TV é um pra­to cheio de USD 240 mi­lhões

A pro­du­ção de TV con­so­me um to­tal de USD 241 mi­lhões dis­po­ni­bi­li­za­dos pelo ór­gão rei­tor do fu­te­bol mun­di­al

Jornal de Economia & Financas - - Futebol - Car­los Cardoso

Ocam­pe­o­na­to do Mun­do da Rús­sia é o mais ca­ro de to­da a his­to­ria da com­pe­ti­ção, com um cus­to to­tal es­ti­ma­do em USD 13 bi­lhões. A FIFA fez um gran­de in­ves­ti­men­to com USD 627 mi­lhões que se­rão des­ti­na­dos à or­ga­ni­za­ção lo­cal, Usd 400 mi­lhões pa­ra pré­mi­os, USD 241 mi­lhões pa­ra a pro­du­ção de TV, usd 209 mi­lhões pa­ra o Pro­gra­ma de Be­ne­fí­ci­os pa­ra Clu­bes, usd 78 mi­lhões pa­ra so­lu­ções de TI, USD 40 mi­lhões pa­ra hos­pe­da­gem de equi­pas e mais USD 353 mi­lhões pa­ra des­pe­sas ex­tras.

De acor­do com es­ti­ma­ti­vas fei­tas com ba­se no der­ra­ma­men­to eco­nó­mi­co fei­to pe­los vi­si­tan­tes in­ter­na­ci­o­nais na com­pe­ti­ção do Bra­sil, es­ti­ma-se que ca­da vi­si- tan­te gas­te en­tre USD 5.000 e USD 8.000 no to­tal du­ran­te o mês de com­pe­ti­ção, ou se­ja, uma es­ti­ma­ti­va de USD 2,5 a USD 4 bi­lhões em en­tra­das de di­nhei­ro pa­ra o país an­fi­trião. No en­tan­to, o in­ves­ti­men­to rus­so pa­re­ce pe­que­no, qu­an­do com­pa­ra­do ao gas­to as­tro­nó­mi­co de USD 200 bi­lhões que o Ca­tar fa­rá pe­la cons­tru­ção de es­tá­di­os, es­tra­das e ou­tras in­fra­es­tru- tu­ras ne­ces­sá­ri­as pa­ra se­di­ar o even­to em 2022.

A ten­dên­cia de au­men­tar o in­ves­ti­men­to fei­to a ca­da Cam­pe­o­na­to do mun­do con­se­cu­ti­vo, já es­tá es­ta­be­le­ci­da há anos, le­van­do os exem­plos mais re­cen­tes em que a Áfri­ca do Sul gas­tou USD 6 bi­lhões pa­ra pre­pa­rar e se­di­ar em 2010, e pa­ra o Bra­sil, o cus­to em de 2014 foi de mais de USD 11 bi­lhões.

DR

A be­la cidade de Mos­co­vo apron­tou-se pa­ra re­ce­ber mi­lhões de tu­ris­tas

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.