CITAÇÕES

Jornal dos Desportos - - ABERTURA -

Vi­mos um gran­de jo­go, em que ape­nas uma equi­pa ten­tou ga­nhar, que foi o 1º de Agosto. Ti­ve­mos o do­mí­nio na pri­mei­ra e na se­gun­da par­te. Criá­mos opor­tu­ni­da­des, não mar­cá­mos e o úl­ti­mo lan­ce foi du­vi­do­so, em mi­nha opi­nião foi pe­nal­ti. ZO­RAN MA­KI , trei­na­dor do 1º de Agosto Vi­e­mos ao Hu­am­bo com uma es­tra­té­gia pa­ra con­se­guir um bom re­sul­ta­do. In­fe­liz­men­te, não foi pos­sí­vel, por­que en­con­trá­mos sé­ri­as di­fi­cul­da­des cri­a­das pe­la equi­pa ad­ver­sá­ria que não fa­ci­li­tou, por is­so, o em­pa­te ajus­ta-se às nos­sas con­tas por­que ain­da sal­va­guar­dá­mos a nos­sa po­si­ção no cam­pe­o­na­to. MÁ­RIO SO­A­RES , trei­na­dor do Des­por­ti­vo da Huí­la ’Foi um gran­de jo­go, mas não foi tác­ti­co. É nor­mal, is­so acon­te­cer no fu­te­bol’’. O em­pa­te foi uma con­sequên­cia do jo­go e sa­be­mos que exis­tia a pos­si­bi­li­da­de de vi­tó­ria, der­ro­ta ou em­pa­te. MAURÍCIO MAR­QUES, trei­na­dor-ad­jun­to do Petro de Lu­an­da Não te­nho de pe­dir des­cul­pas, por­que sou um ser hu­ma­no, que te­nho paixão, sen­ti­men­tos, rai­va... Os meus pen­sa­men­tos, por mui­to que os te­nha ex­pres­sa­do de ma­nei­ra exa­ge­ra­da, ti­nham ló­gi­ca. Vol­ta­va a di­zer tu­do, tal­vez, nu­ma lin­gua­gem mais ci­vi­li­za­da. GIANLUIGI BUFFON, guar­da-re­des da Ju­ven­tus de Itá­lia

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.