An­go­la quer ope­ra­ci­o­na­li­zar in­ves­ti­men­to nor­te-ame­ri­ca­no

Mi­nis­tro do Co­mér­cio Jof­fre Van-Dú­nem Jú­ni­or man­te­ve con­ver­sa­ções em Lu­an­da com a de­le­ga­ção de con­gres­sis­tas dos EUA pa­ra o re­for­ço das re­la­ções co­mer­ci­ais

Jornal de Economia & Financas - - Empresas - Pe­dro Pe­ter­son

An­go­la quer ope­ra­ci­o­na­li­zar os acor­dos bi­la­te­rais no sec­tor do co­mér­cio com os Es­ta­dos Uni­dos da Amé­ri­ca com vis­ta a au­men­tar o in­ves­ti­men­to nor­te-ame­ri­ca­no no país, so­bre­tu­do nos do­mí­ni­os da agri­cul­tu­ra, tu­ris­mo e nos trans­por­tes.

Pa­ra a ma­te­ri­a­li­za­ção dos ob­jec­ti­vos, o mi­nis­tro do co­mér­cio, Jof­fre Van-Dú­nem, já no âm­bi­to do re­for­ço da co­o­pe­ra­ção bi­la­te­ral en­tre An­go­la e os Es­ta­dos Uni­dos da Amé­ri­ca (EUA), re­ce­beu es­ta se­ma­na, em Lu­an­da, uma co­mi­ti­va de con­gres­sis­tas nor­te-ame­ri­ca­nos.

Se­gun­do uma no­ta de im­pren­sa a que o JE te­ve aces­so, os dois paí­ses vão ru­bri­car vá­ri­os acor­dos pa­ra que a pre­sen­ça de empresários nor­te-ame­ri­ca­nos se­ja mais no­tá­vel em vá­ri­os sectores pro­du­ti­vos na­ci­o­nal.

A de­le­ga­ção ame­ri­ca­na che­fi­a­da pe­la em­bai­xa­do­ra em An­go­la, Ni­na Ma­ria Fi­te, e o pre­si­den­te do Con­se­lho Ju­rí­di­co do Con­gres­so do Es­ta­do de Vir­gí­nia, Bob Light, pre­ten­de aus­cul­tar to­dos os sectores da so­ci­e­da­de e sa­ber, em fun­ção do pla­no de ne­ces­si­da­des de ca­da um, co­mo po­dem apoiá-los, no que to­ca a in­ter­câm­bi­os co­mer­ci­ais.

O mi­nis­tro do co­mér­cio Jof­fre Van-Dú­nem dis­se à saí­da do en­con­tro com os re­pre­sen­tan­tes nor­te-ame­ri­ca­nos, que “há ne­ces­si­da­de de se ope­ra­ci­o­na­li­zar as po­ten­ci­a­li­da­des bi­la­te­rais pa­ra in­cre­men­tar as tro­cas co­mer­ci­ais

AN­GO­LA ES­TÁ A CRI­AR UM NO­VO AM­BI­EN­TE DE NE­GÓ­CI­OS PA­RA A ATRAC­ÇÃO DE MAIS IN­VES­TI­MEN­TO EX­TER­NO

fo­ra do sec­tor do pe­tró­leo e gás. A área em que po­dem co­la­bo­rar é vas­ta mas con­vém pri­o­ri­zar-se a Edu­ca­ção, a Agri­cul­tu­ra, o Tu­ris­mo e os Trans­por­te”, dis­se Jof­fre Van-Dú­nem.

O go­ver­nan­te acres­cen­tou que “An­go­la es­tá a cri­ar um no­vo am­bi­en­te de ne­gó­ci­os, por is­so há uma nova lei da con­cor­rên­cia e do in­ves­ti­men­to pri­va­do, ten­do si­do cri­a­do tam­bém o co­mi­té de fa­ci­li­ta­ção do co­mér­cio e, no âm­bi­to do “doing bu­si­ness, a in­ten­ção de An­go­la é su­bir 15 lu­ga­res”.

No âm­bi­to da co­o­pe­ra­ção, além do co­mér­cio e in­ves­ti­men­to, An­go­la con­ta com os EUA na área de as­sis­tên­cia téc­ni­ca e fi­nan­ci­a­men­to de pe­que­nas e mé­di­as em­pre­sas, pe­lo que au­gu­ra me­lho­res opor­tu­ni­da­des de ne­gó­cio, quer pa­ra os ame­ri­ca­nos em An­go­la, quer pa­ra os an­go­la­nos nos Es­ta­dos Uni­dos.

No pas­sa­do mês de Ju­lho, An­go­la par­ti­ci­pou na reunião es­tra­té­gi­ca do con­se­lho de ad­mi­nis­tra­ção do Cen­tro de Ne­gó­ci­os Es­ta­dos Uni­dos- Áfri­ca, re­a­li­za­da na Áfri­ca do Sul.

O ob­jec­ti­vo da reunião foi iden­ti­fi­car as me­di­das que per­mi­ti­rão re­mo­ver as bar­rei­ras ao In­ves­ti­men­to dos Es­ta­dos Uni­dos da Amé­ri­ca no con­ti­nen­te afri­ca­no e alar­gar a ba­se de mem­bros da or­ga­ni­za­ção às mi­cro, pe­que­nas e mé­di­as em­pre­sas, de mo­do a dis­se­mi­nar par­ce­ri­as, “know how”, fi­nan­ci­a­men­to e tec­no­lo­gia dos EUA por to­da a Áfri­ca.

O Cen­tro de Ne­gó­ci­os é um or­ga­nis­mo da mai­or or­ga­ni­za­ção de ne­gó­ci­os do mun­do, a Câ­ma­ra de Co­mér­cio dos EUA, fun­da­da em 1915 pe­lo Pre­si­den­te Wil­li­am Taft. Com se­de em Washing­ton, a Câ­ma­ra de Co­mér­cio dos Es­ta­dos Uni­dos é a Câ­ma­ra Mãe das Câ­ma­ras de Co­mér­cio es­ta­du­ais e regionais e es­tá pre­sen­te em mais de 116 paí­ses, 19 dos quais em Áfri­ca. As fi­li­ais da Câ­ma­ra de Co­mér­cio dos Es­ta­dos Uni­dos as­su­mem a de­sig­na­ção de AmChams ( Ca­ma­ras de Co­mér­cio dos Es­ta­dos Uni­dos).

Com a pro­cla­ma­ção a 23 de Agos­to de 2017 da Am­cham-An­go­la, An­go­la foi o úl­ti­mo país a re­ce­ber uma Câ­ma­ra de Co­mér­cio Ame­ri­ca­na (Am­cham_ An­go­la) Or­ga­ni­za­ção fun­da­da pe­la Co­mu­ni­da­de de ne­gó­ci­os Ame­ri­ca­na em An­go­la.

JOÃO GO­MES | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

Jof­fre Van-Dú­nem es­tá op­ti­mis­ta nu­ma boa re­la­ção com os ame­ri­ca­nos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.