Dí­vi­da pú­bli­ca ti­tu­la­da nos Kz 315,9 mil mi­lhões

O re­la­tó­rio da Bol­sa de Dí­vi­da e Va­lo­res de An­go­la (BODIVA) de Ja­nei­ro a Ju­nho mos­tra uma su­bi­da de 10,6 por cen­to na com­pa­ra­ção en­tre os me­ses de Ju­nho e Maio

Jornal de Economia & Financas - - Finanças - Vâ­nia Iná­cio

ADí­vi­da Pú­bli­ca do Es­ta­do, tran­sac­ci­o­na­da no mer­ca­do se­cun­dá­rio de tí­tu­los, du­ran­te os seis pri­mei­ros me­ses des­te ano, foi es­ti­ma­da em 315,9 mil mi­lhões de kwan­zas.

De acor­do com da­dos da Bol­sa de Dí­vi­da e Va­lo­res de An­go­la (BODIVA), que gere o mer­ca­do se­cun­dá­rio, o va­lor das ne­go­ci­a­ções en­tre Maio e Ju­nho re­gis­tou au­men­to de 10,6 por cen­to, re­pre­sen­tan­do um va­lor acu­mu­la­do de 33,5 mil mi­lhões de kwan­zas, com o re­gis­to de mais de 1.200 ne­gó­ci­os.

Re­cen­te­men­te, du­ran­te o Con­gres­so dos Em­pre­sá­ri­os de Lu­an­da, que abor­dou so­bre a Pro­du­ção em An­go­la, o ad­mi­nis­tra­dor exe­cu­ti­vo da Bodiva, Ot­to­ni­el San­tos, dis­se que, até Maio, foi re­gis­ta­do um au­men­to de 76,14 por cen­to, o que re­pre­sen­ta­va um va­lor acu­mu­la­do de Kz 282,34 mil mi­lhões.

O Ban­co de Fomento An­go­la (BFA) foi, no pe­río­do, a ins­ti­tui­ção fi­nan­cei­ra que mais ne­gó- ci­os in­ter­me­di­ou com cer­ca de 1.000, se­gun­do se po­de ver nos da­dos pu­bli­ca­dos na pá­gi­na de in­ter­net da Bodiva. Em Maio, era o Stan­dard Bank a ins­ti­tui­ção que ocu­pa­va o se­gun­do lu­gar nas ne­go­ci­a­ções, mas em Ju­nho foi su­pe­ra­do pe­lo BAI.

Trans­pa­rên­cia

A Bodiva acre­di­ta que com a pu­bli­ca­ção dos re­sul­ta­dos men­sais, bem co­mo a re­a­li­za­ção das tran­sac­ções no Mer­ca­do de Bol­sa de Tí­tu­los do Te­sou­ro (MBTT) e ao per­mi­tir a in­te­rac­ção en­tre to­dos os par­ti­ci­pan­tes do mer­ca­do, além de dar a co­nhe­cer os ter­mos dos ne­gó­ci­os efec­tu­a­dos (pre­ço e qu­an­ti­da­de), con­cor­re-se pa­ra o au­men­to da trans­pa­rên­cia e da con­fi­an­ça dos in­ves­ti­do­res.

A Bodiva é uma en­ti­da­de ges­to­ra cu­jas res­pon­sa­bi­li­da­des pas­sam por as­se­gu­rar a trans­pa­rên­cia, efi­ci­ên­cia e se­gu­ran­ça das tran­sac­ções nos mer­ca­dos re­gu­la­men­ta­dos de va­lo­res mo­bi­liá­ri­os, com o ob­jec­ti­vo de es­ti­mu­lar a par­ti­ci­pa­ção de pe­que­nos in­ves­ti­do­res e a con­cor­rên­cia en­tre to­dos os ope­ra­do­res.

EDIÇÕES NO­VEM­BRO

In­ter­me­di­a­ção ban­cá­ria na Bodiva con­ti­nua a ga­nhar um mai­or pro­ta­go­nis­mo

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.