Pro­jo­vem dá cré­di­to a projectos viá­veis

Jornal de Economia & Financas - - Destaque - An­dré Si­bi Ki­kas Ma­cha­do Di­rec­tor na­ci­o­nal do Min­jud

OBan­co de Co­mér­cio e In­dús­tria (BCI) já dis­po­ni­bi­li­zou 3.723.890 mil mi­lhões de kwanzas, no âm­bi­to do pro­gra­ma des­ti­na­do a cré­di­tos pa­ra jo­vens em­pre­en­de­do­res an­go­la­nos (Pro­jo­vem).

A in­for­ma­ção foi avan­ça­da em ex­clu­si­vo ao Jor­nal de Economia & Fi­nan­ças pe­lo di­rec­tor na­ci­o­nal pa­ra Po­lí­ti­ca Ju­ve­nil do Ministério da Ju­ven­tu­de e Des­por­tos, Ki­kas Ma­cha­do, ten­do adi­an­ta­do que, até De­zem­bro de 2017, fo­ram apro­va­dos pe­lo BCI, um to­tal de 226 projectos de in­ves­ti­men­to nas di­fe­ren­tes áre­as da economia em to­do o país, de mo­do a im­pul­si­o­nar o cres­ci­men­to eco­nó­mi­co. Além do BCI, o Ban­co de De­sen­vol­vi­men­to de An­go­la (BDA) e o Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Pe­que­nas e Mé­di­as Em­pre­sas (INAPEM) cer­ti­fi­ca­ram as em­pre­sas.

O Pro­jo­vem foi apro­va­do a 12 de Ja­nei­ro de 2017 pe­las Co­mis­sões Eco­nó­mi­cas e pa­ra Economia Re­al do Con­se­lho de Ministros, e vi­sa fi­nan­ci­ar projectos dos sec­to­res da Ho­te­la­ria e Tu­ris­mo, In­dús­tria, Agri­cul­tu­ra, Pe­cuá­ria, pres­ta­ção de ser­vi­ços, Pes­cas, Tec­no­lo­gi­as de In­for­ma­ção e Co­mu­ni­ca­ção, Co­mér­cio e Em­pre­en­de­do­ris­mo Cul­tu­ral. O fi­nan­ci­a­men­to vai de 100 mil a 400 mi­lhões de kwanzas, a ser re­em­bol­sa­do num pe­río­do de 24 a 84 me­ses.

Com um to­tal de 123 projectos de in­ves­ti­men­to apro­va­dos, Lu­an­da li­de­ra o volume de projectos em cur­so, se­gui­do pe­la pro­vín­cia de Benguela com 28 ini­ci­a­ti­vas, Hu­am­bo, 16, Ma­lan­je e Huí­la com 9 ca­da, de­pois vem a pro­vín­cia do Bié com 5.

As pro­vín­ci­as do Uí­ge, Zai­re, Mo­xi­co e Cu­an­za Sul com qua­tro ini­ci­a­ti­vas apro­va­das. Na pe­núl­ti­ma po­si­ção es­tá a pro­vín­cia de Ca­bin­da com três projectos apro­va­dos e na úl­ti­ma po­si­ção a pro­vín­cia do Cu­an­za Nor­te com uma.

As pro­vín­ci­as do Ben­go, e Cu­ne­ne apa­re­cem na úl­ti­ma po­si­ção com uma ini­ci­a­ti­va ca­da. Sem ne­nhu­ma ini­ci­a­ti­va em­pre­en­de­do­ra es­tão as pro­vín­ci­as do Na­mi­be e Cu­an­do Cu­ban­go.

Ki­kas Ma­cha­do não avan­çou as ra­zões da au­sên­cia de fi­nan­ci­a­men­to a em­pre­sas con­fi­na­das nas pro­vín­ci­as enun­ci­a­das.

Ba­lan­ço

De acor­do com Ki­kas Ma­cha­do, um ano de­pois do seu ar­ran­que em Mar­ço 2017, es­tão em con­di­ções pa­ra se fa­zer o pri­mei­ro ba­lan­ço pe­la Comissão In­ter­mi­nis­te­ri­al que in­te­gra a Ju­ven­tu­de e Des­por­tos e Economia e Pla­ne­a­men­to.

O res­pon­sá­vel mos­trou-se op­ti­mis­ta em re­la­ção às ini­ci­a­ti­vas de em­pre­en­de­do­ris­mo apre­sen­ta­das e acre­di­ta que os jo­vens an­go­la­nos vão dar o seu me­lhor pa­ra dig­ni­fi­car a con­fi­an­ça de­po­si­ta­da pe­lo Es­ta­do.

Pla­no da Ju­ven­tu­de

Ao lon­go da sua ex­pla­na­ção, o res­pon­sá­vel ex­pli­cou que to­das as políticas em cur­so no sec­tor da ju­ven­tu­de constam do Pla­no Na­ci­o­nal da Ju­ven­tu­de que com­pre­en­de 10 pon­tos es­sen­ci­ais. No OGE 2018, o pla­no tem uma ver­ba alo­ca­da de 310.776.465 mi­lhões de kwanzas. Es­tá ain­da em cur­so a ela­bo­ra­ção o Pla­no Na­ci­o­nal da Ju­ven­tu­de do quinqué­nio 2018 -2022.

O pri­mei­ro pon­to, por exem­plo, pri­vi­le­gia a po­lí­ti­ca de em­pre­go, for­ma­ção pro­fis­si­o­nal e apos­ta nas in­ven­ções do jo­vens na vi­da ac­ti­va, as­sim com o apoio à cri­a­ção de mi­cro, pe­que­nas e gran­des em­pre­sas nos di­fe­ren­tes seg­men­tos da economia na­ci­o­nal.

Fa­ci­li­da­des

Além do Pro­jo­vem, o Ministério da Ju­ven­tu­de e Des­por­tos tem vin­do a mo­ni­to­rar o pro­jec­to “Meu Tá­xi” atra­vés do Ins­ti­tu­to An­go­la­no da Ju­ven­tu­de. O pro­jec­to que sur­giu pa­ra im­pul­si­o­nar o em­pre­en­de­do­ris­mo no sec­tor dos Trans­por­tes atri­buiu um to­tal de 130 vi­a­tu­ras aos em­pre­en­de­do­res em Lu­an­da, ten­do ge­ra­do em­pre­go e bem-es­tar a mui­tas fa­mí­li­as an­go­la­nas, sen­do es­te pro­pó­si­to com o qual se per­se­guia, além de fa­ci­li­tar a mo­bi­li­da­de na ca­pi­tal do país. Dois anos de­pois per­to 70 vi­a­tu­ras “Meu Tá­xi” con­ti­nu­am a cir­cu­lar na ca­pi­tal do país.

LU­AN­DA E BENGUELA LI­DE­RAM O VOLUME DE INI­CI­A­TI­VAS DE EM­PRE­EN­DE­DO­RIS­MO FINANCIADAS NO ÂM­BI­TO DO PRO­JO­VEM

EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

Ins­ti­tui­ção ban­cá­ria po­ten­ci­ou pe­que­nas e mé­di­as em­pre­sas li­ga­das aos jo­vens num va­lor to­tal de fi­nan­ci­a­men­to de 3.723.890 mil mi­lhões de kwanzas

MIQUEIAS MACHANGONGO | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.