PETRO SO­FRE MAS VEN­CE ACADÉMICA

Car­li­nhos aos 28 mi­nu­tos a pas­se de Job inau­gu­rou o mar­ca­dor di­an­te da Académica do Lo­bi­to

Jornal dos Desportos - - PORTADA - VALÓDIA KIAMBATA

Com uma Académica bas­tan­te afoi­ta, di­nâ­mi­ca e or­ga­ni­za­da, o Petro de Lu­an­da te­ve de se em­pe­nhar pa­ra al­can­çar uma vi­tó­ria, por 4-2, e vol­tar a co­lo­car-se, à con­di­ção, na li­de­ran­ça da ta­be­la clas­si­fi­ca­ti­va do Gi­ra­bo­la2017.

Num jo­go equi­li­bra­do os do­nos da ca­sa, os pe­tro­lí­fe­ros obri­ga­dos a ven­cer pa­ra se man­te­rem na lu­ta pe­lo tí­tu­lo, mar­ca­ram pri­mei­ro por in­ter­mé­dio de Car­li­nhos aos 28 mi­nu­tos, que cor­res­pon­deu de me­lhor ma­nei­ra um pon­ta­pé de can­to co­bra­do por Job.

A re­ac­ção dos lo­bi­tan­gas não tar­dou. Seis mi­nu­tos de­pois Chi­ló repôs a igual­da­de num re­ma­te fo­ra da área, con­tan­do com o des­vio do de­fen­sor do Petro, que atra­pa­lhou o gu­ar­da­re­des Gel­son.

A no­ta de equi­lí­brio per­ma­ne­ceu até ao in­ter­va­lo (1-1), num jo­go mais dis­pu­ta­do a ní­vel do meio cam­po.

No re­a­ta­men­to, o Petro foi mais fe­liz. No pri­mei­ro ata­que, Job, na co­bran­ça de no­vo pon­ta­pé de can­to, ser­viu To­ni que de ca­be­ça fez o se­gun­do go­lo da equi­pa do "Ca­te­tão".

"En­di­a­bra­do", To­ni, aos 67’, fez o ter­cei­ro, nu­ma jo­ga­da de en­vol­vi­men­to do ata­que dos an­fi­triões, dan­do al­gu­ma tran­qui­li­da­de ao Petro, sem o seu téc­ni­co Ben­to Bianchi no ban­co, a cum­prir cas­ti­go fe­de­ra­ti­vo.

Quan­do se pen­sa­va que o jo­go es­ta­va re­sol­vi­do, o Académica do Lo­bi­to, bem co­man­dan­do por Ben Tra­o­ré, não vi­rou ca­ra à lu­ta e ou­tra vez Chi­ló re­du­ziu (3-2) aos 74’.

O Petro tre­meu e no mi­nu­to se­guin­te os "es­tu­dan­tes" des­per­di­ça­ram uma gran­de pe­na­li­da­de, mal co­bra­da por Ji­res­se, que per­mi­tiu a de­fe­sa de Ger­son, sal­van­do o Petro de um pro­vá­vel mau re­sul­ta­do pa­ra as su­as as­pi­ra­ções.

Ba­lan­ce­a­do pa­ra o ata­que, à pro­cu­ra do go­lo do em­pa­te, os fo­ras­tei­ros so­fre­ram o quar­to go­lo, o da tran­qui­li­da­de pa­ra o Petro, nu­ma jo­ga­da de con­tra-ata­que de Job que re­ma­tou com êxi­to aos 90’.

Com es­te re­sul­ta­do o Petro so­ma 56 pon­tos e co­lo­ca-se, à con­di­ção, à fren­te da ta­be­la clas­si­fi­ca­ti­va do Gi­ra­bo­la, com mais dois em re­la­ção ao en­tão lí­der 1º de Agos­to, que jo­ga do­min­go com o Pro­gres­so do Sam­bi­zan­ga.

JO­SÉ SO­A­RES/EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.