Cu­an­za Nor­te re­gis­ta 74 in­frac­ções la­bo­rais du­ran­te o I se­mes­tre do ano em cur­so

Re­la­tó­rio da ins­pec­ção-ge­ral do tra­ba­lho do Mi­nis­té­rio da Ad­mi­nis­tra­ção Pú­bli­ca, Tra­ba­lho e Se­gur­tan­ça So­ci­al as­se­gu­ra que os sec­to­res do Co­mér­cio e da In­dús­tria trans­for­ma­do­ra fo­ram os que ti­ve­ram mai­o­res ín­di­ces

Jornal de Economia & Financas - - Empresas -

Se­ten­ta e qua­tro in­frac­ções la­bo­rais fo­ram re­gis­ta­das du­ran­te o I se­mes­tre des­te ano, pe­la Ins­pec­ção-Ge­ral do Tra­ba­lho (IGT), na pro­vín­cia do Cu­an­za Nor­te, mais se­te em re­la­ção a idên­ti­co pe­río­do de 2016.

A in­for­ma­ção vem ex­pres­sa no re­la­tó­rio de ba­lan­ço se­mes­tral da ins­ti­tui­ção a que a An­gop te­ve aces­so em Nda­la­tan­do, elu­ci­dan­do que as in­frac­ções fo­ram de­tec­ta­das no de­cur­so de 165 vi­si­tas de ins­pec­ção e reins­pec­ção, sen­do 126 de ca­rác­ter so­ci­al e 39 téc­ni­cas, en­vol­ven­do 165 em­pre­sas pú­bli­cas e pri­va­das, abran­gen­do mil e 44 tra­ba­lha­do­res.

O in­for­me in­di­ca que as in­frac­ções con­subs­tan­ci­am-se em 16 por fal­ta de pa­ga­men­to da se­gu­ran­ça so­ci­al, 12 por não afi­xa­ção de ho­rá­ri­os de tra­ba­lho, 11 por fal­tas de equi­pa­men­to de pro­tec­ção in­di­vi­du­al, no­ve por fal­ta de ce­le­bra­ção de con­tra­tos de traOs ba­lho, oi­to ca­sos de não en­vio de do­cu­men­tos a tí­tu­lo de­vo­lu­ti­vo, seis por fal­tas de pa­ga­men­to de sub­sí­di­os de fé­ri­as e três de Na­tal, en­tre ou­tras.

Os sec­to­res do co­mér­cio com 36 ca­sos, pres­ta­ção de ser­vi­ço com 17, in­dús­tria trans­for­ma­do­ra com 10, ho­te­la­ria e tu­ris­mo com se­te, as­sim co­mo o sec­tor da cons­tru­ção ci­vil, com qua­tro in­frac­ções, fo­ram os mais fal­to­sos du­ran­te o pe­río­do em aná­li­se.

O in­for­me es­cla­re­ce ain­da que no pe­río­do em re­fe­rên­cia, de­ram en­tra­da na ins­ti­tui­ção 60 pe­di­dos de me­di­a­ção pa­ra so­lu­ção de con­fli­tos la­bo­rais, 35 dos quais re­sol­vi­dos, sen­do 27 a fa­vor do tra­ba­lha­dor, oi­to em be­ne­fí­cio do em­pre­ga­dor e se­te ca­sos es­tão ain­da em cur­so.

Fo­ram fei­tas tam­bém re­co­men­da­ções, ad­ver­tên­ci­as e de­ter­mi­na­ções em vá­ri­as em­pre­sas, as­sim co­mo le­van­ta­dos 19 au­tos de no­tí­ci­as, se­te dos quais fo­ram pa­gas as res­pec­ti­vas mul­tas no va­lor de 730 mil 640 kwan­zas.

As­se­gu­ra­do por cin­co téc­ni­cos de ad­mi­nis­tra­ção do tra­ba­lho, a Ins­pec­ção Ge­ral do Tra­ba­lho, afec­ta ao Mi­nis­té­rio da Ad­mi­nis­tra­ção Pú­bli­ca, Tra­ba­lho e Se­gu­ran­ça So­ci­al, ac­tua nos 10 mu­ni­cí­pi­os da pro­vín­cia.

Os seus ser­vi­ços abar­cam em­pre­sas pú­bli­cas e pri­va­das, com in­ci­dên­cia nas áre­as da Ad­mi­nis­tra­ção do Tra­ba­lho, Re­la­ções Ju­rí­di­co/la­bo­ral, Se­gu­ran­ça e Saú­de no Tra­ba­lho, Em­pre­go e Se­gu­ran­ça So­ci­al.

EDIÇÕES NOVEMBRO

Ad­mi­nis­tra­ção pú­bli­ca con­ti­nua aten­ta às ir­re­gu­la­ri­da­des la­bo­rais

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.