“Re­gres­sar só se for para ser cam­peão”

Jornal dos Desportos - - FUTEBOL - PC

O téc­ni­co an­go­la­no re­si­den­te na Inglaterra não fe­cha por­tas a uma no­va opor­tu­ni­da­de no Gi­ra­bo­la. Da­vid Di­as afir­ma es­tar sem­pre dis­po­ní­vel para abra­çar no­vas opor­tu­ni­da­des e ex­pe­ri­ên­ci­as, mas as­se­gu­ra que es­ta­ria mui­to mais dis­pos­to a um pro­jec­to am­bi­ci­o­so e fo­ca­do no tí­tu­lo.

"Vol­tar a trei­nar no Gi­ra­bo­la? Ain­da não pen­sei nis­so. mas se ti­ves­se de re­gres­sar, só se for para ser cam­peão.

Gos­ta­va mui­to de es­tar li­ga­do a um pro­jec­to que es­ti­ves­se fo­ca­do na con­quis­ta do tí­tu­lo. Sou um trei­na­dor tam­bém am­bi­ci­o­so e gos­to de ser cam­peão", con­fes­sou Da­vid Di­as.

"Sei que ser cam­peão em An­go­la não é fá­cil, mas es­ta­ria mui­to mais sa­tis­fei­to se vi­es­se um convite de um clu­be can­di­da­to ao tí­tu­lo. Pen­so ser jus­to acre­di­tar que es­tan­do num 'clu­be gran­de' as hi­pó­te­se de eu ser cam­peão se­ri­am mai­o­res", acres­cen­tou.

An­tes de fi­na­li­zar, Da­vid Di­as fez ques­tão de re­cor­dar a sua pas­sa­gem pe­lo Pro­gres­so do Sam­bi­zan­ga, a úl­ti­ma equi­pa que ori­en­tou no Gi­ra­bo­la, de­pois do Re­cre­a­ti­vo da Caá­la e San­tos FC. O trei­na­dor ga­ran­te ter vi­vi­do uma ex­ce­len­te ex­pe­ri­ên­cia e agra­de­ce a for­ma ca­ri­nho­sa e pro­fis­si­o­nal co­mo foi tra­ta­do pe­los di­ri­gen­tes e jo­ga­do­res do clu­be.

NUNO FLASH | EDIÇÕES NOVEMBRO

Da­vid Di­as te­ve já pas­sa­gens as­si­na­lá­veis à fren­te do Caá­la e do Pro­gres­so do Sam­bi­zan­ga

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.