La­bo­ra­tó­ri­os são cri­a­dos pa­ra re­cu­pe­rar os so­los

Os pro­jec­tos se­rão cons­truí­dos em Lu­an­da, Huí­la e Cu­an­za Sul e po­de­rão con­tri­buir pa­ra au­men­tar a pro­du­ção agro-ali­men­tar

Jornal de Economia & Financas - - Primeira Página - An­dré Si­bi

Apar­tir do pró­xi­mo ano, os Mi­nis­té­ri­os dos Re­cur­sos Mi­ne­rais e Pe­tró­leo em par­ce­ria com o da Agricultura e Flo­res­tas vão cons­truir três la­bo­ra­tó­ri­os nas províncias de Lu­an­da, Huí­la e Cu­an­za Sul pa­ra as­se­gu­rar a ava­li­a­ção e cer­ti­fi­ca­ção do cal­cá­rio do­lo­mí­ti­co, des­ti­na­do pa­ra a re­cu­pe­ra­ção e es­ta­bi­li­za­ção dos so­los em An­go­la.

Em de­cla­ra­ções à im­pren­sa, em Lu­an­da, no fi­nal do workshop so­bre o “Uso de cal­cá­rio do­lo­mí­ti­co pa­ra a re­cu­pe­ra­ção e es­ta­bi­li­za­ção dos so­los de An­go­la”, o di­rec­tor Na­ci­o­nal de Re­cur­sos Mi­ne­rais, An­dré Bu­ta, ga­ran­tiu que no fu­tu­ro não ha­ve­rá pro­ble­mas com re­la­ção a ava­li­a­ção do pro­du­to, com a ins­ta­la­ção des­tas in­fra-es­tru­tu­ras de­vi­da­men­te equi­pa­das, pa­ra re­for­çar o exis­ten­te na fa­cul­da­de de Ciências da Uni­ver­si­da­de Agos­ti­nho Ne­to, sem ca­pa­ci­da­de pa­ra res­pon­der a de­man­da.

De acor­do com An­dré Bu­ta o uso do cal­cá­rio do­lo­mí­ti­co po­de fa­ci­li­tar a re­cu­pe­ra­ção e es­ta­bi­li­za­ção dos so­los, ten­do as­se­gu­ra­do que o pro­du­to é na­tu­ral e “não con­tém adi­ti­vos”.

“Uma vez apli­ca­do no so­lo, o fertilizante cor­ri­ge e do­bra os ní­veis de pro­du­ção na agricultura”, ga­ran­tiu.

A des­co­ber­ta des­te fertilizante re­sul­ta da pa­ra­li­sa­ção das obras no sec­tor da cons­tru­ção de es­tra­das, em vir­tu­de da cri­se que se re­gis­ta des­de 2014.

O con­tex­to obri­gou as em­pre­sas do sec­tor, a emi­grar pa­ra o seg­men­to da agricultura e uti­li­zar este iner­te pa­ra a pro­du­ção agrá­ria e os re­sul­ta­dos são sa­tis­fa­tó­ri­os.

Ques­ti­o­na­do so­bre os ní­veis de pro­du­ção do pro­du­to no país, An­dré Bu­ta ex­pli­cou que ac­tu­al­men­te não exis­tem in­di­ca­do­res fiá­veis, pois as 22 em­pre­sas que ex­plo­ram o pro­du­to aplicam pa­ra a cons­tru­ção de es­tra­das, ex­cep­to uma em­pre­sa cer­ti­fi­ca­da pa­ra o efei­to, no ra­mo da agricultura.

Es­ta­bi­li­za­ção dos so­los

Por sua vez o mi­nis­tro dos Re­cur­sos Mi­ne­rais Di­a­man­ti­no de Aze­ve­do, que ori­en­tou o en­con­tro, su­bli­nhou que o even­to te­ve co­mo ob­jec­ti­vo di­vul­gar a uti­li­za­ção do cal­cá­rio do­lo­mí­ti­co na re­cu­pe­ra­ção e es­ta­bi­li­za­ção dos so­los em An­go­la.

Ga­ran­tiu que já fo­ram iden­ti­fi­ca­das as zo­nas com po­ten­ci­al des­ta ro­cha, e o Go­ver­no vai in­cen­ti­var a sua ex­plo­ra­ção, as­sim co­mo a uti­li­za­ção efec­ti­va pa­ra es­ti­mu­lar os ní­veis de pro­du­ção ali­men­tar no país.

Por sua vez a en­ge­nhei­ra florestal Fernanda Me­dei­ros, in­di­cou que An­go­la po­de du­pli­car os ní­veis de pro­du­ção ali­men­tar nos pró­xi­mos anos, se apos­tar na uti­li­za­ção efec­ti­va des­te fertilizante.

Pa­ra a es­pe­ci­a­lis­ta o su­ces­so pas­sa por uma es­tra­té­gia con­jun­ta en­tre os Mi­nis­té­ri­os dos Re­cur­sos Mi­ne­rais e Pe­tró­le­os, Agricultura e Flo­res­tas bem co­mo os in­ves­ti­ga­do­res da Uni­ver­si­da­de Agos­ti­nho Ne­to.

Se­gun­do a es­pe­ci­a­lis­ta, o Bra­sil re­gis­tou bons in­di­ca­do­res com apli­ca­ção des­tes fer­ti­li­zan­tes na agricultura fa­mi­li­ar e An­go­la “não se­rá uma ex­cep­ção”.

Ní­veis de pro­du­ção

O co­or­de­na­dor da co­o­pe­ra­ti­va “Boa Es­pe­ran­ça” da pro­vín­cia do Bié, Afon­so Oliveira, ga­ran­tiu que na fa­zen­da que di­ri­ge, com a apli­ca­ção do cal­cá­rio do­lo­mí­ti­co os ní­veis de pro­du­ção cres­ce­ram de 800 to­ne­la­das por hec­ta­re pa­ra 3.500 de pro­du­tos di­ver­sos.

Ac­tu­al­men­te, o pre­ço de um sa­co de 50 qui­lo­gra­mas de di­fe­ren­tes fer­ti­li­zan­tes ronda os cin­co mil kwanzas.

UMA VEZ APLI­CA­DO NO SO­LO, O FERTILIZANTE COR­RI­GE E DO­BRA OS NÍ­VEIS DE PRO­DU­ÇÃO NA AGRICULTURA

DR

Já fo­ram iden­ti­fi­ca­das as zo­nas com po­ten­ci­al da ro­cha e o Go­ver­no an­go­la­no vai in­cen­ti­var a sua ex­plo­ra­ção

CONTREIRAS PIPA | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

Di­rec­tor Na­ci­o­nal de Re­cur­sos Mi­ne­rais

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.