PALANCAS SOBEM UMA POSIÇÃO

Lis­ta on­tem di­vul­ga­da tem a Selecção Ale­ma­nha na pri­mei­ra posição

Jornal dos Desportos - - PORTADA -

Angola su­biu um lu­gar no ranking in­ter­na­ci­o­nal da FIFA e ago­ra ocu­pa a 37ª posição, nu­ma lis­ta que vol­tou a ter a Ale­ma­nha co­mo no­vo lí­der, des­tro­nan­do o Bra­sil que pas­sou para se­gun­do lu­gar, de acor­do com a úl­ti­ma lis­ta di­vul­ga­da on­tem. Ca­bo Ver­de é o país afri­ca­no de lín­gua por­tu­gue­sa me­lhor po­si­ci­o­na­do, de­pois do sal­to de 47 lu­ga­res que deu, de 114.º para 67, à fren­te da Gui­né-Bis­sau (94º), Mo­çam­bi­que (108.º) e São To­mé e Prín­ci­pe (176.º).

Na lis­ta, ne­nhum país afri­ca­no cons­ta no to­po-20, e o Egip­to apa­re­ce co­mo o me­lhor afri­ca­no po­si­ci­o­na­do, na 30ª posição, es­tan­do a Tu­ní­sia lo­go a se­guir.

A selecção por­tu­gue­sa, cam­peã eu­ro­peia de fu­te­bol, igua­lou a sua me­lhor clas­si­fi­ca­ção no ‘ranking’ da FIFA, ao su­bir ao ter­cei­ro lu­gar da hi­e­rar­quia mun­di­al, que vol­tou a ser li­de­ra­da pe­la cam­peã mun­di­al Ale­ma­nha.

Por­tu­gal, que já ti­nha atin­gi­do o ter­cei­ro lu­gar do "ranking" da FIFA em 2010, 2012 e 2014, su­biu três po­si­ções no es­pa­ço de um mês, uma vez que ocu­pa­va o sex­to pos­to, mas con­ti­nua mui­to lon­ge dos dois pri­mei­ros po­si­ci­o­na­dos, a Ale­ma­nha e o Bra­sil.

A selecção sul-ame­ri­ca­na, que na clas­si­fi­ca­ção an­te­ri­or ti­nha de­sa­lo­ja­do a Ale­ma­nha do co­man­do, foi ago­ra ul­tra­pas­sa­da pe­los ger­mâ­ni­cos, num ‘ranking’ em que to­dos os paí­ses do ‘top-10’ mu­da­ram de posição, mas não se re­gis­tou qual­quer en­tra­da nova nos 10 pri­mei­ros co­lo­ca­dos.

Por­tu­gal su­pe­rou a Ar­gen­ti­na, vi­ce-cam­peã mun­di­al, que caiu de ter­cei­ra para quar­ta, a Suí­ça, pro­ta­go­nis­ta da mai­or que­da no gru­po da fren­te, de quar­ta para sé­ti­ma, e a Po­ló­nia, que des­ceu um lu­gar, para sex­ta.

Em sen­ti­do con­trá­rio, a Bél­gi­ca su­biu qua­tro po­si­ções, de no­na para quin­ta, en­quan­to a Fran­ça fez um per­cur­so as­cen­den­te me­nos pro­nun­ci­a­do, de 10.ª para oi­ta­va, ao con­trá­rio de du­as se­lec­ções sul-ame­ri­ca­nas, o Chi­le (sé­ti­mo para no­no) e a Colôm­bia (oi­ta­va para 10.ª). Se a clas­si­fi­ca­ção se man­ti­ver inal­te­ra­da até Ou­tu­bro, a Eu­ro­pa te­rá seis dos oi­to ca­be­ças de sé­rie para a fa­se final do Mun­di­al2018, uma vez que a Rús­sia, ape­sar de ocu­par o 64.º lu­gar, tem di­rei­to a es­se es­ta­tu­to na qua­li­da­de de país an­fi­trião. O Irão, trei­na­do pe­lo por­tu­guês Car­los Qu­ei­roz, é o me­lhor re­pre­sen­tan­te asiá­ti­co, ape­sar de ter des­ci­do de 24.º para 25.º, en­quan­to o Bur­ki­na Fa­so, ori­en­ta­do pe­lo por­tu­guês Paulo Du­ar­te, des­ceu de 47.º para 49.º.

Angola aos pou­cos con­ti­nua a su­bir no ranking in­ter­na­ci­o­nal VIGAS DA PURIFICAÇÃO | EDIÇÕES NOVEMBRO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.