Preço do Brent nos 76 dó­la­res

Na ses­são de quar­ta-feira, as tran­sac­ções es­ti­ve­ram nu­ma al­ta de 0,86% em re­la­ção as do dia an­te­ri­or

Jornal de Economia & Financas - - Petróleo -

O bar­ril do pe­tró­leo Brent pa­ra en­tre­ga em Agosto abriu nes­ta quar­ta-feira em al­ta no mer­ca­do de fu­tu­ros de Lon­dres, co­ta­do a 75,98 dó­la­res, va­ri­a­ção de 0,86% em re­la­ção ao fe­cho da ses­são an­te­ri­or. Na ter­ça-feira, as ne­go­ci­a­ções do Brent, pa­ra en­tre­ga em Agosto, no mer­ca­do de fu­tu­ros de Lon­dres, ne­go­ci­a­ram nos 75,38 dó­la­res nor­te-ame­ri­ca­nos.

Nes­ta semana, os pre­ços do Brent os­ci­la­ram li­gei­ra­men­te pa­ra bai­xo, con­tra­ri­an­do as ten­dên­ci­as an­te­ri­o­res de al­ta, após os Es­ta­dos Uni­dos da Amé­ri­ca te­rem so­li­ci­ta­do à Or­ga­ni­za­ção de Paí­ses Ex­por­ta­do­res de Pe­tró­leo (OPEP) que au­men­tas­sem a quan­ti­da­de de pe­tró­leo dis­po­ní­vel.

A Blo­om­berg avan­çou mes­mo que o go­ver­no nor­te-ame­ri­ca­no pe­diu dis­cre­ta­men­te à Ará­bia Sau­di­ta e ou­tros mem­bros do car­tel que au­men­tas­sem a sua pro­du­ção em um mi­lhão de bar­ris/dia, pa­ra tra­var os pre­ços da ma­té­ria-pri­ma.

Em Nova Ior­que, o West Te­xas In­ter­me­di­a­te (WTI), cai 0,66% pa­ra 64,32 dó­la­res, en­quan­to em Lon­dres, o Brent des­va­lo­ri­za 1,78% pa­ra 73,95 dó­la­res, o va­lor mais bai­xo des­de 8 de Maio.

Pe­ran­te esta su­bi­da das co­ta­ções, a pró­pria Opep ad­mi­tiu re­ver­ter gra­du­al­men­te os cor­tes à pro­du­ção ini­ci­a­dos no iní­cio de 2017, um as­sun­to que es­tá na agenda do en­con­tro do car­tel, em Vi­e­na, mar­ca­do pa­ra 22 e 23 de Junho. O mi­nis­tro sau­di­ta do Pe­tró­leo, Kha­lid Al-Fa­lih, dis­se no mês pas­sa­do que o rei­no par­ti­lha­va da “an­si­e­da­de” dos paí­ses con­su­mi­do­res com os ele­va­dos pre­ços do pe­tró­leo e acres­cen­tou que a Opep e seus ali­a­dos es­ta­vam “in­cli­na­dos” a au­men­tar a pro­du­ção.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.