Lan­ce Stroll es­tá em­pol­ga­do

Jornal dos Desportos - - MODALIDADES -

Lan­ce Stroll afir­mou, que não se dei­xa aba­ter, pe­la sé­rie de aban­do­nos nos três pri­mei­ros gran­des pré­mi­os da ain­da cur­ta car­rei­ra, na Fórmula 1. Na Aus­trá­lia, o mais jo­vem pi­lo­to da gre­lha foi obri­ga­do a "en­cos­tar", de­vi­do a pro­ble­mas de tra­vões, en­quan­to que na Chi­na e no Bah­rein, te­ve de de­sis­tir na sequên­cia de aci­den­tes. A Wil­li­ams es­tá de­se­jo­sa que Stroll co­me­ce a con­cluir cor­ri­das, co­mo for­ma de re­lan­çar a cam­pa­nha, no Cam­pe­o­na­to do Mun­do de Cons­tru­to­res. O jo­vem ca­na­di­a­no tem de "dar a vol­ta por cima", em vez de ir­ri­tar-se com o que lhe acon­te­ceu, de mo­do a con­cen­trar-se em fa­zer me­lhor o seu tra­ba­lho, da pró­xi­ma vez. “É frus­tran­te, mas não te­nho ou­tra es­co­lha – te­nho de es­que­cer. Não há na­da que pos­sa fa­zer, em re­la­ção ao que me acon­te­ceu. Te­nho ape­nas de con­cen­trar-me e ‘dar a vol­ta’”, ad­mi­tiu Stroll. “A (F1) é 90 por cen­to men­tal. E, se não so­mos men­tal­men­te ca­pa­zes de ul­tra­pas­sar as coi­sas, en­tão es­ta­mos no des­por­to er­ra­do. Se­ria ri­dí­cu­lo, se ago­ra fos­se de­sis­tir ao fim de três cor­ri­das na F1”, re­co­nhe­ce Lan­ce Stroll. “Ti­ve fal­ta de sor­te. Em re­la­ção aos pro­ble­mas de tra­vões, na Aus­trá­lia, não ha­via na­da que pu­des­se fa­zer. Na Chi­na, foi uma da­que­las coi­sas que acon­te­cem nas cor­ri­das, e no Bah­rein foi mui­to azar. Tão sim­ples qu­an­to is­so”, ana­li­sa o jo­vem ca­na­di­a­no. “Mas não pos­so dis­cu­tir is­so, não pos­so olhar pa­ra is­so, de uma for­ma ne­ga­ti­va. Te­mos de ver o la­do me­lhor. Há mui­tas coi­sas po­si­ti­vas a re­ti­rar das pri­mei­ras cor­ri­das, e coi­sas on­de há que me­lho­rar, por is­so, sei que es­tou a me­lho­rar em ca­da cor­ri­da”, re­co­nhe­ce Stroll. “Ain­da há uma lon­ga tem­po­ra­da pe­la fren­te, e ain­da nem se­quer com­pe­ti­mos na Eu­ro­pa, que de­ve ser mais fá­cil pa­ra mim, pois tra­tam­se de pis­tas on­de já cor­ri, nou­tras dis­ci­pli­nas. Mas ago­ra es­tou con­cen­tra­do em fa­zer uma cor­ri­da de ca­da vez, frus­tra­do pe­lo que acon­te­ceu no do­min­go, mas sem es­tar sem­pre a pen­sar nis­so”, re­ma­tou o pi­lo­to da Wil­li­ams.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.