Em­pre­en­de­do­res an­go­la­nos se­rão for­ma­dos com apoio de Es­pa­nha

Jornal de Economia & Financas - - Empresas -

O Go­ver­no de An­go­la e o Rei­no de Es­pa­nha es­ta­be­le­ce­ram um acor­do de co­o­pe­ra­ção en­tre a ca­sa Áfri­ca, o ins­ti­tu­to de fo­men­to em­pre­sa­ri­al , o Ins­ti­tu­to Su­pe­ri­or Po­li­téc­ni­co In­ter­na­ci­o­nal de An­go­la (Isia) e a fundação Ins­ti­tu­to Ca­ma­rel pa­ra a cri­a­ção e de­sen­vol­vi­men­to de em­pre­sas (YNCYDE) pa­ra a im­ple­men­ta­ção do pro­jec­to de for­ma­ção de for­ma­do­res em em­pre­en­de­do­ris­mo e ges­tão em­pre­sa­ri­al , fi­nan­ci­a­do pe­la União eu­ro­peia.

Se­gun­do um co­mu­ni­ca­do de im­pren­sa que o JE te­ve aces­so, o ob­jec­ti­vo des­se acor­do é fa­ci­li­tar a adap­ta­ção de pro­fis­si­o­nais que en­fren­tam no­vas exi­gên­ci­as la­bo­rais, de­ri­va­das es­pe­ci­al­men­te das ino­va­ções de­cor­ren­tes das no­vas es­tra­té- gi­as , tec­no­lo­gi­as e trans­fe­rên­ci­as de “know how” em for­ma­ção e con­sul­to­ria em­pre­sa­ri­al.

A for­ma­ção, se­gun­do a no­ta, é des­ti­na­da aos es­tu­dan­tes fi­na­lis­tas e re­cém-li­cen­ci­a­dos, nas áre­as de ges­tão de em­pre­sas, ban­ca e se­gu­ros, eco­no­mia e áre­as afins. Os in­te­res­sa­dos de­ve­rão for­ne­cer in­for­ma­ções que pro­vam que têm qua­li­fi­ca­ções re­que­ri­das pa­ra o efei­to. A no­ta sus­ten­ta que, após a for­ma­ção, os can­di­da­tos com apro­vei­ta­men­to de­ve­rão ser con­tra­ta­dos co­mo fun­ci­o­ná­ri­os do ISIA. A for­ma­ção se­rá gra­tui­ta.

A no­ta acres­cen­ta que o re­fe­ri­do acor­do foi es­ta­be­le­ci­do no âm­bi­to dos ob­jec­ti­vos pro­gra­má­ti­cos do Exe­cu­ti­vo pa­ra o sec­tor em­pre­sa­ri­al pri­va­do, plas­ma­do no Pla­no Na­ci­o­nal de For­ma­ção de Qu­a­dros (PNFQ 20132020), que pla­neia as ac­ções que ma­te­ri­a­li­zam a Pro­mo­ção do Em­pre­go e Va­lo­ri­za­ção dos Re­cur­sos Hu­ma­nos Na­ci­o­nais e a For­ma­ção e Ca­pa­ci­ta­ção de Em­pre­en­de­do­res e Em­pre­sá­ri­os.

O pro­to­co­lo de co­o­pe­ra­ção, pre­vê a for­ma­ção de vin­te e cin­co (25) for­ma­do­res no do­mí­nio do em­pre­en­de­do­ris­mo e ges­tão em­pre­sa­ri­al.

O pro­jec­to é de âm­bi­to na­ci­o­nal e des­ti­na-se à for­ma­ção de lí­de­res de as­so­ci­a­ções em­pre­sa­ri­ais, re­pre­sen­tan­tes de Câ­ma­ras de Co­mér­cio e In­dús­tria, re­pre­sen­tan­tes de ins­ti­tui­ções pú­bli­cas e re­pre­sen­tan­tes da co­mu­ni­da­de aca­dé­mi­ca.

Fo­ram sig­na­tá­ri­as do Pro­to­co­lo de Co­o­pe­ra­ção a pre­si­den­te do Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção do IFE Dra. Dal­va Mau­rí­cia Ca­lom­bo Rin­go­te Al­len, o pre­si­den­te do Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção do ISIA Dr. Hen­ri­ques Car­los Quis­so­la, o Di­rec­tor Ge­ral da Ca­sa Áfri­ca Dr. Luís Pa­drón Lopes e o Di­rec­tor Ge­ral da INCYDE Dr. Ja­vi­er Col­la­do Cor­tés.

O pro­gra­ma tem co­mo ob­jec­ti­vo ge­ral pro­por­ci­o­nar e for­mar a equi­pa no uso das fer­ra­men­tas ne­ces­sá­ri­as pa­ra ob­ter um acon­se­lha­men­to in­te­gral pa­ra o Em­pre­en­de­do­ris­mo e For­ta­le­ci­men­to da Ca­pa­ci­da­de Téc­ni­ca das Mi­cro, Pe­que­nas e Mé­di­as Em­pre­sas (MPME) an­go­la­nas.

O re­fe­ri­do pro­to­co­lo tem a du­ra­ção de 8 (oi­to) me­ses com iní­cio na da­ta da sua as­si­na­tu­ra e tér­mi­no a 31 de De­zem­bro de 2018.

EDIÇÕES NO­VEM­BRO

O pro­to­co­lo pre­vê a for­ma­ção de jo­vens no do­mí­nio de ges­tão em­pre­sa­ri­al

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.