301

Jornal de Economia & Financas - - Mercados -

Pa­ra a amortização da dí­vi­da e fi­nan­ci­a­men­to de pro­jec­tos de in­ves­ti­men­to até à apro­va­ção do OGE 2018, o Mi­nis­té­rio das Fi­nan­ças au­to­ri­zou, re­cen­te­men­te, a emis­são de Obri­ga­ções do Te­sou­ro no va­lor glo­bal de 501,8 mil mi­lhões de kwan­zas.

Con­for­me pu­bli­ca­do em Diá­rio da Re­pú­bli­ca (DR), as re­fe­ri­das emis­sões, que decorrem após ou­vi­do o Banco Na­ci­o­nal de An­go­la (BNA), acon­te­cem em dois mo­men­tos dis­tin­tos.

No pri­mei­ro em que foi au­to­ri­za­da a emis­são de 200,8 mil mi­lhões de kwan­zas à ta­xa de ju­ro de cu­pão pre­de­fi­ni­das por ma­tu­ri­da­de e co­lo­ca­das atra­vés de lei­lão de pre­ços, o ob­jec­ti­vo é aten­der a amortização de dí­vi­da e o fi­nan­ci­a­men­to de pro­jec­tos de in­ves­ti­men­to du­ran­te o pe­río­do com­pre­en­di­do en­tre o iní­cio do ano eco­nó­mi­co de 2018 e a apro­va­ção do OGE.

As Obri­ga­ções do Te­sou­ro (Tí­tu­los da Dí­vi­da Pú­bli­ca Di­rec­ta) es­ti­pu­la des­de já o pa­ga­men­to de ta­xas de ju­ro de 12 por cen­to ao ano pa­ra as ma­tu­ri­da­des de dois anos, 12,25 a três anos, 12,5 a qua­tro anos e 12,75 a cin­co anos e a emis­são em lei­lão com ins­ti­tui­ções fi­nan­cei­ras e di­rec­ta­men­te ao pú­bli­co, com pa­ga­men­to se­mes­tral de ju­ros.

Já a se­gun­da emis­são de 301,2 mil mi­lhões de kwan­zas tam­bém des­ti­na­dos pa­ra a li­qui­da­ção de dí­vi­da e fi­nan­ci­a­men­to de pro­jec­tos é con­si­de­ra­da co­mo sen­do a mais atrac­ti­va, por pro­te­ger os in­ves­ti­do­res da de­pre­ci­a­ção do kwan­za, que até ao mo­men­to de­pre­ci­ou 28 por cen­to, se­gun­do o BNA.

“A emis­são ocor­re com ta­xas de ju­ro de cu­pão de­fi­ni­das na co­lo­ca­ção, atra­vés de lei­lão de quan­ti­da­de, e com a ac­tu­a­li­za­ção do seu va­lor no­mi­nal em con­for­mi­da­de com a va­ri­a­ção diá­ria da ta­xa de câm­bio de re­fe­rên­cia di­vul­ga­das pe­lo BNA pa­ra a com­pra de dó­la­res”.

MIL MI­LHÕES DE KWAN­ZAS

São emi­ti­dos com ta­xas de ju­ro de cu­pão de­fi­ni­das na co­lo­ca­ção, atra­vés de lei­lão de quan­ti­da­de, e com a ac­tu­a­li­za­ção do seu va­lor no­mi­nal.

Tal qual a pri­mei­ra, es­ta emis­são tam­bém é re­ser­va­da pa­ra co­ber­tu­ra das des­pe­sas re­la­ti­vas à amortização de dí­vi­da e fi­nan­ci­a­men­to de pro­jec­tos de in­ves­ti­men­to du­ran­te o pe­río­do com­pre­en­di­do en­tre o iní­cio do exer­cí­cio eco­nó­mi­co de 2018 e a da­ta de apro­va­ção do Or­ça­men­to Ge­ral do Es­ta­do de 2018, que se pre­vê pa­ra Mar­ço.

A re­fe­ri­da emis­são au­to­ri­za­da pe­lo mi­nis­tro das Fi­nan­ças, e que abran­ge lei­lões com ins­ti­tui­ções fi­nan­cei­ras e di­rec­ta­men­te ao pú­bli­co, pre­vê o pa­ga­men­to de ta­xas de ju­ro de 7,0 por cen­to ao ano pa­ra as ma­tu­ri­da­des a três anos, mas que che­gam aos 8,75 por cen­to nas emis­sões a 10 anos.

Re­cen­te­men­te, aquan­do da dis­cus­são e apro­va­ção do OGE na ge­ne­ra­li­da­de pe­lo Par­la­men­to, o mi­nis­tro das Fi­nan­ças, Ar­cher Man­guei­ra, anun­ci­a­ra que es­te ano, o Es­ta­do vai pre­ci­sar de con­trair 1,128 mil mi­lhões de kwan­zas de dí­vi­da, en­quan­to ne­ces­si­da­des lí­qui­das, e que 4,153 mil mi­lhões de kwan­zas se­ri­am pa­ra pa­gar o ser­vi­ço da dí­vi­da, res­pei­tan­te a es­te ano. No OGE, o ser­vi­ço da dí­vi­da in­ter­na e ex­ter­na do Es­ta­do de­ve fi­car com cer­ca de 54 por cen­to, em­bo­ra já se te­nha ad­mi­ti­do tam­bém que par­te des­tes va­lo­res vão ser ne­go­ci­a­dos.

A EMIS­SÃO É RE­SER­VA­DA PA­RA CO­BER­TU­RA DAS DES­PE­SAS RE­LA­TI­VAS À AMORTIZAÇÃO DE DÍ­VI­DA E FI­NAN­CI­A­MEN­TO DE PRO­JEC­TOS DE IN­VES­TI­MEN­TO EN­TRE O INÍ­CIO DO EXER­CÍ­CIO À APRO­VA­ÇÃO DO OGE

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.