Ca­sas acre­di­ta na re­vi­ra­vol­ta

Clu­be Cen­tral das For­ças An­go­la­nas es­tá em des­van­ta­gem nas mei­as-fi­nais (94-83)

Jornal dos Desportos - - MODALIDADES - ME­LO CLE­MEN­TE

Otéc­ni­co prin­ci­pal do 1º de Agos­to, Ri­card Ca­sas, acre­di­ta que a sua agre­mi­a­ção po­de­rá anu­lar a van­ta­gem do Re­cre­a­ti­vo do Li­bo­lo(94-83), a fim de marcar pre­sen­ça na fi­nal da 33ª edi­ção da Ta­ça de An­go­la de bas­que­te­bol em se­ni­o­res mas­cu­li­nos. O es­pa­nhol te­ceu es­tas con­si­de­ra­ções ter­ça-fei­ra, no fi­nal da par­ti­da, em que a sua ra­pa­zi­a­da foi ver­ga­da pe­los li­bo­len­ses, por cla­ros 94-83, em ple­no Pavilhão do Dre­am Spa­ce, em Vi­a­na.

"Ho­je (ter­ça-fei­ra), in­fe­liz­men­te, vol­ta­mos a co­me­ter inú­me­ros er­ros, prin­ci­pal­men­te, no ca­pí­tu­lo de­fen­si­vo e aca­ba­mos por per­der a par­ti­da por on­ze pon­tos de di­fe­ren­ça. Va­mos apro­vei­tar os pró­xi­mos di­as pa­ra cor­ri­gir­mos os er­ros que co­me­te­mos. Es­ta­mos cons­ci­en­tes das di­fi­cul­da­des que va­mos en­con­trar na se­gun­da "mão" por­que o Li­bo­lo é sem som­bras de dú­vi­das uma das me­lho­res equi­pas da ac­tu­a­li­da­de. Creio que os on­ze pon­tos são per­fei­ta­men­te su­pe­rá­veis e tu­do fa­re­mos pa­ra as­se­gu­rar o pas­se de aces­so à fi­nal da 33ª edi­ção da Ta­ça de An­go­la", as­se­ve­rou.

Ape­sar de li­de­rar o ran­king de con­quis­tas a ní­vel da Ta­ça de An­go­la, so­man­do nes­ta al­tu­ra 13 tro­féus, con­tra 12 do ar­qui-ri­val, Atlé­ti­co Pe­tró­le­os de Lu­an­da, o Clu­be Cen­tral das For­ças An­go­la­nas es­tá de je­jum há dois anos, pe­río­do em que o Re­cre­a­ti­vo do Li­bo­lo tem man­ti­do o cep­tro em sua pos­se.

De­pois de ter fra­cas­sa­do pe­lo se­gun­do ano con­se­cu­ti­vo na fa­se fi­nal da Ta­ça dos Clu­bes Cam­peões Afri­ca­nos da "bo­la ao ces­to", o téc­ni­co es­pa­nhol ao ser­vi­ço da equi­pa ru­bro ne­gra não es­con­deu o de­se­jo de ar­re­ba­tar o pri­mei­ro troféu da tem­po­ra­da 2016/2017.

“Te­re­mos que ser mais for­tes em nos­sa ca­sa se qui­ser­mos atin­gir a fi­nal”.

"Te­re­mos que ser mais for­tes em nos­sa ca­sa se qui­ser­mos atin­gir a fi­nal e, con­se­quen­te­men­te , ven­cer o nos­so pri­mei­ro troféu da épo­ca des­por­ti­va 2016/2017", al­vi­trou o téc­ni­co mi­li­tar. Ques­ti­o­na­do so­bre a ma­ra­to­na de jo­gos a que es­tão a ser sub­me­ti­dos nes­ta fa­se de épo­ca, com jo­gos da Ta­ça de An­go­la e do Cam­pe­o­na­to Na­ci­o­nal, Ri­card Ca­sas mos­trou-se in­di­fe­ren­te.

"Os jo­ga­do­res aca­bam por atin­gir a for­ma des­por­ti­va em fun­ção do mai­or nú­me­ro de jo­gos que dis­pu­tam e acre­di­to que nes­te ca­pí­tu­lo não te­mos ra­zões de quei­xa", as­se­ve­rou o téc­ni­co cam­peão na­ci­o­nal da "bo­la ao ces­to". Mi­li­ta­res e li­bo­len­ses já se de­fron­ta­ram na pre­sen­te épo­ca des­por­ti­va por nove oca­siões, ten­do o Clu­be Cen­tral das For­ças An­go­la­nas con­sen­ti­do oi­to de­sai­res, con­tra ape­nas um des­li­ze dos li­bo­len­ses.

Na ou­tra meia-fi­nal, o Gru­po De­por­ti­vo In­ter­clu­be ci­lin­drou a si­mi­lar do Atlé­ti­co Sport Avi­a­ção (ASA), por ex­pres­si­vos 88-59.

En­tre­tan­to, os olhos es­tão ago­ra vi­ra­dos pa­ra ar­ran­que do playoff dos quar­tos-de-fi­nal da 39ª edi­ção do Cam­pe­o­na­to Na­ci­o­nal de bas­que­te­bol em se­ni­o­res mas­cu­li­nos, vul­go BIC Basket, mar­ca­do pa­ra es­te fim de se­ma­na, nas mais di­fe­ren­tes qua­dras da ca­pi­tal do país, Lu­an­da.

Téc­ni­co quer mais ati­tu­de dos seus pu­pi­los na par­ti­da da se­gun­da "mão" que es­tá apra­za­da pa­ra a pró­xi­ma ter­ça-fei­ra

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.