HÉLDER TEIXEIRA ELOGIA ATLETAS

Téc­ni­co sa­tis­fei­to com o de­sem­pe­nho do plan­tel na pri­mei­ra vol­ta

Jornal dos Desportos - - PORTADA - AVELINO UMBA

Aquin­ta po­si­ção al­can­ça­da pe­la equi­pa do Progresso Sam­bi­zan­ga na pri­mei­ra vol­ta do Girabola Zap, em que ob­te­ve cin­co vi­tó­ri­as, se­te em­pa­tes e três der­ro­tas nos 15 jo­gos dis­pu­ta­dos, es­tá den­tro dos ob­jec­ti­vos de­li­ne­a­dos pe­la equi­pa téc­ni­ca, li­de­ra­da pe­lo an­go­la­no Hélder Teixeira e pe­la di­rec­ção do pró­prio clu­be, por is­so, con­si­de­ra de sa­tis­fa­tó­rio o de­sem­pe­nho do gru­po, no balanço que fez ao Jor­nal dos Des­por­tos.

"O de­sem­pe­nho da nos­sa equi­pa (Progresso Sam­bi­zan­ga), nas 15 jor­na­das da pri­mei­ra vol­ta do cam­pe­o­na­to, foi po­si­ti­vo pe­lo fac­to de es­tar den­tro dos ob­jec­ti­vos tra­ça­dos pe­la di­rec­ção do clu­be, sen­do o quin­to lu­gar a me­ta a al­can­çar, por si­nal o lu­gar em que ter­mi­ná­mos o pri­mei­ro tur­no da pro­va, ape­sar de ter­mi­nar­mos com uma der­ro­ta pe­sa­da di­an­te do Petro de Lu­an­da, por 3-0, que ain­da não es­tá di­ge­ri­da, em fun­ção da pre­pa­ra­ção que a equi­pa ha­via fei­to pa­ra aque­le jo­go", dis­se.

Hélder Teixeira as­se­gu­rou que, em mo­men­to al­gum, es­te­ve nos seus pla­nos e dos jo­ga­do­res (con­si­de­ro-os de gran­des he­róis) per­de­rem o jo­go da ma­nei­ra co­mo acon­te­ceu, pois con­si­de­ra que os sam­bi­las es­ti­ve­ram ao ní­vel dos tri­co­lo­res. "Ti­ran­do o es­ta­tu­to de cam­peão do Petro, es­ti­ve­mos ao mes­mo ní­vel. Per­de­mos e per­de­mos bem, mas no fu­te­bol é as­sim e acre­di­to que fa­re­mos me­lhor nos pró­xi­mos jo­gos", re­ve­lou.

Os 22 pon­tos con­quis­ta­dos na pri­mei­ra vol­ta, se­gun­do Hélder Teixeira, trans­mi­tem a ideia de que o gru­po tra­ba­lhou bem, pa­ra ter­mi­nar o pri­mei­ro tur­no na 5ª po­si­ção na ta­be­la clas­si­fi­ca­ti­va.

O trei­na­dor con­si­de­rou que, em ter­mos com­pe­ti­ti­vos, a sua equi­pa es­te­ve em con­di­ções pa­ra con­quis­tar mais pon­tos, não fos­se os pro­ble­mas que atra­ves­sou, mas ain­da as­sim fez uma pri­mei­ra vol­ta bas­tan­te ai­ro­sa.

"A pri­mei­ra vol­ta foi sa­tis­fa­tó­ria, ape­sar de que que­ría­mos mais do que is­so, mes­mo com to­das as di­fi­cul­da­des. O adep­to cria a ex­pec­ta­ti­va de vi­tó­ri­as, mas nem sem­pre es­ta­mos em con­di­ções de atin­gir os nos­sos ob­jec­ti­vos. Ape­sar de vá­ri­as di­fi­cul­da­des vi­vi­das, a ra­pa­zi­a­da es­te­ve bem. São gran­des he­róis, até pe­lo fac­to de os ob­jec­ti­vos da pri­mei­ra vol­ta te­rem si­do al­can­ça­dos", re­al­çou.

De acor­do ain­da com o trei­na­dor, pa­ra além de os ob­jec­ti­vos da pri­mei­ra vol­ta te­rem si­do al­can­ça­dos, "a equi­pa foi sem­pre con­sis­ten­te nos jo­gos" afir­mou.

O trei­na­dor ad­mi­te, que a pres­são po­de vir au­men­tar na se­gun­da vol­ta, a jul­gar pe­la pre­ten­são de me­lho­rar a clas­si­fi­ca­ção an­te­ri­or. Por is­so, pro­me­teu, vai apos­tar em tu­do nos di­as de trei­nos que te­rá an­tes da par­ti­da di­an­te do Sau­ri­mo FC, mar­ca­da pa­ra o dia 23 de cor­ren­te, no es­tá­dio das Man­guei­ras, vá­li­da pa­ra a 16ª jor­na­da do cam­pe­o­na­to, ou se­ja, pri­mei­ra da se­gun­da vol­ta.

KINDALA MANUEL | EDIÇÕES NO­VEM­BRO

Hélder Teixeira fe­liz com a pos­tu­ra da equi­pa nos 15 jo­gos dis­pu­ta­dos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.