Cui­da­dos pré-ve­rão

Con­fi­ra idei­as va­li­o­sas pa­ra man­ter a saú­de dos fi­os na mu­dan­ça de es­ta­ção

200 Cortes de Cabelo - - Look De Estrela - Tex­to: ANA BE­A­TRIZ CASALI/CO­LA­BO­RA­DO­RA De­sign: AN­GE­LA A. SOARES

Que a aten­ção com os fi­os de­ve es­tar pre­sen­te nas qua­tro es­ta­ções do ano, é fa­to! Po­rém, co­mo no ve­rão os fi­os fi­cam mais ex­pos­tos aos agen­tes ex­ter­nos, co­mo sol, mar, pis­ci­na e, con­se­quen­te­men­te, mai­or quan­ti­da­de de la­va­gens, é ne­ces­sá­rio re­do­brar os cui­da­dos com as ma­dei­xas e fa­zer uma ava­li­a­ção com seu ca­be­lei­rei­ro pa­ra dar aque­le up que a es­ta­ção quen­te tan­to pe­de. Por is­so, com a aju­da de Jo­mas Lá­za­ro, hairsty­list do sa­lão Fi­no Ca­pel­li, do Rio de Ja­nei­ro, se­le­ci­o­na­mos os truques ide­ais pa­ra os seus ca­be­los na es­ta­ção mais quen­te e ale­gre do ano!

Os mais pe­di­dos

O tra­ta­men­to ade­qua­do va­ria de acor­do com o da­no e o es­ta­do em que o fio se en­con­tra. De acor­do com o hairsty­list Jo­mas, os mais pro­cu­ra­dos nos sa­lões de be­le­za nes­sa épo­ca do ano são nu­tri­ção, cau­te­ri­za­ção e re­cons­tru­ção. Is­so por­que o ob­je­ti­vo prin­ci­pal das mu­lhe­res no pré-ve­rão é re­cu­pe­rar a le­ve­za e o mo­vi­men­to das ma­dei­xas, que são com­pro­me­ti­dos pe­los agen­tes ex­ter­nos.

Em ca­sa

Vi­si­tar o sa­lão de be­le­za fre­quen­te­men­te pa­ra man­ter os fi­os sau­dá­veis é im­pres­cin­dí­vel, mas os cui­da­dos não pa­ram por aí. Em ca­sa, eles são in­dis­pen­sá­veis e es­sen­ci­ais pa­ra ob­ter ma­dei­xas im­pe­cá­veis. Por is­so, Jo­mas Lá­za­ro re­co­men­da uti­li­zar pro­du­tos, co­mo xam­pus, con­di­ci­o­na­do­res, más­ca­ras e finalizadores ade­qua­dos pa­ra o seu ti­po de fio. Quan­do com­bi­na­dos com tra­ta­men­tos de nu­tri­ção e hi­dra­ta­ção, que de­vem ser re­a­li­za­dos de uma a du­as ve­zes por se­ma­na em ca­sa, eles po­ten­ci­a­li­zam ain­da mais o bri­lho, a su­a­vi­da­de, a le­ve­za e a re­po­si­ção das pro­teí­nas do ca­be­lo.

Além dis­so, mu­lhe­res com as ma­dei­xas ca­che­a­das de­vem es­tar ain­da mais aten­tas aos cui­da­dos, já que a for­ma dos fi­os di­fi­cul­ta a hi­dra­ta­ção na­tu­ral, ou se­ja, o se­bo, subs­tân­cia pro­du­zi­da no cou­ro ca­be­lu­do, não es­cor­re pe­lo ca­be­lo com tan­ta fa­ci­li­da­de. Por­tan­to, apos­tar em óle­os, co­mo o de ar­gan, e in­vis­tir em xam­pus sem sul­fa­to _ subs­tân­cia que, quan­do usa­da em ex­ces­so, re­ti­ra a ole­o­si­da­de dos fi­os e os dei­xa res­se­ca­dos _ são há­bi­tos que de­vem fa­zer par­te de sua ro­ti­na.

Com um pro­fis­si­o­nal

Co­mo os tra­ta­men­tos va­ri­am de acor­do com o ti­po de fio, ter uma con­ver­sa com seu ca­be­lei­rei­ro pa­ra des­co­brir o mais in­di­ca­do pa­ra vo­cê é es­sen­ci­al. Pa­ra ca­be­los nor­mais, por exem­plo, o ide­al é in­ves­tir em pro­ce­di­men­tos que pos­si­bi­li­tem a re­po­si­ção dos nu­tri­en­tes e equi­li­brem o pH dos fi­os, o que re­for­ça­rá o bri­lho, a su­a­vi­da­de, a ma­le­a­bi­li­da­de e o mo­vi­men­to.

Já pa­ra ca­be­los com quí­mi­ca, o hairsty­list su­ge­re tra­ta­men­tos cons­tan­tes, já que a quí­mi­ca res­se­ca e pro­mo­ve a per­da dos nu­tri­en­tes mais fa­cil­men­te. Por is­so, a cau­te­ri­za­ção, que re­põe as pro­teí­nas dos fi­os, de­ve ser fei­ta pe­ri­o­di­ca­men­te.

O cor­te

Mes­mo sem a exis­tên­cia de um ti­po de cor­te ide­al pa­ra a es­ta­ção, apa­rar as ma­dei­xas é im­por­tan­te pa­ra a ma­nu­ten­ção da saú­de e be­le­za dos fi­os. “Os ca­be­los são ex­pos­tos o tem­po to­do e, por es­se mo­ti­vo, as pon­tas, par­te mais ve­lha do fio, so­frem cons­tan­te­men­te pe­que­nas fis­su­ras, que cha­ma­mos de pon­tas du­plas, e pre­ci­sa­mos cor­tar pa­ra que não au­men­tem”, ex­pli­ca Jo­mas.

De acor­do com o hairsty­list Jo­mas Lá­za­ro, mu­lhe­res com co­lo­ra­ção nas ma­dei­xas de­vem in­ves­tir em pro­du­tos que con­te­nham fil­tro so­lar e agen­tes an­ti­o­xi­dan­tes

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.