“O úni­co ob­jec­ti­vo é ven­cer”

Jornal dos Desportos - - FUTEBOL - MA­NU­EL NE­TO

De­pois de ter ob­ti­do na pas­sa­da sex­ta-fei­ra, uma vi­tó­ria im­por­tan­te di­an­te de um dos ad­ver­sá­ri­os di­rec­to, Pe­tro Atlé­ti­co de Lu­an­da, re­sul­ta­do que o re­co­lo­cou na li­de­ran­ça da pro­va, a par do 1º de Agos­to, a equi­pa do Ka­bus­corp do Pa­lan­ca tem ho­je mais uma di­fí­cil em­prei­ta­da, quan­do de­fron­tar às 15h30 no Es­tá­dio dos Co­quei­ros a aguer­ri­da for­ma­ção do Pro­gres­so As­so­ci­a­ção Sam­bi­zan­ga, em jo­go a con­tar pa­ra a oi­ta­va jor­na­da do Girabola ZAP.

Quim Ma­nu­el téc­ni­co ad­jun­to da tur­ma do pa­lan­ca dis­se on­tem ao Jor­nal dos des­por­tos que o ad­ver­sá­rio de ho­je vai tu­do fa­zer pa­ra con­tra­ri­ar ao má­xi­mo os ob­jec­ti­vos da equi­pa do pa­lan­ca traz em car­tei­ra.

"Es­ta­mos ci­en­tes que is­so vai acon­te­cer a jul­gar pe­la boa for­ma com­pe­ti­ti­va que os sam­bi­las es­tão atra­ves­sar, mas ape­sar dis­so, es­ta­mos pre­ca­vi­dos e va­mos ao jo­go com mui­ta aten­ção e de­di­ca­ção com um úni­co ob­jec­ti­vo é ven­cer o jo­go pa­ra con­ti­nu­ar­mos na gru­po da fren­te", dis­se o ad­jun­to de Fi­le­mon.

O es­pa­ço mui­to cur­to que ul­ti­ma­men­te a equi­pa tem re­a­li­za­do os jo­gos, é um as­pec­to que pre­o­cu­pa o ad­jun­to de Ro­meu Fi­le­mon , que advoga es­ta­rem a ca­pri­char na ges­tão do plan­tel pa­ra que tu­do cor­ra a pre­cei­to.

"Não é fá­cil fa­zer jo­gos em tem­po mui­to cur­tos, mas co­mo já es­tá pla­ni­fi­ca­do, não há ou­tra so­lu­ção que não se­ja uma me­lhor ges­tão do plan­tel pa­ra que os nos­sos ob­jec­ti­vos se­jam al­can­ça­dos, aliás, já não se tra­ba­lha mui­ta coi­sa, ou se­ja cin­gi­mo-nos apenas na re­cu­pe­ra­ção fí­si­ca dos atle­tas, o que até ago­ra tem da­do cer­to.

Quim Ma­nu­el adi­an­tou que as vi­tó­ri­as têm al­can­ça­do ele­vou bas­tan­te os ní­veis aní­mi­cos do gru­po e advoga que con­ti­nu­am a tra­ba­lhar no sen­ti­do de man­tê-lo nas em­prei­ta­das sub­se­quen­tes."Sa­bem que as vi­tó­ri­as fa­zem bem e a nós não fo­ge a re­gra co­mo po­dem cons­ta­tar. Ago­ra o mais im­por­tan­te é con­ti­nu­ar­mos a tra­ba­lhar mais e mais", dis­se.

“Não é fá­cil fa­zer jo­gos em tem­po mui­to cur­tos, mas co­mo já es­tá pla­ni­fi­ca­do, não há ou­tra so­lu­ção que não se­ja uma me­lhor ges­tão do plan­tel pa­ra que os nos­sos ob­jec­ti­vos se­jam al­can­ça­dos”

JO­SÉ SO­A­RES | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

Téc­ni­co-ad­jun­to dos pa­lan­qui­nos re­al­ça a dis­po­si­ção da equi­pa pa­ra o jo­go des­ta tar­de

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.