BNA ven­de di­nhei­ro pa­ra aten­der con­tas em di­vi­sas

As ven­das dos úl­ti­mos cin­co anos em mais de me­ta­de fo­ram à Chi­na

Jornal de Economia & Financas - - Primeira Página -

O BNA con­ce­deu aos ban­cos co­mer­ci­ais um pla­fond de 33 mi­lhões de euros pa­ra que es­tes pos­sam aten­der aos ti­tu­la­res de con­tas ban­cá­ri­as que pos­su­em di­vi­sas de­po­si­ta­das nas res­pec­ti­vas con­tas. A me­di­da re­flec­te re­to­ma da nor­ma­li­da­de.

An­go­la ven­deu 210,1 mil mi­lhões de dó­la­res (180 mil mi­lhões de euros) em bar­ris de pe­tró­leo nos úl­ti­mos cin­co anos, ne­gó­cio ca­da vez mais con­cen­tra­do com a Chi­na, que gas­tou mais de me­ta­de do va­lor to­tal. Se­gun­do um do­cu­men­to do Go­ver­no an­go­la­no, com da­dos do Mi­nis­té­rio dos Re­cur­sos Mi­ne­rais e Pe­tró­leo, des­te mês ci­ta­do pe­la agên­cia no­ti­ci­o­sa Lusa, só a Chi­na com­prou a An­go­la, en­tre 2013 e 2017, um to­tal de 106,6 mil mi­lhões de dó­la­res (90,9 mil mi­lhões de euros) em bar­ris de pe­tró­leo.

Num úni­co ano, em 2013, as ven­das de pe­tró­leo an­go­la­no à Chi­na ele­va­ram-se a um má­xi­mo de 31,7 mil mi­lhões de dó­la­res (27 mil mi­lhões de euros), ten­do des­ci­do pa­ra um mí­ni­mo de 13,9 mil mi­lhões de dó­la­res (11,8 mil mi­lhões de euros) em 2016, de­vi­do à que­bra na co­ta­ção do bar­ril de cru­de no mer­ca­do in­ter­na­ci­o­nal.

A Chi­na é tam­bém, por via de vá­ri­os acor­dos, o mai­or par­cei­ro ex­ter­no de An­go­la.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.