Bo­di­va ne­go­ceia 320 mil mi­lhões

Valores tran­sac­ci­o­na­dos em kwan­zas re­fe­rem-se aos me­ses de Janeiro a Ou­tu­bro des­te ano

Jornal de Economia & Financas - - Mercados - Re­gi­na Handa

A Bol­sa de Dívida e Valores de An­go­la (BO­DI­VA) tran­sac­ci­o­nou en­tre Janeiro e Ou­tu­bro, um to­tal de 320 mil mi­lhões de kwan­zas, um de­sem­pe­nho lou­va­do pe­lo Pre­si­den­te da Co­mis­são de Mer­ca­dos de Ca­pi­tais, Má­rio Ga­vião.

No pe­río­do ho­mó­lo­go de 2016, o vo­lu­me de tran­sac­ções na bol­sa an­go­la­na atin­giu os 200 mil mi­lhões de kwan­zas, de­sem­pe­nho que sa­tis­faz os agen­tes im­pul­si­o­na­do­res do mer­ca­do de ca­pi­tais no país.

Má­rio Ga­vião, que fa­la­va na ce­ri­mó­nia de aber­tu­ra do 2º Fórum de Mer­ca­do de Ca­pi­tais, que jun­ta os prin­ci­pais “players” do mer­ca­do an­go­la­no, re­fe­riu que o nú­me­ro de ope­ra­do­res na bol­sa pas­sou de qua­tro (2016) para no­ve em 2017.

Ou­tro in­di­ca­dor po­si­ti­vo apon­ta­do pe­lo ges­tor da CMC é o re­gis­to de mais de três mil con­tas in­di­vi­du­ais aber­tas na cen­tral de valores mobiliários de An­go­la (CEVAMA).

Por is­so as­se­gu­rou que, os or­ga­nis­mos de in­ves­ti­men­tos co­lec­ti­vos re­gis­ta­ram igual­men­te um cres­ci­men­to bas­tan­te in­te­res­san­te, ten­do co­mo pro­jec­ções para até o I tri­mes­tre de 2018, 180 mil mi­lhões de kwan­zas em ac­ti­vos lí­qui­dos pe­las so­ci­e­da­des de or­ga­nis­mos de in­ves­ti­men­tos co­lec­ti­vos e so­ci­e­da­des de investimento.

Quan­to a in­fra-es­tru­tu­ras tecnológicas, Má­rio Ga­vião as­se­gu­rou aos ac­tu­ais ope­ra­do­res e fu­tu­ros que pre­ten­dam en­trar no mer­ca­do, a Bo­di­va es­tá “per­fei­ta­men­te” pre­pa­ra­da para re­ce­ber as ne­go­ci­a­ções e pós ne­go­ci­a­ção de ac­ções e obri­ga­ções.

EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

Pre­si­den­te da CMC, Má­rio Ga­vião

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.