FAF e ZAP re­vêem pré­mi­os

Jornal dos Desportos - - FUTEBOL -

A Fe­de­ra­ção An­go­la­na de Fu­te­bol (FAF) está em con­ver­sa­ções com o pa­tro­ci­na­dor ofi­ci­al do Cam­pe­o­na­to Na­ci­o­nal de fu­te­bol da pri­mei­ra di­vi­são (Gi­ra­bo­la), a ope­ra­do­ra ZAP, pa­ra re­ve­rem as for­mas de dis­tri­bui­ção dos va­lo­res atri­buí­dos aos clu­bes, cu­jos mol­des ac­tu­ais pri­vi­le­gi­am os "gran­des", que se con­si­de­ra "in­jus­to". O pre­si­den­te da FAF, Ar­tur Al­mei­da e Sil­va, ad­mi­tiu que o mo­de­lo ac­tu­al de dis­tri­bui­ção "não é o melhor", por is­so, abor­dou já o as­sun­to com a ZAP que pa­tro­ci­na o cam­pe­o­na­to.

"São si­tu­a­ções que nós en­con­tra­mos, her­da­mos o pas­si­vo e o ac­ti­vo da FAF, e as­su­mi­mos a res­pon­sa­bi­li­da­de", fri­sou.

"Já con­ver­sá­mos com a ZAP, te­mos pra­ti­ca­men­te ini­ci­a­da a con­ver­sa com os clu­bes, o G7 do nos­so fu­te­bol, no sen­ti­do de con­ce­de­rem po­de­res à Fe­de­ra­ção, pa­ra a ne­go­ci­a­ção que se­ja agra­dá­vel pa­ra to­dos", con­ti­nu­ou. O di­ri­gen­te fez sa­ber que a in­ten­ção, é que ha­ja um mai­or equi­lí­brio na dis­tri­bui­ção da ren­da, exem­pli­fi­ca que “quem re­ce­be 10, po­de re­ce­ber 20 e quem não re­ce­bia na­da, po­de re­ce­ber 10, porque to­dos os clu­bes são im­por­tan­tes. Os gran­des não po­dem jo­gar sem os pe­que­nos”, aflo­rou.

"Qu­e­re­mos uma ne­go­ci­a­ção não igua­li­tá­ria, mas que se­ja uma dis­tri­bui­ção pa­ra to­dos, den­tro do que são as per­for­man­ces de cada um", con­cluiu.

A ZAP pa­tro­ci­na o Gi­ra­bo­la há dois anos, mas des­co­nhe­ce-se o va­lor do con­tra­to que va­leu a re­bap­ti­za­ção da mai­or fes­ta do fu­te­bol na­ci­o­nal, pa­ra Gi­ra­bo­la Zap.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.