Jornal dos Desportos : 2019-02-11

MODALIDADES : 14 : 14

MODALIDADES

MODALIDADES Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2019 ATLETISMO SOLIDARIEDADE Mbappé e Lineker doam dinheiro para resgatar corpo de piloto de Emiliano Sala Huíla acolhe “Nacional” de corta-mato O francês Kylian Mbappé doou 27 mil libras para a campanha de arrecadação para custear o resgate do corpo de David Ibbotson, piloto do avião que transportava o atacante argentino Emiliano Sala, desaparecido no último dia 21 de Janeiro. Além do jogador do Paris Saint-Germain, o ex-jogador Gary Lineker também contribuiu com mil libras, de acordo com a BBC. Lançada no último sábado (9), a campanha na internet busca levantar 300 mil libras para a contratação de uma equipa de resgate. Um dia depois, a página já contava com 107.903 libras juntadas após pelo menos 6.150 doações. "Estamos a tentar entender a tragédia e a perda de dois homens incríveis. Ouvir que as buscas estão canceladas para o futuro próximo somente fez esse tempo trágico ser mais difícil. Não aguentamos o pensamento de ele estar sozinho; precisamos dele em casa para que descanse", escreveu a família na página da cam0panha. O avião em que Ibbotson e Sala viajavam, desapareceu no Canal da Mancha no último dia 21 de Janeiro. No dia 24 do mesmo mês, as autoridades locais anunciaram o fim das buscas. No mesmo dia, a família de Sala lançou uma campanha na internet e arrecadou 324 mil libras. Na última segunda-feira (4), a equipa de busca privada contratada pela família de Sala encontrou o avião e confirmou que havia um corpo nos destroços. Na quinta-feira (7), a Polícia de Dorset, na Inglaterra, confirmou que o cadáver era do argentino. Devido à previsão de mau tempo para os próximos dias, a equipa de busca contratada pela família do argentino e o Departamento Britânico de Investigação de Acidentes Aéreos (AAIB, na sigla em inglês) anunciaram que vão abandonar as tentativas de resgatar o avião do fundo do mar. Interclube e Petro de Luanda aparecem como os principais candidatos ao título A PEDRO FUTA António (Interclube) venceram com os tempos de 16min02s e 19min52s, numa distância de 4,2 mil metros. Em juvenis, Evaristo Sapalo (Interclube) e Maria João (Petro de Luanda) percorreram os 2,2 mil metros em 6min43s e 9min18s. Em infantis, os petrolíferos Rúben Zola e Maria Pereira venceram os 1,2 mil metros com os tempos de 2min51s e 2min49s. Em iniciados, Arlindo Sebastião (Petro de Luanda) e Luísa António (Interclube) conquistaram a prova de 1,8 mil metros. A terceira jornada do campeonato provincial de Luanda de corta-mato está agendado para o dia 23 do corrente no mesmo espaço. positiva dos clubes participantes do certame de Luanda que decorreu no campo adjacente ao pavilhão multiusos do Kilamba. "Sinto que há uma preocupação dos clubes de Luanda em manter os atletas na mobilidade do corta-mato. Apesar do número de corredores ser reduzido, a qualidade satisfaz", frisou. O dirigente explicou as razões da ausência da selecção nacional no Mundial de Cortamato realizado no mês de Março na Dinamarca. "Um dos motivos é a falta de verbas e os resultados negativos nas últimas provas como os Jogos da Região 5, da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa) e da SADC (Comunidade de Países da África Austral)", disse. s condições climáticas e geográficas da província da Huila foram determinantes na escolha para acolher em Abril o campeonato nacional de corta-mato. As terras altas da Chela dispõe de espaços em diferentes municipalidades para a prática desta versão do atletismo. Em declarações ao Jornal dos Desportos, o presidente da Federação Angolana de Atletismo, Bernardo João, garantiu, no último sábado, aquando da realização da segunda jornada do campeonato provincial de Luanda, que as condições estão criadas para a realização do evento, sem citar as datas exactas. Bernardo João fez uma avaliação RESULTADOS DO PROVINCIAL As surpresas marcam o provincial de corta-mato de Luanda. O 1º de Agosto foi o maior ausente da segunda jornada, em que desfilaram o Progresso do Sambizanga, Interclube e Petro de Luanda. Outrossim é a consagração do atleta de 46 anos de idade e sem salários há 18 meses. Pedro Kazu, do Progresso Sambizanga, subiu ao pódio ao percorrer os 6,2 mil metros em 22min29s. Em feminino, a petrolífera Esperança Afonso venceu com 37min28s. Em juniores, Faustino João (Petro de Luanda) e Domingas

© PressReader. All rights reserved.