GO­LE­A­DA À MO­DA ANTIGA

O Re­cre­a­ti­vo do Li­bo­lo não te­ve on­tem, em Ca­lu­lo, com­pai­xão com o JGM do Hu­am­bo a qu­em ven­ceu co­pi­o­sa­men­te por 6-0, em jo­go de com­ple­men­to à no­na jor­na­da do Gi­ra­bo­la Zap. Com es­te re­sul­ta­do a equi­pa do Cu­an­za Sul as­cen­deu pa­ra a quin­ta po­si­ção da clas­si­fi

Jornal dos Desportos - - PORTADA - PE­DRO AU­GUS­TO

ORe­cre­a­ti­vo do Li­bo­lo não te­ve on­tem, em Ca­lu­lo, com­pai­xão do ca­loi­ro JGM do Hu­am­bo. No jo­go que mar­cou o seu re­gres­so ao Gi­ra­bo­la Zap, de­pois da pro­e­za afri­ca­na, o te­tra­cam­peão na­ci­o­nal go­le­ou o ad­ver­sá­rio por seis bo­las sem resposta.

Se a go­le­a­da não me­re­ce con­tes­ta­ção, da­da a com­pe­tên­cia evi­den­ci­a­da pe­lo Li­bo­lo no du­e­lo, o mes­mo não se po­de di­zer do re­sul­ta­do, pois os co­man­da­dos de Vaz Pin­to ti­ve­ram opor­tu­ni­da­des pa­ra fa­zer his­tó­ria. Por is­so, ca­so a equi­pa de Ca­lu­lo ven­ces­se por uma de­ze­na ou mais go­los, não cons­ti­tui­ria es­cân­da­lo.

O vo­lun­ta­ri­o­so Cel­so Bar­ros te­ve o pri­vi­lé­gio em abrir a "au­to es­tra­da" que le­vou o Li­bo­lo à go­le­a­da so­bre o JGM. Um re­sul­ta­do que che­gou a ser pou­co no pri­mei­ro tem­po, aten­den­do a qua­li­da­de de jo­go e as inú­me­ras opor­tu­ni­da­des cri­a­das pe­los do­nos da ca­sa.

O in­ter­va­lo aca­bou por ter efei­tos po­si­ti­vos pa­ra o Li­bo­lo, pois a equi­pa aca­bou por cor­ri­gir a fra­ca pon­ta­ria de­mons­tra­da na pri­mei­ra me­ta­de do jo­go ao marcar cin­co, com Pai­zi­nho, aos 78´e 82, a ser o do­no da bo­la nes­sa eta­pa do es­pec­tá­cu­lo.Con­tu­do, an­tes do "bis" do an­ti­go avan­ça­do do Caá­la, o ex­tre­mo Nan­di­nho e o avan­ça­do Fa­brí­cio tra­ta­ram por au­men­tar o mar­ca­dor a fa­vor do Re­cre­a­ti­vo do Li­bo­lo, go­los que re­for­ça­ram a ten­dên­cia dos li­bo­len­ses em che­gar à go­le­a­da, aliás, co­mo acon­te­ceu.

O sex­to go­lo dos li­bo­len­ses te­ve a as­si­na­tu­ra de De­pai­zo, nu­ma jo­ga­da de in­sis­tên­cia, após uma de­fe­sa in­com­ple­ta Man­dan­da, guar­da-re­des que esteve mal no de­sa­fio, in­clu­si­ve che­gou a "ofe­re­cer" um ten­to ao ata­can­te Pai­zi­nho. An­tes des­te go­lo, as coi­sas com­pli­ca­ram-se pa­ra o JGM do Hu­am­bo, de­vi­do a ex­pul­são de Ra­fa por acu­mu­la­ção de car­tões ama­re­lo. O ár­bi­tro Air­ton Car­me­li­no, es­co­lhi­do pa­ra api­tar o du­e­lo de acer­to da 9ª jor­na­da do cam­pe­o­na­to, re­a­li­zou um tra­ba­lho acei­tá­vel. Ti­ran­do du­as si­tu­a­ções em que de­ve­ria fa­zer vin­car a dis­ci­pli­na, esteve cer­to no ajui­za­men­to das si­tu­a­ções.

O vo­lun­ta­ri­o­so Cel­so Bar­ros te­ve o pri­vi­lé­gio em abrir a "au­to es­tra­da" que le­vou o Li­bo­lo à go­le­a­da so­bre o JGM

Te­tra­cam­peão na­ci­o­nal fez jus ao fa­vo­ri­tis­mo no du­e­lo de on­tem no estádio de Ca­lu­lo

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.