Nas­ci­men­to de um pla­ne­ta ob­ser­va­do pe­la pri­mei­ra vez

Jornal de Economia & Financas - - Lazer -

Uma equi­pa de as­tró­no­mos li­de­ra­da por in­ves­ti­ga­do­res do Ins­ti­tu­to de As­tro­no­mia Max Planck, na Ale­ma­nha, con­se­guiu, fi­nal­men­te, cap­tar ima­gens ex­tra­or­di­na­ri­a­men­te cla­ras do nas­ci­men­to de um pla­ne­ta.

As ima­gens mos­tram o re­cém-nas­ci­do, bap­ti­za­do de PDS 70b, a rom­per o “dis­co” de gás e po­ei­ra a par­tir do qual se for­mou. O mes­mo fi­ca a cer­ca de três mil mi­lhões de qui­ló­me­tros da sua es­tre­la, a mes­ma dis­tân­cia apro­xi­ma­da en­tre Ura­no e o nos­so Sol.

A tal re­gião es­cu­ra de­ve-se ao uso de um co­ro­ná­gra­fo, um apa­re­lho as­tro­nó­mi­co que faz de más­ca­ra pa­ra blo­que­ar a luz da es­tre­la e per­mi­tir as­sim aos in­ves­ti­ga­do­res de­te­tar os dis­cos em tor­no das es­tre­las jo­vens, on­de nas­cem os pla­ne­tas.

“Até ago­ra, só meia dú­zia de ob­ser­va­ções de­te­te­ram pis­tas de pla­ne­tas be­bés” nes­tes dis­cos, ex­pli­ca Mi­ri­am Kep­pler, que li­de­rou a equi­pa res­pon­sá­vel por es­ta des­co­ber­ta.

As ima­gens fo­ram cap­ta­dos pe­lo Sphe­re, um ins­tru­men­to ca­ça-pla­ne­tas do Very Lar­ge Te­les­co­pe do Ob­ser­va­tó­rio Eu­ro­peu do Sul (ESO na si­gla em in­glês) e as pri­mei­ras ob­ser­va­ções su­ge­rem que o PDS 70 é um pla­ne­ta ga­so­so gi­gan­te, com uma mas­sa pou­co in­fe­ri­or à de Jú­pi­ter e uma tem­pe­ra­tu­ra à su­per­fí­cie que ron­da os 1.000°C (mui­to mais quen­te do que qual­quer pla­ne­ta no nos­so sis­te­ma so­lar).

DR

No­vo pla­ne­ta foi bap­ti­za­do de PDS 70b

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.