur­so, com as quais se pre­ten­de in­cen­ti­var a ins­cri­ção vo­lun­tá­ria, nu­ma al­tu­ra em que o dé­fi­ci­te de re­gis­to de pré­di­os na ma­triz pre­di­al das re­par­ti­ções es­tá na or­dem dos 98 por cen­to.

Se­gun­do a téc­ni­ca, o mu­ni­cí­pio de Be­las é o que tem re­gis­ta­dos mais imó­veis, por com­por­tar gran­de nú­me­ro de pro­jec­tos imo­bi­liá­ri­os. A se­guir es­tão Ca­cu­a­co e Vi­a­na. O mu­ni­cí­pio de Lu­an­da é o que mais cum­pre com a li­qui­da­ção do IPU. Além das pro­vín­ci­as de Ben­gue­la e Hu­am­bo.

O CON­TRI­BUIN­TE A PAR­TIR DO ES­CRI­TÓ­RIO PA­GA­RÁ O SEU IM­POS­TO

PAU­LO MULAZA

Ad­mi­nis­tra­dor da AGT, Her­me­ne­gil­do Gas­par, pre­vê mais re­cei­tas fis­cais

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.