Sam­bi­las sem es­tran­gei­ros na

Hél­der Tei­xei­ra as­se­gu­ra que si­tu­a­ção fi­nan­cei­ra in­vi­a­bi­li­za con­tra­ta­ção ex­ter­na

Jornal dos Desportos - - FUTEBOL - AVE­LI­NO UMBA

Ae­qui­pa prin­ci­pal de fu­te­bol do Pro­gres­so do Sam­bi­zan­ga, ao con­trá­rio das úl­ti­mas épo­cas, po­de com­pe­tir nas pro­vas ofi­ci­ais des­te ano - Gi­ra­bo­la Zap e Ta­ça de An­go­la - só com jo­ga­do­res na­ci­o­nais. A in­for­ma­ção foi avan­ça­da on­tem ao

pe­lo trei­na­dor Hél­der Tei­xei­ra.

De acor­do com o subs­ti­tu­to de Ki­to Ribeiro, no co­man­do téc­ni­co dos sam­bi­las, o de­se­qui­lí­brio fi­nan­cei­ro que se re­gis­ta no país e afec­ta o clu­be, prin­ci­pal­men­te de­vi­do a es­cas­sez de di­vi­sas, faz que a di­rec­ção li­de­ra­da por Pai­xão Jú­ni­or pen­se se­ri­a­men­te se avan­ça ou não com a con­tra­ta­ção de jo­ga­do­res es­tran­gei­ros que co­mo se sa­be, têm cus­tos adi­ci­o­nais.

"Sa­be­mos que os jo­ga­do­res es­tran­gei­ros têm des­pe­sas acres­ci­das, as­sim, e em fun­ção do de­se­qui­lí­brio fi­nan­cei­ro que o país e o clu­be em par­ti­cu­lar atra­ves­sam, não creio que a con­tra­ta­ção de jo­ga­do­res ex­pa­tri­a­dos se­ja o me­lhor caminho, por­quan­to o mer­ca­do in­ter­no po­de - nos ser­vir mui­to bem", dis­se.

Hél­der Tei­xei­ra, em­bo­ra ain­da não te­nha si­do apre­sen­ta­do ofi­ci­al­men­te aos adep­tos e à co­mu­ni­ca­ção so­ci­al, já tra­ba­lha e fa­la à sambila des­de se­gun­da­fei­ra, dia em que no Com­ple­xo Des­por­ti­vo e Es­co­lar do Pro­gres­so, ao Sam­bi­zan­ga, ori­en­tou a pri­mei­ra ses­são de trei­nos do plan­tel pa­ra a no­va épo­ca.

Hél­der Tei­xei­ra dis­se que a di­rec­ção do clu­be sambila es­tá em ne­go­ci­a­ções avan­ça­das com al­guns jo­ga­do­res pa­ra re­pre­sen­ta­rem a equi­pa, por is­so, nos pró­xi­mos dias, a equi­pa vai con­tar com o plan­tel de­se­ja­do.

Ques­ti­o­na­do se vai ou ha­ver a apre­sen­ta­ção ofi­ci­al da equi­pa téc­ni­ca, Hél­der Tei­xei­ra afir­mou que tal po­de ou não acon­te­cer, de­vi­do ao pou­co tem­po que fal­ta pa­ra o em­bar­que ao lo­cal de es­tá­gio, a ci­da­de de Lo­bi­to, na pro­vín­cia de Ben­gue­la.

"Te­mos a vi­a­gem mar­ca­da pa­ra sá­ba­do ou do­min­go, daí que não sa­be­mos se ain­da exis­ti­rá tem­po pa­ra a apre­sen­ta­ção da equi­pa téc­ni­ca aos adep­tos e aos jor­na­lis­tas, mas acho que es­tá den­tro do pro­gra­ma da di­rec­ção do clu­be", dis­se.

Com pas­sa­gem pe­lo 1º de Maio de Ben­gue­la, Re­cre­a­ti­vo da Caá­la e Santa Ri­ta FC do Uí­ge, Hél­der Tei­xei­ra tem con­tra­to com o Pro­gres­so do Sam­bi­zan­ga por uma épo­ca. Ques­ti­o­na­do so­bre as ra­zões de acei­tar trei­nar a equi­pa aban­do­na­da por Ki­to Ribeiro, o no­vo téc­ni­co sambila dis­se que foi mo­ti­va­do pe­la gran­de­za do clu­be.

"Ape­sar da equi­pa nun­ca ter ga­nho um cam­pe­o­na­to na­ci­o­nal de fu­te­bol (Gi­ra­bo­la Zap), com ex­cep­ção da con­quis­ta da Ta­ça de An­go­la, em 1996, a gran­de­za do clu­be fez com que am­bi­ci­o­nas­se es­te de­sa­fio. Por ou­tro la­do, há um di­ta­do que diz, que "os me­lho­res vêm a Lu­an­da", que tam­bém é mi­nha opi­nião, não qu­e­ro di­zer que eu se­ja me­lhor, mas se cá es­tou, é pe­lo re­co­nhe­ci­men­to do tra­ba­lho que é ob­ser­va­do pe­la di­rec­ção do Pro­gres­so, e fi­nal­men­te che­gou a ho­ra de dar o meu me­lhor e que fa­ço com to­do o gos­to, en­quan­to trei­na­dor des­te clu­be, re­fe­riu.

O Gi­ra­bo­la Zap tem iní­cio mar­ca­do pa­ra o dia 9 de Fe­ve­rei­ro e o Pro­gres­so do Sam­bi­zan­ga co­me­ça a cam­pa­nha só na ter­cei­ra jor­na­da di­an­te do Do­mant FC do Bu­la Atum­ba, do Ben­go, por­que os seus ad­ver­sá­ri­os da pri­mei­ra e se­gun­da jor­na­das, 1º de Agos­to e Pe­tro de Lu­an­da, vão es­tar en­vol­vi­dos em com­pe­ti­ções afri­ca­nas, ou se­ja, Afro­ta­ças.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.