An­fi­triões ten­tam

Jornal dos Desportos - - INTERNACIONAL -

Des­de o co­lap­so do co­mu­nis­mo, que os rus­sos não ob­ti­ve­ram os mes­mos re­sul­ta­dos da an­ti­ga URSS, em fu­te­bol. Fo­ram eli­mi­na­dos na pri­mei­ra fa­se, nos três Mun­di­ais que dis­pu­ta­ram (1994, 2002 e 2014). São os do­nos da ca­sa e es­te fac­tor po­de ser de­ci­si­vo pa­ra fa­ze­rem uma boa pro­va e re­ver­te­rem o qua­dro.

A Rús­sia foi eli­mi­na­da na pri­mei­ra fa­se, em três dos qua­tro cam­pe­o­na­tos eu­ro­peus, dis­pu­ta­das co­mo país in­de­pen­den­te (1996, 2004 e 2012), mas qua­li­fi­cou-se co­mo o quar­to em 2008, foi der­ro­ta­da ape­nas nas mei­as-fi­nais pe­la Es­pa­nha, que veio a sa­grar­se cam­peã.

Sob o co­man­do do téc­ni­co ne­er­lan­dês Gu­us Hid­dink, cri­ou-se um op­ti­mis­mo en­tre os adep­tos rus­sos, es­pe­ci­al­men­te, de­pois da qua­li­fi­ca­ção dra­má­ti­ca pa­ra o Eu­ro-2008.

Em 1994, o pri­mei­ro cam­pe­o­na­to ofi­ci­al dis­pu­ta­do co­mo Rús­sia, fi­gu­ra­ram no­ve jo­ga­do­res es­tran­gei­ros . A se­lec­ção da Rús­sia ca­lhou no gru­po B, ao la­do do Bra­sil, Sué­cia e Ca­ma­rões, foi eli­mi­na­da Igor Akin­fe­ev é um co­nhe­ci­do gu­ar­da-re­des e ca­pi­tão da se­lec­ção rus­sa, tem a res­pon­sa­bi­li­da­de acres­ci­da de ser um dos re­pre­sen­tan­tes dos or­ga­ni­za­do­res des­te mun­di­al. A Rús­sia vai ter de pro­var a sua qua­li­da­de a vá­ri­os ní­veis, não só por ocu­par um dos lu­ga­res mais bai­xos do ran­kings da FI­FA en­tre as 32 se­lec­ções par­ti­ci­pan­tes (é 65ª no na pri­mei­ra fa­se. Pa­ra con­so­lo, te­ve Oleg Sa­len­ko co­mo ar­ti­lhei­ro do cam­pe­o­na­to, ao la­do de Hris­to Stoi­ch­kov am­bos com seis go­los.

No cam­pe­o­na­to de 2002, a his­tó­ria re­pe­tiu-se: mais uma vez foi eli­mi­na­da na pri­mei­ra fa­se. Co­me­çou com uma vi­tó­ria so­bre a Tu­ní­sia, po­rém, foi der­ro­ta­da pe­lo Ja­pão e Bél­gi­ca.

Nas eli­mi­na­tó­ri­as pa­ra o Cam­pe­o­na­to do Mun­do de 2006, a Rús­sia es­te­ve no Gru­po 3, foi con­si­de­ra­da uma das fa­vo­ri­tas ao la­do de Por­tu­gal, po­rém, fi­cou em ter­cei­ro. Se­gui­ram em fren­te a Es­lo­vá­quia e Por­tu­gal, os rus­sos so­fre­ram uma hu­mi­lhan­te go­le­a­da de 7-1 dos "Tu­gas". De­pois do su­ces­so no Eu­ro-2008, a se­lec­ção es­te­ve pres­tes a con­se­guir a va­ga pa­ra o Mun­di­al-2010, mas a re­gra do go­lo fo­ra de ca­sa pôs fim às pos­si­bi­li­da­des rus­sas con­tra a Es­lo­vé­nia: der­ro­ta por 1- 0, em Ma­ri­bor e vi­tó­ria por 2-1, em Mos­co­vo.

En­quan­to do­no da ca­sa, es­pe­ra­se que os rus­sos fa­çam me­lhor do que nas úl­ti­mas com­pe­ti­ções. ge­ral), tam­bém por­que fa­la­se de um cli­ma de ins­ta­bi­li­da­de en­tre jo­ga­do­res e trei­na­dor, que per­tur­ba to­da a or­ga­ni­za­ção in­ter­na da equi­pa.

Igor Akin­fe­ev é par­ti­cu­lar­men­te co­nhe­ci­do, por fa­zer de­fe­sas ins­pi­ra­das pe­lo CSKA de Mos­co­vo, as­su­me-se co­mo o es­pí­ri­to uni­fi­ca­dor e aglu­ti­na­dor de von­ta­des na sua se­lec­ção.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.